A Sétima Entrevista do Serpentário Conservador foi com a Banda Francesa de Grindcore Whresnation


A Sétima Entrevista da Serpentário Conservador está sendo feita com a Banda Francesa Whresnation que após 6 anos de hiato mas com um Ep interessante chamado Scum Will Regin lança seu novo trabalho Completo{Full Lenght}intitulado Mephitism.O Guitarrista Lopin dá essa entrevista agradável pra gente:

1–Apresente a Banda pra gente{Tempestade Conservadora}

Lopin:E aí cara ! Obrigado por ter-nos convocado em primeiro lugar! Bem,somos a Whoresnation e fazemos um grindcore da parte leste da França formada em 2009.Nós gostamos nosso grindcore cru e rápido e tentar fazer o nosso melhor para fazer avançar estas duas características.Nós lançamos várias coisas e,ultimamente,nosso novo álbum “Mephitism” foi posto para jogo pela Throatruiner Records (isso foi um LP) e pela Obliteration Records ( um CD).Tocamos mais de 300 espectáculos e agora somos uma banda de três componentes.Tentamos permanecer fiel a nossa ética DIY{Faça você mesmo} e ficar contra todo o tipo de opressão.

2– Serpentário Conservador–Como se deu o trabalho de composição de Metaphism?Lopin:O processo é bastante simples, na verdade.Lop,nosso guitarrista é uma máquina de riffs e vem com riffs e estruturas,Tonio acrescenta alguns elementos do BPM e também o blast beats.Pibe surge com palavras. Temos sorte que estamos todos nas mesmas coisas e compartilhar as mesmas influências. Nós geralmente sabemos para onde vamos e uma vez Lopi como a luz verde, ele trabalha duro e é isso! Para Mephitism,após a fase de composição tivemos uma pré-produção que nos ajudou a lidar com essas novas músicas. Estamos muito felizes com ele.

3–Serpentário Conservador–Por que a demora seis anos para fazer um novo Full Lenght?

Lopin:Estávamos muito ocupados em turnê por isso não têm muito tempo para escrever um álbum completo.Nós ficamos focados em divisões,bem como,entre Scum Will Reign e Mephitism nós realmente gravamos por 3 divisões e um composition.Devido a problemas diferentes descobriu-se que o álbum foi lançado antes dea maioria deles que é uma espécie bem irritante como temos evoluído muito no meio.

4– Serpentário Conservador:O Grindcore não é muito comum no seu país certo?Só temos Death Metal.Como a Banda trabalha com esta quebra de paradigma?

Lopin:Nós temos uma cena de grindcore “forte” na França! O problema é que não há muita exposição para essas bandas. A maioria deles estão no circuito do faça você mesmo e nós temos que lidar com seus limites, então talvez você não ouve muito sobre grindcore francês, mas sempre houve bandas do gênero na França! Começando com antigas comom,Vomit Yourself, Filthy Charity or Blockheads and Inhumate e por aí a fora. Há também uma geração mais jovem com grandes bandas como Warfuck, Doomsisters, Chiens, Hordur, Grossel entre outros. Há também uma abundância de pequenas 

5–Serpentário Conservador:No Inicio,a banda teve alguma inspiração?

Lopin:A primeira inspiração foi o grindcore sueco. Whoresnation começou com um nome bem diferente que era o nome de uma música chamada Gadget. HM2 foi também parte da pedaleira. Ela tem evoluído desde então para alcançar o que poderíamos chamar uma inspiração grindcore mais puro, mas também o Death Metal recentemente entrou em nossas influências.

6–Serpentário Conservador:A Banda escolheu algum single pra este álbum e porque essa escolha?

Lopin:Acho que primeiro,nós lançamos umas 2 ou 3 músicas, mas eu não me lembro quais,com certeza Expiration in Rot foi a razão de que essas faixas são ou foram,provavelmente,uma de nossas favoritas e daria uma boa visualização global do resto do álbum!

7–Serpentário Conservador:Como a banda chegou até a Throatruiner Records?

Lopin:Throatruiner é uma gravadora que usa o hardcore orientado, ela tem sido muito ativa de seu início. Nós queríamos lançar o álbum em uma etiqueta diferente com uma rede diferente do que estávamos acostumados. Estamos muito felizes em trabalhar com a Throatruiner e espero que isso ajuda, em pequena escala,é claro, grindcore se esforçar nos ouvidos diferentes. 

8–Serpentário Conservador:Qual a diferença no som entre Scum Will Regin e agora em Mephism?

Lopin:Mephitism é definitivamente mais metal e diretamente para o ponto. Scum reinará era mais incondicional, principalmente devido aos vocais que mudaram muito, e estruturas musicais foram talvez um pouco mais complicadas. Também fizemos um grande passo em termos de produção, olhando para trás,o nosso som era muito mais amador.Acho que a diferença é que a banda tem crescido e isso é tudo, estamos mais experientes e que cometeu alguns erros no passado algo que nós aprendemos muito e assim como toda banda.

9–Serpentário Conservador:A Banda sabe algo de metal brasileiro?

Lopin:ROT !!! Rot é grande.Mas é claro que crescemos ouvindo Sepultura também.Pessoalmente, eu comecei recentemente com Sarcophago, Sextrash e Volcano: isso é tão foda e tão bestial! E, claro, nós sabemos um pouco sobre a cena hardcore punk,nós compartilhamos o palco com No Rest umas duas vezes.Ratos de Porão,Discarga etc. Também o que está acontecendo grindcorewise com DER,Facada ou teste é realmente interessante

10–Tempestade Conservadora:A Banda tem interesse em fazer shows pela América Latina?

Lodin:Isso não está nos nossos planos ainda, talvez em um futuro próximo quem sabe!

11–Tempestade Conservadora:Qual o grande sonho da banda?

Lodin:Fazer registro do grindcore perfeito? Eu não sei realmente, poderia dizer passear ou tocar com essa banda ou outra, mas turismo é desgastante e o mundo mágico do grindcore faz com que seja possível tocar com quase todas as bandas que amamos!

12–Tempestade Conservadora:Porque a banda se chama Whoresnation?

Lodin:É um nome bastante anti-nacionalista, estamos profundamente a pensar que os governos são uma merda. Você pode interpretá-lo da maneira que quiser, na verdade: estamos prostituir-nos todos para o trabalho e todas as nações estão a se prostituir para o capital. Tivemos problemas por causa do uso de “prostituta” e que provavelmente era estranho e inesperado,mas não atacar-nos quando escolhemos o nome.Como mencionado no início da entrevista que ficarmos contra todos os tipos de opressão, nós não somos estúpidos ou metaleiros machistas.

13–Tempestade Conservadora:Porque as músicas só duram bem pouquinho?

Lodin:Você sofre, mas por quê? Isso é meu irmão a moagem do som,não precisa mais!

14–Tempestade Conservadora:Uma Mensagem ao Brasil

Lodin:Ouçam Rot e foda-se Bolsonaro!

{Isto não Reflete o Pensamento da Página!Mas abrir Espaço pro Contraditório faz o jogo ser necessário}

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: