Entrevista 57 com a Banda Finlandesa Rifftera


A Quinquagésima Sétima Entrevista Da Tempestade Conservadora Foi Feita com a Banda Finlandesa Rifftera.Eles Lançam pra gente seu Segundo Trabalho Completo intitulado como Across The Acheron.Para falar disso e outros detalhes,convocamos O Vocalista e Guitarrista Janne Hietala pra esta Entrevista.
Tempestade Conservadora 1:Apresentem a Banda Pra gente,Por Favor? 
Janne Hietala–Rifftera:Oi,eu sou Janne Hietala. Eu toco guitarra e grito meus pulmões em Rifftera. Eu formei a banda em 2010 e desde então eu me juntei a Jupe Karhu (baixista),Antti Pöntinen (teclados), Mikko Kuoppamaa (guitarra e vocais limpos) e Ville Härkönen (bateria). Lançamos nosso primeiro álbum, Pitch Black em 2015 e agora nosso segundo álbum, Across the Acheron. Em janeiro. Nós somos uma banda finlandesa e eu normalmente descrevemos nossa música como uma mistura de Death metal melódico e Thrash metal.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em Across The Acheron?
Janne–Rifftera:Eu sou o principal compositor da banda e isso é ainda mais claro com este álbum do que com a nossa estreia. Há algumas melodias e riffs de Antti e Mikko em algumas músicas e o resto é feito por mim. Alguns riffs e algumas ideias datam de anos e anos. Afinal,tenho guardado minhas composições desde o começo dos anos 2000. Portanto, há muitas coisas para escolher e, claro, a maioria das ideias foram colocadas juntas desde o Pitch Black.A maior diferença para a composição do Pitch Black é provavelmente o fato de que desta vez eu pensei muito mais nos vocais limpos e suas melodias enquanto escrevia o material. Então não são apenas riffs esmagadores juntos um após o outro,embora a quantidade desses riffs esmagadores ainda seja enorme. Além disso, nossas formas mais pesadas e suaves de expressão se distanciaram claramente umas das outras.
Tempestade Conservadora 3:Porque a banda decidiu fazer dois singles para este álbum?Acho que as canções ficaram maravilhosas,caras.
Janne–Rifftera:Eye of the Storm pareceu uma escolha lógica para o primeiro single,já que meio que representa o som médio do álbum. Ele contém alguns riffs muito pesados e, em seguida, novamente algumas partes lindamente melódicas. Então, se você gosta dessa música, provavelmente encontrará outras músicas agradáveis do álbum.Então, novamente Cutthroat Game é como uma ótima música única. Na nossa escala,não é tão pesada e tem um refrão realmente cativante.Então, deve funcionar para um público maior do que algo mais pesado e o refrão deve ficar preso na cabeça das pessoas. Mas como ele representa o lado mais suave da banda,eu não queria lançá-lo como primeiro single porque as pessoas poderiam ter uma impressão errada do que o álbum é realmente.
Tempestade Conservadora 4:Como foi a recepção deste álbum?
Janne–Rifftera:A recepção tem sido principalmente positiva, mas para ser honesto;poderia ter sido melhor. É claro que nem todo mundo gosta da diversidade de nossas músicas e nossas músicas são provavelmente um grande problema também.Um crítico disse que Across the Acheron é um dos álbuns mais irritantes que ele já ouviu, porque os nossos lados pesado e macio funcionariam separadamente, mas juntos eles não estão funcionando. Aparentemente não somos música para todos.Ouvimos dizer que esse álbum leva algum tempo para ser aberto e no mundo em que todo mundo tem um fluxo ilimitado de músicas, não é uma tarefa fácil levar as pessoas a ouvir um álbum que o desafia um pouco. Especialmente quando o álbum é de uma banda desconhecida como nós. Mas, felizmente, há um monte de pessoas que ouviram nossa música e se apaixonaram por ela!

Cabeça 2
Tempestade Conservadora 5:A Banda tem algum Show ou Turnê a ser feita em 2019?
Janne-Rifftera:Nós realmente,não temos recursos para nenhuma turnê atual no momento.Mas alguns shows estarão chegando.
Tempestade Conservadora 6:No começo da banda,quem influenciou vocês?
Janne-Rifftera:O básico das minhas influências musicais são o Thrash metal americano,como Metallica, Megadeth & Exodus e o Death metal melódico como Soilwork,In Flames e Scar Symmetry.Então,esses são os blocos básicos para a nossa música.Mas novamente,eu gosto de misturar tudo que eu gosto juntos.Algumas influências podem ser claras e outras não,mas eu me inspirei,por exemplo,no Queensrÿche,Dimmu Borgir, Dream Theater, Strapping Young Lad e trilhas sonoras,algo que criamos e algo que você pode ouvir em nossos álbuns.
Tempestade Conservadora 7:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não?Justifiquem
Janne–Rifftera:Esta é uma boa pergunta.Já que liricamente o álbum é na verdade um álbum conceitual. Sete primeiras canções lidam com diferentes problemas que eu vejo no mundo de hoje,pessoalmente e socialmente e a música-título então traz a história juntos no final.
Tempestade Conservadora 8:Qual é o tema que a banda escolheu para Across The Acheron?
Janne-Rifftera:Como na resposta da pergunta anterior,o tema é o estado do mundo e os problemas com isso sob 
o meu ponto de vista.Eu não sei o que quero dizer com cada música,mas acho que algumas delas são bem óbvias.De qualquer forma,é mais interessante ouvir o que as outras pessoas acham que as letras significam, pois elas podem interpretá-las de uma maneira completamente diferente.
Tempestade Conservadora 9:A Banda sabe agora a diferença na parte lírica e no som entre Pitch Black e Across The Acheron?
Janne-Rifftera:Eu gostaria de pensar que a diferença é que o novo é melhor! Bem, pelo menos o som é melhor em termos de produção. Entre os dois álbuns, alguns equipamentos novos foram comprados e eu também aprendi um novo truque ou dois no meu papel de produtor e engenharia de som.O resultado pode ser ouvido claramente.A maior diferença liricamente é que o novo álbum tem um tema de ligação do começo ao fim e Pitch Black tinha músicas dizendo sobre isso e aquilo.Quando se trata da qualidade do meu trabalho como letrista,acho que evolui entre os álbuns,embora,em comparação com uma banda média,eu não ache que o primeiro também foi ruim.

Cabeça 3
Tempestade Conservadora 10:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Janne-Rifftera:Eu possuo apenas os álbuns dos mais famosos.Sepultura.Especialmente Chaos A.D e Roots contém algumas músicas muito legais.Ratamahatta foi lançado quando eu tinha 11 anos e o vídeo definitivamente chamou minha atenção quando foi tocado em programas de música.Eu também conheço Krisiun pelo nome e os tenho ouvido algumas vezes, mas eu não posso dizer que eu conheceria a música deles.
Tempestade Conservadora 11:Como a banda conseguiu o contrato com a Inverse Records?
Janne-Rifftera:Não nos inscrevemos para a Inverse Records em uma gravadora tradicional, mas usamos os serviços de agência de lançamento,distribuição e marketing.Então,somos nós que estamos pagando a conta e usamos os serviços da Inverse para que não tenhamos que fazer tudo sozinhos.
Tempestade Conservadora 12:Rifftera pra mim parece ser uma junção de nomes.Estou certo ou não?
Janne-Rifftera: Bem, o nome é o resultado de uma linha de pensamento mais ou menos lógica. Na verdade, ele evoluiu de Drifter, que se tornou Riffter e depois Rifftera desde que este “a” no final,faz parecer mais “robusto.Então,a ideia original não era “riff” + “tera” ou a interpretação mais comum era pantera” + “riff”.Isso,só tem que ser estranho e porque eu queria que a banda tivesse um nome único, ele ficou preso.Definitivamente não é o melhor nome ao redor, mas não tem nada melhor para usar. Pelo menos irrita tantas pessoas que elas se lembrarão do nosso nome. Embora,elas provavelmente condenem nossa música antes mesmo de ouvir uma nota dela.
Tempestade Conservadora 13:A Banda tem algum sonho?
Janne-Rifftera:Nosso sonho é basicamente crescer e continuar criando e os melhores álbuns.A banda foi formada com o objetivo de lançar um álbum e agora temos dois deles. Nós não terminamos ainda.Somos uma banda pequena com um limite financeiro e de tempo, mas isso definitivamente não nos impede de sonhar alto.
Tempestade Conservadora 14:Porque a banda sente que Across The Acheron é mais brutal que Pitch Black?
Janne–Rifftera:O Pitch Black definitivamente não é um álbum como Across The Acheron,mas algumas partes do Across the Acheron têm um toque mais extremo do que o que foi ouvido no Pitch Black. Burning Paradise e Cry Wolf são os melhores exemplos.Claro,há também o lado melódico de Burning Paradise,mas especialmente os versos são mais brutais do que qualquer coisa no Pitch Black.
Tempestade Conservadora 15:Eu gostei muito do trabalho de arte na capa do CD.Qual Foi a ideia por trás disso?
Janne-Rifftera:A obra é planejada e criada por Petri Lampela. Ele também criou a arte para os nossos singles e Pitch Black. Normalmente, eu acabei de lhe dar uma letra, talvez ele tenha dito algo sobre o que eu quero dizer com isso, e então ele criou algo que vem à mente dele baseado nessas informações.Com Across the Acheron, eu também dei a ele a letra da música-título e ele então fez uma visualização.Então, basicamente, a pergunta sobre a idéia por trás da imagem deveria ser feita a Petri, mas pelo menos posso dizer que ela representa um navio que navega através do Arqueronte,o rio da desgraça na mitologia grega,onde os mortos viajam para o submundo.
Tempestade Conservadora 16:Mandem uma mensagem pros fãs,rapazes.A Entrevista Acabou.
Janne-Rifftera:Obrigado pela entrevista! Verifique nossa música no Spotify,YouTube ou onde você quiser.Que você a encontre.Se você gosta de riffs pesados e não tem medo de melodias fortes, podemos ser o seu melhor!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: