A Entrevista 150 Com os Australianos Da Stone Sovereign


A Tempestade Conservadora chega a sua entrevista 150 com a Banda Australiana de Death Metal Melódico e Folk Metal Stone Sovereign e eles lançam seu primeiro álbum intitulado como Tales Of Myth& Madness.A Banda é formada por:Jordan Giblett como Vocalista,Greg Perry e George Olsen como Guitarristas,Clint Grevink como Baixista e Matthew Van Schyndel como Baterista.Greg Parry foi o escalado pela banda a nos fazer essa entrevista que começa agora!

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra gente?
Greg Perry-Stone Sovereign:Nós somos a Stone Sovereign. Uma banda de Folk e Fantasia de cinco peças de New South Wales, Austrália. Greg Perry na guitarra, George Olsen na outra Guitarra, Jordan Giblett nos vocais, Matthew Van Schyndel na bateria e Clint Grevink no baixo.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobe o trabalho de composição em Tales Of Myth & Madness?
Greg:Eu realmente vim com a história central do álbum, que é baseado em um mundo de fantasia que inventei chamado Nyroda. Todas as canções contam histórias das pessoas dessas terras,seus deuses, seus triunfos,seus heróis e seus fracassos.Musicalmente, nós tomamos influência do Death metal melódico europeu e Folk metal, apesar de termos sido comparados ao Skeletonwitch também algumas vezes.O som é dinâmico e as músicas variam de thrash sounding a melodic a Death metal em todo o álbum.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?
Greg:Across the Boiling Sea é o único que escolhemos para fazer um pequeno vídeo e colocar como um single antes do álbum.Escolhemos essa música por causa de suas imagens – que achamos que se traduziria bem em imagens. Navios e monstros e luta de espadas.Só tinha algumas cenas legais e algumas melodias cativantes.
Tempestade Conservadora 4:É verdade que além do Folk Metal,a banda trabalha com o Death Metal Melódico?Se sim,como a banda trabalha isso?
Greg:Definitivamente! Nós puxamos influências para nossos riffs, em particular, de bandas como Amon Amarth e Ensiferum, Alestorm e Skeletonwitch.Todos os nossos membros têm influências pessoais variadas e gêneros favoritos também e nós temos uma boa mistura de amantes de djent com os fãs de hard rock e blues dos anos 70, fãs de black metal e fãs de Death Metal melódico em nossa banda.

Tempestade Conservadora 5:Porque a banda mudou de nome?{Nota da TC:Até 2015,a banda se chamava Tomes of Ruin} 
Greg:Nós costumávamos ser a banda Tomes of Ruin, quando nós tínhamos outro cara fazendo os vocais e a segunda guitarra. Ele era a principal força criativa da banda naquela época, e o material era muito mais pesado e orientado para o black metal. Ele acabou saindo porque odiava tocar em shows, o que é uma loucura. Nós acabamos recrutando Jordan de uma banda local de Death metal chamada Infested Entrails e George era meu amigo de longa data que acabou de terminar com a banda Deprivation. O som mudou com novas influências e um novo escritor principal, e então achamos que era apropriado para Tomes of Ruin morrer e Stone Sovereign continuar.
Tempestade Conservadora 6:Qual seria o tema lírico pro álbum?
Greg:Todas as músicas estão falando sobre o povo de Nyroda que é nosso mundo de fantasia.Metade das trilhas explora a ascensão do povo Aagenino de invasores do mar a um grande reino feudal através de suas batalhas contra o Império Arquita e o Reino de Einaron.Isso é um monte de palavras de maquiagem,eu sei!
Tempestade Conservadora 7:A Banda tem shows ou turnês a serem feitas em 2019?
Greg:Sim, temos o Tour of Myth & Madness para promover o novo álbum.Nós estaremos fazendo dez shows sendo que oito deles em um período de duas semanas que cobrem os estados orientais de Nova Gales do Sul, Território da Capital Australiana e Victoria.
Tempestade Conservadora 8:A Banda acredita que este álbum é conceitual?
Greg:O álbum é definitivamente conceitual do jeito que são todas as histórias do nosso mundo e do nosso pessoal.
Tempestade Conservadora 9:Como está sendo a recepção para o álbum?
Greg:Até agora, tem sido ótimo! Nós tivemos um monte de feedback positivo da comunidade metal. E aparentemente nossa música está alcançando muito mais longe do que o leste da Austrália, o que é muito bom.
Tempestade Conservadora 10:Falem sobre a Cena do Metal na Austrália?
Greg:Porque a Austrália é tão grande, a distância força a cena em bolsões de diferentes sabores.Você acaba com as cenas de Sydney que são tocadas o Death e Thrash Metal, as cenas de metal Brisbane são o Folk e o metal sinfônico e etc. Geralmente,Thrash e Death metal são provavelmente as maiores cenas em este país.A cena de Folk e fantasia é pequena, mas cresce a cada dia.

Tempestade Conservadora 11:A banda sentiu alguma diferença no som e na parte lírica entre O EP Stone Sovereign e o Full Length Tales Of Myth & Madness?
Greg:Desde quando eramos Tomes of Ruin?Sim,nós mudamos muito de como começamos.Mais variedade de influências,estilos de músicas diferentes de nossos membros, e simplesmente tempo e experiência moldaram nosso som atual com certeza.
Tempestade Conservadora 12:Qual seria a ideia da capa do álbum?
Greg:Então,imaginamos que os contos que o título do álbum estava mencionando poderiam ser considerados como as lendas e histórias históricas do povo Aagen.E então queríamos que um livro fosse o foco do conceito de arte,e então Andrej da All Things Rotten correu com essa ideia e adicionou todos os pequenos detalhes que fazem funcionar tão bem.
Tempestade Conservadora 13:Geralmente,as bandas começam com Demos.Mas a banda começou com um EP.É correto dizer que a banda teve uma sinergia mais rápida que o esperado?
Greg:Nos primeiros quatro anos ou mais,como Tomes of Ruin, o foco estava na música gravada e na escrita, em vez de tocar ao vivo devido à antipatia do nosso integrante em viajar e se apresentar. Então,colocar os EPs não foi tão difícil. Nosso baixista teve alguma experiência de gravação também, o que ajudou. Quando mudamos para Stone Sovereign, o foco mudou para sair e tocar ao vivo o máximo que pudéssemos para construir essa base de fãs. Mas alcançamos mais como uma banda nos últimos três anos do que nos quatro anos anteriores.
Tempestade Conservadora 14:A banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Greg:Na verdade sabemos muito pouco sobre o metal do Brasil. Nós adoraríamos sugestões de algumas bandas para ouvir .Especialmente com temas de fantasia.
Tempestade Conservadora 15:Existe alguma banda no seu país que vocês podem dizer que não tem nada a ver com a proposta de vocês?
Greg:Não tenho certeza do que você quer dizer com essa pergunta. Mas se você está pedindo uma banda que é completamente diferente de nós na Austrália – a maioria deles.Bandas com as quais compartilhamos uma cena, mas com sons e estilos bem distintos, incluem Saralisse, Beast Impalor e Evocatus.
Tempestade Conservadora 16:A banda tem algum sonho?
Greg:Gostaríamos muito de tocar no festival Wacken na Alemanha um dia, acho que tem que ser parte dos sonhos da maioria das bandas de metal. Também adoraria poder fazer uma turnê no exterior. Há um monte de lugares incríveis que gostaríamos de ver.
Tempestade Conservadora 17:Qual a expectativa da banda com o Winter Metal Fest?
Greg:O Winter Metal Fest deve ser um ótimo show. É um dos muitos em nossa turnê, em Wollongong, Nova Gales do Sul. Muitas bandas incríveis e sempre temos multidões fantásticas lá.
Tempestade Conservadora 18:Mandem uma mensagem aos fãs,rapazes.A Entrevista acabou.
Greg:Obrigado pelo seu apoio. Confira o álbum e siga-nos no Facebook e no YouTube para se manter atualizado e obrigado pela entrevista!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: