Entrevista 54 Com os Belgas da Moss Uppon The Skull


Capa do Álbum
Os Caras
Música!

A Quinquagésima Quarta Entrevista da Tempestade Conservadora foi feita com os Belgas da Moss Upon The Skul.Esta banda lança seu primeiro trabalho completo intitulado como In Vengeful Reverence.Mas,apesar disso,eles já lançaram em 2016 um EP intitulado como The Scourge Of Ages.Porém o assunto é este Primeiro Trabalho completo realizado no ano passado.A Banda nos dá essa entrevista exclusiva a partir de agora:
Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra gente
Moss Upon The Skul: Somos da região de Bruxelas,na Bélgica.A banda começou no início de 2010 com a intenção de escrever Death metal com a produção natural que as primeiras bandas de metal tinham nos anos 70.Nós lançamos um Split em 2014 chamado ‘Imperial Summoning’,então em 2016 um EP intitulado ‘The Scourge of Ages’ que feito na Dawnbreed Records (Gravadora Holandesa), e agora nosso primeiro álbum de estréia está no ar, através da I, Voidhanger Records (Gravadora Italiana) e é chamado de “In Vengeful Reverence”.Ele contém músicas que foram escritas há muitos anos,bem como músicas muito novas,mas que dão uma indicação de como soaremos no futuro.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em In Vengeful Records?
Moss Upon The Skull: Nós geralmente começamos a partir de riffs de guitarra que se encaixam,e então procuramos os melhores padrões de bateria para acentuar a guitarra.A música é construída a partir daí.Nós sempre tentamos construir em partes anteriores para construir peças orgânicas de música que se assemelham a natureza imprevisível do mundo em que vivemos.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque da escolha?
Moss Upon The Skul: Nós tivemos 2 singles.A última faixa do álbum que se chama “Unseen, Yet Allseeing”e a faixa de abertura que se chama “Reverse Celebration”.Porque acreditamos que são boas representações de todo o álbum. Ambas as músicas contêm os aspectos caóticos,feios e também melódicos da nossa música.
Tempestade Conservadora 4:Como foi a recepção deste álbum?
Moss Upon The Skul:Muito boa,parece que recebemos críticas positivas e estamos satisfeitos em ver que nossos esforços são apreciados internacionalmente.
Tempestade Conservadora 5:No começo da banda,quais bandas influenciaram vocês?
Moss Upon The Skull:Todos nós temos um gosto muito amplo, mas nossas principais influências vêm do Death Metal dos anos 90 e do black metal. Absu{Banda Americana}, Immolation,{Banda Americana},Ved Buens Ende{Banda Norueguesa},Demilich{Banda Finlandesa},também bandas novas como Stargazer{Banda Australiana},Deathspell Omega,{Banda Francesa} e Necros Christos{Banda Alemã}são definitivamente influências. Tempestade Conservadora 6:A Banda acredita que a insolubilidade e temas espirituais combinam numa banda de Death Metal?
Moss Upon The Skul:Não temos certeza se entendemos a pergunta,mas nossas letras estão focadas em uma abordagem espiritual dos fenômenos encontrados na vida cotidiana e, claro, também na natureza.Tentamos expressar a beleza e a crueldade da natureza através da nossa música. Liricamente,isso nos leva frequentemente a interpretações metafóricas ou filosóficas da realidade que nos cerca.Nós também nos vemos como não sendo puramente uma banda de Death metal,mas como um acúmulo de todos os estilos de metal que amamos e absorvemos ao longo dos anos.Cabe ao ouvinte atento descobrir todos eles.
Tempestade Conservadora 7:A Banda tem shows ou turnês a serem feitas em 2019?
Moss Upon The Skull:Infelizmente, ainda estamos procurando um baixista e um segundo guitarrista,então não tocamos ao vivo no momento.Esperamos um dia,começar a tocar ao vivo novamente,mas até encontrarmos pelo menos um baixista, ficaremos sob a superfície para trabalhar em um material novo.
Tempestade Conservadora 8:Falem pra gente sobre o Single //Imperial Summoning//?
Moss Upon The Skull: Foi a nossa primeira gravação e contém duas músicas.Trata-se de olhar para dentro de si mesmo e convocar o seu eu imperial para superar as limitações naturais da existência.Nós amamos o formato de vinil, então parecia uma escolha lógica começar liberando um Split.
Tempestade Conservadora 9:A Banda tem algum sonho?
Moss Upon The Skull: Nossos sonhos são muito febris e psicodélicos para mencionar aqui.
Tempestade Conservadora 10:A Banda consegue apontar alguma diferença no som e na parte lírica entre O EP The Scourge Of Ages e agora este álbum que se chama In Vengeful Reverence?
Moss Upon The Skull:Não,não mesmo.Todos os nossos lançamentos são muito consistentes porque misturamos material antigo e novo em cada lançamento.Nós admiramos bandas que podem evoluir dentro de seu conceito original, sem deixar de ser a banda que eles eram quando começaram.
Tempestade Conservadora 11:A Banda acredita que este álbum é uma homenagem a Tristan?{Nota da TC:O Tristan a que nos referimos se chama Tristan Van Dorsselaer,integrante da banda morto aos 34 anos em 2015}
Moss Upon The Skull:Cada lançamento que fazemos é uma homenagem ao seu legado.É impossível fazer justiça às suas excepcionais habilidades como compositor e guitarrista,mas vamos tentar,mesmo assim,em sua homenagem.

Cabeça 3

Tempestade Conservadora 12:O que a banda quer dizer com Organismo Dissidente?
Moss Upon The Skull:A Parte Orgânica é por causa do som natural e das estruturas sonoras muitas vezes emaranhadas. A Parte Dissidente,é porque conscientemente ficamos longe do típico som do Death Metal com seus refrões singulares e mentalidade de status quo.
Tempestade Conservadora 13:Como a banda chegou na Gravadora I,Voidhanger Records?
Moss Upon The Skull:A Gravadora tem um excelente histórico de lançamentos excepcionais! Luciano Gaglio{Dono da Gravadora} tem um ótimo ouvido para bandas que saem dos caminhos bem trilhados do metal extremo.Alguns dos lançamentos que nos chamaram a atenção são de bandas como Midnight Odyssey, Howls of Ebb, Spectral Lore e Tongues,só para citar alguns.As bandas que eles se referem vem na ordem da Austrália que é o caso da Midnight Odyssey,Americana que é o caso da Howls Of Ebb,Grega que é o caso da Spectral Love e Dinamarquesa que é o caso da Tongues.
Tempestade Conservadora 14:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Moss Upon The Skull:Nós somos grandes fãs do Sepultura e é inegável que eles tiveram uma grande influência no estilo metal, assim como o Sarcofago. Nós também somos fãs do Holocausto, Vulcano e Mystifier.
Tempestade Conservadora 15:Como foi pra banda ficar na lista dos melhores álbuns de 2018?
Moss Upon The Skull:2018 foi um bom ano para o metal, alguns dos nossos favoritos incluem os lançamentos da Mournful Congregation{Banda Australiana}, Spite{Banda Americana de Punk Rock} Varathron{Banda Grega}, Abigor{Banda Austríaca}, Necros Christos{Banda Alemã}, Rites of thy Degringolade{Banda Canadense}, Malthusian{Banda Irlandesa}. É uma tarefa muito difícil acompanhar todos os bons álbuns lançados.
Tempestade Conservadora 16:Falem sobre a cena do Metal na Bélgica?
Moss Upon The Skull:Há muitas bandas legais na cena,como Moenen of Xezbeth, Schizophrenia, Bütcher, Head of the Baptist, Carnation, Fractured Insanity e nós mal podemos esperar a oportunidade para dividir o palco com eles!
Tempestade Conservadora 17:Porque eu sinto um algo truncado no som da banda?
Moss Upon The Skull: Nós gostamos de música imprevisível, e sentimos que não há o suficiente.Nosso baterista,que faz parte da música progressiva dos anos 70,é provavelmente também uma das razões pelas quais a nossa música não soa como um metal simples e direto.
Tempestade Conservadora 18:Mandem uma mensagem pros fãs,caras.A Entrevista Acabou.
Moss Upon The Skull:Fiquem de olho na versão de vinil e fita do álbum!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: