Entrevista 154 Com a Banda Argelina Jugulator


A Tempestade Conservadora chega a sua entrevista 154 com a Banda da Argélia Jugulator e eles lançam seu primeiro álbum intitulado como Ad Exitium e a banda tem essa formação:Ramzy Abbas como Vocalista e Guitarrista,Abdelwahab Merzouk como segundo guitarrista,Ziri Abes como baixista e Abderezak Yahimi como baterista. O Vocalista Ramzy Abbas foi o escolhido pela banda para responder as nossas perguntas,vamos a entrevista agora!

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Ramzy Abbas-Jugulator:Jugulator é uma banda de thrash e speed metal da Argélia, formada em 2014 por mim ‘Ramzy’ Curse ‘Abbas nos vocais e guitarra, Abderezak Yahimi na bateria, Abdelwahab Merzouk na guitarra e Aidi Nour el Islem no baixo que foi substituído em 2016 por Ziri Abes Depois de uma série de concertos em Argel, lançamos nosso primeiro álbum chamado “Ad Exitium” em 31 de maio de 2019.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em Ad Exitium?
Ramzy:O Ad Exitium representa um trabalho que se espalhou por dez anos.Depois de deixar o Curse Of Pharaoh, continuei compondo em casa para um dia poder reformar uma banda no meu estilo musical favorito e tocar essas faixas.Levou seis anos para reunir com êxito a linha necessária, séria, competente e motivada para tornar esse projeto uma realidade.Em geral,eu trabalho primeiro com o baterista para ver se as partes da bateria que eu imagino soam como eu quero na realidade, então eu volto para os outros dois músicos para ensinar os riffs, as transições,os textos e os arranjos harmônicos e fim.
Tempestade Conservadora 3:A banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?
Ramzy:Nós escolhemos o single “Hell Geria” para lançar o álbum porque essa faixa é muito representativa do Jugulator, é um título bastante poderoso e safado, mas tão groove ao mesmo tempo com uma taxa suficiente de melodias. Claro que o texto fala para os argelinos,porque fala-se de um período muito importante e inesquecível que vivemos nos anos 90, então que melhor maneira de enviar essa mensagem emocional e carregada com uma faixa como essa!
Tempestade Conservadora 4:Qual o tema lírico deste álbum?
Ramzy:O álbum fala sobre alguns acontecimentos históricos que aconteceram nos últimos anos,vivemos alguns,outros foram contados por quem os vivia.Arabic Nightmare,por exemplo,fala sobre a Primavera Árabe,um cemitério de memórias e Hell Geria fala sobre a Argélia dos anos 90,a década negra,Falando errado sobre propaganda e manipulação de massas e o resto sobre a exploração da riqueza,as empresas,as finanças internacionais,as guerras,o petróleo,o poder aquisitivo,um país rico tendo mais e mais pessoas pobres,os sinais que dizem que se a humanidade não prestar atenção,Nosso futuro será cada vez mais complicado e que estamos indo direto para o desastre.

Tempestade Conservadora 5:A banda tem shows ou turnês a serem feitas em 2019?
Ramzy:Nós temos alguns shows na Argélia, especialmente em Argel, nós tentamos tocar em outras cidades, mas é complicado tocar Metal aqui,esperamos fazer uma turnê européia no ano que vem.
Tempestade Conservadora 6:No começo da banda,quem influenciou vocês?
Ramzy:Nossa principal influência é o Thrash Metal americano e alemão dos anos 80. Pessoalmente eu sou um grande fã de Testament, Annihilator,Metallica e os americanos foram uma ótima escola de riffs para mim.Pantera, Overkill, Sepultura, Sodoma, Kreator. Além dessas influências que temos em comum, há algumas preferências individuais e específicas para cada um de nós, também atraímos Death Metal, Heavy Metal e um pouco no Black Metal quando se trata de escurecer e assaltar os ouvidos. Stoner, Modern Metal, Hard Rock e tudo misturado com um toque argelino especialmente nas melodias e temos o Jugulator.
Tempestade Conservadora 7:A banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou não e porque?
Ramzy:Podemos dizer que é conceitual porque faz parte de uma trilogia, Ad Exitium é o primeiro episódio de uma trilogia, que começa por narrar fatos reais e termina com uma ficção distópica. Os álbuns seguintes darão um vislumbre disso. terra futura e devastada pela ganância humana e o que mais.
Tempestade Conservadora 8:Qual a recepção para este álbum?
Ramzy:Por enquanto, só tivemos reações positivas.Tanto pela música quanto pela produção.Estamos muito orgulhosos dos resultados e, especialmente,felizes por nossos fãs nos apoiarem,agradecemos muito a eles.
Tempestade Conservadora 9:Falem sobre a Cena do Metal na Argélia?
Ramzy:A cena metal argelina existe desde mais de 25 anos, as primeiras bandas estavam se apresentando durante os massacres dos anos 90 e não há mais metal do que isso! Havia muitas bandas, muitos shows.Mas nos últimos anos,é chama é azul e fria, as bandas antigas quase pararam, seja porque terminaram seus estudos e começaram uma vida profissional, seja porque eles se casaram ou porque eles se mudaram para o exterior, a geração atual é muito menos ativa, só Argel tenta ser ativa com pouquíssimas bandas,mas é muito complicado em outras cidades,é muito complicado ter local para tocar, o que causa as pessoas desistem e se tornam desmotivadas. No entanto, existem algumas bandas que resistem e continuam a luta, esperamos ter mais pessoas envolvidas, músicos ou o público e precisamos deles para existir.
Tempestade Conservadora 10:Qual seria o tema da capa do álbum?
Ramzy:A obra mostra pessoas em uma floresta indo para um buraco negro e sendo sugadas, que interpreta o tema do nosso álbum que diz que a humanidade está indo ao caos sem perceber e precisamos agir de forma vigilante para evitar o desastre. Porque depois disso será tarde demais.

Tempestade Conservadora 11:A banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Ramzy:Claro, nós gostamos de sepultura, sarcofago e Angra, RIP André Matos, ficamos tristes quando ouvimos a notícia de sua morte. Uma das maiores vozes de metal faleceu. Eu até conheci uma Thrash Metal Band brasileira na Espanha, eles estavam em turnê, jantamos e passamos a noite na mesma casa, o nome deles é Jackdevil.Eu gosto de metal brasileiro porque você pode sentir que é muito culturalmente orientado, tem sua personalidade!
Tempestade Conservadora 12:Porque a banda trocou de nome?
Ramzy:Não é realmente uma mudança de nome do projeto, é completamente outra banda, Curse of Pharaoh foi uma banda que eu fundei em 2005 com um amigo e paramos em 2008 porque ele foi morar na França,os outros membros do grupo não estavam mais Interessados em tocar música, eles não vieram para os ensaios, eles não ligaram um para o outro para tocar, eles não se importaram. Então,eu decidi deixar a banda porque nós não temos os mesmos objetivos,eu prometi a mim mesmo continuar meu sonho e projeto com eles ou sem eles.Então,eu não parei de compor e comecei a procurar músicos para continuar o que eu havia começado.
Tempestade Conservadora 13:Existem alguma banda no seu estilo de música que vocês podem dizer que não tem nada a ver com a proposta de vocês?
Ramzy:Com certeza, outras bandas não necessariamente concordam com o que fazemos e daí? Nós sempre fizemos o que achamos que estava certo e sempre faremos,o mais importante para nós é criar música que nos mova e falar sobre o que queremos haverá aqueles que irão concordar, outros não e é isso que fará a diversidade.
Tempestade Conservadora 14:A banda tem algum sonho?
Ramzy:Sim, muitos sonhos e objetivos,especialmente lançar muitos álbuns e sempre ter os recursos e a inspiração que precisamos para fazer isso,tentar ser melhor a cada vez, convencer e dar um bom tempo e diversão para o nosso público,para que vá em muitas turnês mundiais e existam o maior tempo possível até que nossos corpos não nos permitam mais tocar música.
Tempestade Conservadora 15:O que a banda pretende mudar para o próximo trabalho?
Ramzy:Manteremos o mesmo espírito e a mesma identidade o próximo álbum já está composto e pronto,só precisa ser gravado,talvez mudemos o som e a obra de arte,é claro.Mas nada mais para o momento.
Tempestade Conservadora 16:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou.
Ramzy:Quero agradecer-lhes pelo apoio,o que nos deixa mais orgulhosos é vê-los reagir aos nossos riffs,vê-los sentirem prazer quando vêm nos ver ao vivo,esperamos que este álbum os agrade e mantenham-se prontos porque o próximo álbum,vai quebrar seus pescoços!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: