Entrevista 31 com a Banda Indiana Rainburn.


A Tempestade Conservadora Faz sua Entrevista Número 31 com os Indianos chamados Rainburn com um Rock Progressivo e Psicodélico.Eles lançaram seu segundo trabalho intitulado como Insignify. O Vocalista e Guitarrista Vats nos dá essa entrevista e agora vamos a ela:

TC 1: Apresente a banda para gente,por favor?

Rainburn–Vats 1: Olá,somos Rainburn,somos uma banda independente de Bangalore, na Índia. Acabamos de lançar nosso registro completo chamado ‘Insignify’. Eu sou Vats,o vocalista e guitarrista da banda.Nós também temos Paraj Kumar e Singh nas guitarras e vocais,Ravi Nair no baixo e nos vocais e Praveen Kumar na bateria. Ravi e eu estaremos respondendo as perguntas.

Tempestade Conservadora 2: Contem sobre o trabalho de Insignify?

Rainburn–Vats 2: A maioria das músicas desta banda começa comigo; Eu normalmente gravo uma demo em casa e envio para o resto dos caras e eles adicionam suas partes ou,em alguns casos, mantêm a parte que eu escrevi para eles.Mas em algumas músicas,nós mudamos a fórmula.’Someone New’ começou com Praveen, nosso baterista,e então eu coloquei riffs e melodias em cima de suas partes de bateria.

Tempestade Conservadora 3: A Banda escolheu algum single para este álbum e o porque desta escolha?

Rainburn–Vats 3:O primeiro single do álbum foi ‘Suicide Note.As músicas deste álbum são muito diferentes umas das outras,então não há uma música que represente tudo isso.Mas sentimos que ‘Suicide Note’ cobria muitos aspectos, como riffs cativantes, melodias fortes,partes suaves e o tecnicismo que alguns dos nossos fãs esperam de nós. https://www.youtube.com/watch?v=2K57xZJQW6g

Cabeça 2

Tempestade Conservadora 4: Como surgiu a admiração da banda por Dream Theather e Queensrÿche?

Vats 4: Eu ouvi as duas bandas há muito tempo e elas se tornaram uma espécie de influências formativas. Operation: Mindcrime do Queensryche foi uma influência definitiva no nosso álbum.E todos nós admiramos o Dream Theater. Pessoalmente, eu gosto mais de suas coisas mais antigas – Awake é meu álbum favorito.

Tempestade Conservadora 5: A Banda acredita que King Crimson também bebe na fonte da Rainburn?

Vats 5: King Crimson é provavelmente minha banda Prog favorita de todos os tempos. Red é meu álbum favorito deles; Recentemente, recebi a reedição que foi remixada por Steven Wilson e é simplesmente fantástica. Há muitos casos específicos em nossa música que me lembram do Rei Carmesim. Por exemplo, a introdução de Merchant of Dreams, eu sinto que foi inspirado por sua Disciplina de discos. E algumas das partes chocantes também,a seção carregada de efeitos antes do visual final em Someone New, eu sinto que foi inspirada na faixa-título de Red.

Tempestade Conservadora 6: Como apareceu a inspiração para o tema de Insignify?

Vats 6: A medida que o álbum avança, o personagem lentamente parece chegar a um ponto em que nada faz sentido,ideias, filosofias,entendimentos parecem perder a forma e acabam por desmoronar.É aqui que o mundo e seu mundanismo se mostram de uma maneira diferente.Eu os vi de novo, sob uma nova luz e desta vez não através de conceitos, mas do jeito que são,nus,sem filtros ou condicionamentos.Tudo o que achei importante não fazia mais sentido.Eu vi que ele fez e talvez quisesse para si mesmo era principalmente uma perda de tempo. Este é o lugar onde você decidiu se matar.Ele entra em um caos extremamente desconfortável.Comecei a questionar tudo o que foi prometido a ele,tudo o que lhe foi dito. Há uma mudança na polaridade. que foi significativo não é mais assim. Daí insignificar.

Tempestade Conservadora 7: A Banda tem algum sonho?

Ravi 7: O Baixista Ravi fala com a gente,Definitivamente, queremos fazer turnê e tocar no maior número possível de lugares.O tipo de resposta que temos recebido de todo o mundo é esmagador,para dizer o mínimo,e para ser honesto, eu realmente espero que possamos fazer shows internacionais em breve. Além disso, esperamos continuar esse processo criativo criando mais álbuns, com direções criativas diferentes. Insignify foi uma grande experiência e estou animado em dizer que o próximo álbum será resultado de mais experimentos.Vats Volta:Seria ótimo poder viver da música e da turnê,o santo graal da música moderna.

Tempestade Conservadora 8: Temos Festivais de Rock na Índia?

Ravi 8: Não,não há muitos festivais de metal orientados na Índia.Há alguns shows que acontecem e os Atos Internacionais ocasionais.Mesmo que não existam festivais propriamente ditos,há alguns entusiastas que estão fazendo o melhor para fazer as coisas,fazer shows acontecerem. Também é bom ver os atos indianos se internacionalizarem e mais atos internacionais chegarem à Índia.

Cabeça 3

Tempestade Conservadora 9: A Banda acha que esse álbum é conceitual ou não?Porque?

Ravi 9: O álbum é definitivamente 100% conceitual. É a história de “Vincent”, que é um músico atual lidando com as questões do existencialismo,o significado da vida humana, o narcisismo,a importância do desejo,a insegurança e a busca pela razão.O álbum começa no The Wait antes de um show e termina novamente na espera,mas muita coisa aconteceu durante o dia entre esses shows.

Tempestade Conservadora 10: Eu achei muito legal que a banda tenha se iniciado no som como pianista.Hoje,a banda enxerga que isso ajudou a banda na parte lírica?

Ravi 10: Sim, o Vats tinha certeza que eu queria o teclado no começo. Demorou algumas tentativas antes de terminarmos o pouco que você agora ouve no álbum.

Tempestade Conservadora 11: Na Parte lírica e No som,a banda acredita que existem diferenças em Canvas of Silence e agora em Insignify?

Ravi 11:Eu me juntei à banda em 2016,quase um ano após o lançamento do Canvas Of Silence,então eu não posso falar muito sobre a direção que Rainburn levou naquela época. Posso dizer com segurança que o Insignify, desde o primeiro dia de discussão, foi um conceito muito bem “marinado”. O Vats levou seu tempo, deixei o conceito crescer lindamente. Nós éramos criativamente livres para experimentar e não havia restrições que mudassem o som para um pouco, permitindo-nos ser mais criativos.Tendo passado pelo processo de gravação de COS,ajudou Rainburn a tomar decisões realmente importantes,desde o processo de gravação até o mastering.Houve muita clareza desde o início. Enquanto isso, o Vats foi influenciado por muitos artistas de diferentes áreas.Eu acho que tive um papel a desempenhar no gênio lírico que ele demonstrou no Insignify.
https://www.youtube.com/watch?v=HNivEFVHVww

TC 12: A Banda conhece alguma coisa do Brasil Metal?

Ravi 12: Nos meus dias de faculdade,eu acidentalmente descobri “Roots Bloody Roots” do Sepultura e foi minha jam por um bom tempo.Talvez um ano depois eu descobrisse,Angra. Através de um amigo cuja banda estava cobrindo “Acid Rain”. Eu realmente gostei deles naquela época.

TC 13: Como a banda recebeu os cumprimentos da versão indiana da Rolling Stone e da Revista Prog Magazine?

Ravi 13: Eu quero acreditar que o álbum é digno de todos os elogios ou feedback que recebemos de todos que tiveram boas coisas a dizer sobre isso.Eu acho que todos nós realmente nos esforçamos um pouco para fazer o Insignify soar assim.Então, sim,eu acho que é principalmente um resultado de todo o esforço e tempo que foi colocado dentro Prog tem sido um defensor de Rainburn desde o lançamento de “Canvas of Silence”.Mas uma vez eu acredito que eles realmente gostam da nossa música!

TC 14: A Banda vai realizar shows?

Ravi 14: Estamos atualmente formulando um tour para apoiar o Insignify.Será principalmente em março e vamos tentar cobrir todas as principais cidades da Índia,onde teremos um gosto pelo tipo de música que tocamos.A ideia era deixar o álbum chegar o mais longe possível antes de sair e tocá-lo ao vivo.

TC 15: Onde podemos ver o trabalho da banda?

Ravi 15: Estamos atualmente formulando um tour para apoiar o Insignify.Será principalmente em março e vamos tentar cobrir todas as principais cidades da Índia, onde teremos um gosto pelo tipo de música que tocamos.A ideia era deixar o álbum chegar o mais longe possível antes de sair e tocá-lo ao vivo.

TC 16: Mandem uma mensagem pros fãs,caras.A Entrevista acabou.

Vats 16: Obrigado por fazer esta entrevista,adoraríamos vir ao Brasil um dia e tocar nossa música para seus leitores; nós sabemos o que é um ótimo lugar para o rock pesado, progressivo e Heavy metal que o Brasil é,e todos os grandes festivais como o Rock in Rio.Sem mencionar as praias!
Ravi:Se você gosta do álbum,compartilhe-o com sua família e amigos que possam ter um ouvido para esse tipo de música. Deixe-nos uma mensagem,nós adoraríamos ouvir de você. Mantenha contato e nos ajude a tocar em seus locais para você viver,onde quer que esteja.


https://www.youtube.com/watch?v=fFwNBOMvTJQ

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: