Entrevista,Número 35 da Banda Austríaca Our Survival Depends On Us.


Apresentando a Trigésima Quinta Entrevista da Tempestade Conservadora.Conversamos com os austríacos da Our Survival Depends of Us.Nesta Entrevista,conversamos com o Vocalista e Guitarrista Thom Kinberger.Ele nos dá essa exclusiva entrevista a partir de agora.Antes Porém,escutem a música intitulada Gold e Silver.A Qual é o single deste novo trabalho.https://www.youtube.com/watch?v=SjRRcw-SS2o

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda,por favor?

Thom Kinberger– Our Survival Depends of Us:Derretendo o gelo nos corações dos homens”é o 5º álbum da OSDOU.Nós somos da Áustria e nossa música,combina elementos de gêneros clássicos do Metal. Com influências,sem limites,que as palavras mal conseguem descrever. No começo, nossa banda era uma peça crua e analógica de raiva e dor. Nós começamos a banda para celebrar um som feio e ferido.O Rude Sludge Core e o Black Metal retumbante e lento foram a nossa intenção. Com nosso novo álbum, tentamos fazer um álbum intemporal em som e composição.Há tanto nos anos 70 com o Brit-Folk,Classic Rock, Doom espiritual e Black Metal, Post Rock e Dark Ambient, com um forte som de metal. Nós chamamos isso de “ritual doom metal”.

Tempestade Conservadora 2: Porque a banda tem esse nome espetacular?

Thom: Desde o início,tivemos uma visão clara e o nome da banda é um lembrete constante.É também um apelo à perseverança e uma atitude.Há uma mudança do parâmetro e devemos nos lembrar das formas antigas e encontrar novas maneiras de sobreviver a essa mentalidade brutal e à brutalização da humanidade.Já é hora de assumir uma posição. Todos os músicos da OSDOU lutam em sua luta pela sobrevivência, na política,no meio ambiente e na sociedade civil.Já vimos o mundo, dos desertos da Líbia ao mar de gelo nórdico. Fizemos o nosso treinamento e educação, estamos preparados.

Tempestade Conservadora Dupla Pergunta: Porque a banda demorou quatro anos pra fazer um novo álbum?

Thom: Nos últimos quatro anos,todos nós nos dedicamos totalmente ao nascimento do novo álbum! Nós focamos todas as nossas diferentes energias e crenças e as unimos para o próximo nível mais alto.Nós não pensamos em categorias de tempo. Muito mais importante é o nosso amor por qualquer tipo de arte com uma mensagem profunda,atitude e um caráter de cura. Música, pintura, poesia, visuais, todos esses meios são capazes de nos deixar sentir,abrir nossos corações,olhos e ouvidos para o que realmente acontece todos os dias no universo. Barth, nosso baixista, tem um lugar sagrado nos Alpes, em Salzburgo /{ Áustria}.Nós também começamos um festival há anos atrás,que agora é chamado de Casa do Santo.Tudo começou com a visão de um lugar onde as cerimônias modernas poderiam ser cultivadas. Nós construímos um cromeleque na montanha para ter a função de um templo. Este é um ponto de encontro para nossas famílias, nossos amigos de todo o mundo e para diferentes tipos de pessoas. As pessoas estavam céticas para começar, mas agora tudo mudou. É difícil escrever, mas você pode ter uma ideia em nosso novo videoclipe com “Gold and Silver” do novo álbum. Tais lugares sagrados são uma influência importante para nossa música,não o tempo entre dois álbuns.

Tempestade Conservadora 5: Porque a banda gosta de temas Niilistas?

Thom:Eu não acho que gostamos de temas niilistas. Na verdade,sempre fomos seres espirituais, essa é uma parte importante de nossa existência.É por isso que ansiamos por arte e experiências metafísicas.E é também o principal conflito da nossa sociedade.Nós lidamos com todas as áreas da vida social de uma forma materialista e econômica e aceitamos como leis da natureza.No final do dia, você não pode ser um ser verdadeiramente espiritual,a menos que esteja comprometido com a derrubada do consumismo.Esta é a razão pela qual não há direção religiosa ou niilista adequada nas canções. É tudo sobre transformação e seu potencial para derreter os corações congelados dos homens.

Cabeça 2

Tempestade Conservadora 6: A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Thom: Gold and Silver.Originalmente deveria ser uma declaração curta,mas depois das primeiras improvisações foi obviamente que precisávamos de mais estrutura musical para a composição e uma ampla plataforma para o aspecto semântico das letras.As letras e a atmosfera são a razão pela qual “Gold e Silver” apresenta o primeiro videoclipe oficial do novo álbum.

Tempestade Conservadora 7: Se a resposta for Gold And Silver,falem pra gente sobre essa incrível música ?

Thom: Obrigado,também é minha música favorita no álbum.Outra parte do título é “Qual deus, qual rei, qual lei nos condena à escravidão eterna?”, É uma história sobre a avareza e o uso indevido do poder.A história mostra de maneira simples e eficaz o que esta tentação está fazendo com personagens fracos. É tudo sobre a libertação humana.

Tempestade Conservadora 8: A Banda planeja fazer shows ou turnês em 2019?

Thom: Sim, confirmamos alguns festivais e shows individuais na Europa e no outono estamos em turnê.Tocar um show ao vivo é um ritual, não importa onde ou quando jogamos! Existem milhares de bandas por aí fazendo shows para as massas que querem festejar, isso também é importante, mas definitivamente não somos uma dessas bandas! O que é importante para nós é afetar o público, para derreter o gelo em seus corações. Há um campo de energia no palco e outro na platéia; um elo é estabelecido pela forma como transmitimos nossas músicas, no movimento do ritmo. Nossos shows ao vivo são sobre quebrar a terceira parede, o que muitas bandas não conseguem fazer. Acreditamos na autenticidade e interação com o público.

Cabeça 3

Tempestade Conservadora Pergunta Dupla: Falem sobre o trabalho de Victor Santura{Banda Suíça da qual Santura faz parte}e A Banda acha que a cena do Metal Austríaco tem muitas bandas de Sludge Metal?

Thom: Sludge Metal, Post Black Metal, existem muitas boas bandas na Áustria.Como Harakiri fort he Sky or Arctic Sea Survivors,por exemplo e os trabalhos de victor são muito bons.Ele fez uma participação especial conosco pois toca com sua banda intitulada Triptykon

Tempestade Conservadora 11: A Banda acredita que o som faz sentido com alguma coisa?

Thom: As letras são muito importantes! Muitas vezes é difícil e doloroso gerar empatia e auto-reflexão. Adoramos criar essa sensação de “Cantor e compositor” quando um contador de histórias está liderando uma música e a música está subindo e descendo.

Tempestade Conservadora 12: A Banda agora sabe a diferença no som e na parte lírica entre Scouts on the Borderline Between the Physical and Spiritual World e agora em Melting The Ice In The Hearts of Men?

Thom: Ao organizar nossas composições, geralmente gostamos de intensificar as emoções da música com vários vocalistas e os diferentes humores que eles trazem. Foi assim que trabalhámos em “Scouts .”Mas “Melting,está mais focado no estilo musical.

Tempestade Conservadora 13: Porque a banda tem nomes grandes para os álbuns?

Thom: É uma boa maneira de enviar uma mensagem clara ao ouvinte, mesmo antes de ouvir uma única melodia. E é uma declaração esperar algo extraordinário.

Cabeça 4

Tempestade Conservadora 14: Falem sobre o trabalho de Alan Averil {Músico Irlandês que tem como banda principal de sua carreira.A Espetacular Primordial}

Thom: Nós tivemos a idéia de uma mistura estranha e épica entre Bathory e Steven Wilson. Somos amigos de colaborações com outros artistas e quando estávamos falando sobre possíveis vocais convidados, ficou claro que “Galahad” seria a música perfeita para Alan Averil. Ele é um dos vocalistas mais heróicos dos nossos dias. Quem é mais adequado que a voz do PRIMORDIAL. Além do trabalho é nada menos que incrível.Nós nos organizamos para conhecê-lo depois que PRIMORDIAL tocou em Viena alguns meses atrás e conseguiu colocar a sessão de gravação em algum lugar por volta das 2 da manhã.No exato momento da gravação, Alan mergulhou no clima e forjou uma atmosfera de completa empatia e ferocidade diante de todos nós junto com sua comitiva, usando apenas sua voz. O homem fundiu-se totalmente na música com pura paixão e amor.

Tempestade Conservadora 15: A Banda conhece alguma coisa de metal brasileiro?

Thom: Eu era um grande fã de Sarcófago, eu possuí o álbum “Inri” em fita e ainda é um assassino! Nós tocamos algumas vezes com o Sepultura, mas eu preferia os discos antigos como “Bestial Devestation”, “Schizophrenia” e “Beneath the Remains”.

Tempestade Conservadora 16: Qual a porcentagem de contribuição de Michael Zach no álbum de vocês?

Thom: Ele é um grande produtor e um bom amigo. Ele também está em Segredos da Lua e nós estávamos juntos na nossa última turnê pela Europa. Victor Santura (TRIPTYKON) e Michael Zech levantaram uma parede maciça de som. “Derretendo o gelo nos corações dos homens” é agora lançado pela Vàn Records.

Tempestade Conservadora 17: O que as bandas austríacas pensam sobre a OSDOU?

Thom:Não faço a menor ideia.

Tempestade Conservadora 18: Porque a banda fez o seu trabalho nas Montanhas de Salzburgo?

Thom: A OSDOU tem uma pequena propriedade nas montanhas, o Neudegg Alm, onde nos reunimos para celebrar nossos rituais.É um lugar de paz e inspiração, onde encontramos tantas pessoas fantásticas de todo o mundo, onde a conexão realmente funciona. Você pode ter uma breve visão, assistindo ao nosso vídeo “Gold and Silver”.

Tempestade Conservadora 19: Mandem uma mensagem,caras.A Entrevista acabou.

Thom: Obrigado pelo seu apoio! Que seus instintos de sobrevivência estejam com você!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: