Entrevista 180 com a Banda Norte-Americana Varicella


A Tempestade Conservadora chega a sua entrevista 180 com a Banda American Varicella e eles nos apresentam seu primeiro álbum intitulado como Dead Is Better.A Banda tem esses componentes:Chris Bollinger como Vocalista e programador da Bateria,Chris Pasquarelli como Guitarrista e Baixista,Tim Chandler como Baixista e Otto Kinzel como Guitarrista e Baixista.Bollinger foi o escolhido da banda pra responder nossas perguntas e que serão respondidas a partir de agora!

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra gente?
Chris Bollinger-Varicella:Este é Chris Bollinger da banda Varicella. Somos uma banda de metal industrial de Nova Jersey e Pensilvânia Eu sou o criador e líder criativo da Varicella. Eu também lidei com os vocais, letras, samples, sintetizadores e programação de bateria. Chris Pasquarelli tocou todas as partes de guitarra e baixo do álbum, exceto pelas faixas # 1, 4 e 5. Os baixos nessas faixas foram executados por Tim Chandler. Tim também conduziu os sintetizadores nas faixas # 2 e 8 e Otto Kinzel tocou guitarra e baixo na faixa # 10.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em Dead Is Better?
Chris Bollinger:A composição de “Dead is Better” era estranha. Levou seis anos para completar a gravação e foi gravado em três lugares diferentes.No entanto, a composição da música foi bastante fácil. Normalmente, eu começaria com um padrão de bateria ou arranjo básico de músicas e então Chris Pasquarelli tocaria uma guitarra incrível por cima disso.Nada, muito especial para dizer sobre isso, além dele e eu trabalhei muito bem juntos e ele é um grande guitarrista que se encaixou perfeitamente com a visão que eu tinha para esse álbum.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?
Chris Bollinger:Nove de dez entre nós escolhemos a música “Obsessed with Flesh (fuck slave) como um single porque a música inteira é projetada para ser um hit de rádio. No entanto, eu torci e fiz um tipo de música que é claro que nunca seria transmitida no rádio por causa das letras. Se isso acontecesse, eles teriam que editar fortemente as letras e então não haveria sentido. Então, foi um bom dedo médio para as estereotipadas canções de rádio de três e de um a quatro minutos.
Tempestade Conservadora 4:Como surgiu o convite para Gunns Mahoney?
Chris Bollinger:Gunns Mahoney era um amigo meu e nós estávamos em uma banda de thrash metal em 2001/2002. Ele fez vocais no estilo Death metal e eu toquei bateria. Então, eu apenas casualmente pedi a ele para fazer alguns backs vocais nessa parte da música “All Hail” e foi isso.

Tempestade Conservadora 5:Qual o tema lírico deste álbum?
Chris Bollinger:Os temas líricos para o álbum são todos parecidos em seu tipo de ponto de vista pós-apocalíptico / niilista / fim do mundo. Há apenas uma ou duas músicas que não se encaixam no tema mencionado anteriormente.
Obcecado com Flesh é sobre ser usado ou sentir que você está sendo usado. Tudo Salve é minha piada sobre a hipocrisia deve ser a nova religião, como todo mundo apenas mente e que há muito pouco honestamente deixado neste mundo. Belong Dead é sobre como nós, como humanos estragamos este planeta e tivemos nosso tempo e agora é hora de morrermos e seguirmos em frente. Assim como os dinossauros estiveram aqui e tiveram seu tempo, então chegamos e agora é hora de a próxima espécie assumir o controle. O som dos quatro é uma música muito pessoal para mim e é sobre sentir que você não existe mais nisso neste mundo. Uma pausa para reflexão também é pessoal e como foi escrito sobre o falecimento do meu padrasto.
Tempestade Conservadora 6:A Banda tem shows ou turnês a serem feitas em 2019?
Chris Bollinger:Neste momento, a Varicella não está tocando nenhum show ao vivo. Eu estou focando em um álbum de remixes que será lançado em setembro e então eu estarei trabalhando com um novo guitarrista para gravar nosso segundo álbum.
Tempestade Conservadora 7:Como surgiu o convite para Glen Mitchell?
Chris Bollinger:Glen Mitchell faz os vocais para a banda Isolated Antagonist. Glen e eu somos amigos. Eu fiz um remix para uma das músicas deles no último álbum deles. Glen faz um show de metal industrial toda quarta-feira à noite chamado “Industrial Spionage” na Cranium Radio e ele é um grande defensor da Varicella. Então, novamente nada de especial. Apenas pedi a Glen para fazer alguns back-ups na música “Mindfucked” e ele concordou.
Tempestade Conservadora 8:A Banda tem algum sonho?
Chris Bollinger:Eu não tenho certeza se nós ou eu temos um sonho específico. Eu só quero fazer música de metal industrial e espero que as pessoas gostem do que estou criando. Estamos muito agradecidos pelos nossos fãs e agradecemos a todos pelo apoio!
Tempestade Conservadora 9:Qual a recepção deste novo álbum?
Chris Bollinger:A recepção de “Dead is Better” foi misturada. Eu não acho que muitas pessoas entenderam o que eu estava tentando alcançar com este lançamento. No entanto, as pessoas que conseguiram parecem realmente gostar do álbum e novamente, estamos muito agradecidos por qualquer tipo de apoio dado à banda e nossa música.
Tempestade Conservadora 10:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Chris Bollinger:Desculpas! Eu não estou muito familiarizado com o Metal brasileiro. Mas há uma banda na gravadora Machine Man chamada ANGUERE. Eles são de Rio Claro,no Brasil e eles fazem ótimas músicas!

Tempestade Conservadora 11:Falem sobre a Cena do Metal nos EUA?
Chris Bollinger:A cena do metal nos EUA ainda está forte! É principalmente o metal subterrâneo, que geralmente é o melhor tipo de metal. O metal convencional é bom e se dá bem nas principais estações de rádio, mas o metal subterrâneo é ótimo e está indo bem na América.
Tempestade Conservadora 12:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?
Chris Bollinger:Não,o álbum não é realmente um álbum conceitual. Há temas soltos ou temas semelhantes nas letras, mas não é realmente um álbum conceitual completo. O segundo álbum é mais um álbum conceitual. Ainda tem alguns temas soltos, mas é mais lírico que “Dead is Better”.
Tempestade Conservadora 13:Falem sobre a capa do Álbum?
Chris Bollinger:A obra de arte acompanha o título do álbum. Um tema de cemitério ou o tema de “nós pertencemos mortos” por a música. A maioria das pessoas parece pular o significado do álbum “Dead is Better” que é uma peça na linha do livro e filme de Stephen King “Pet Sematary”. Onde Jud diz “Ás vezes,Morrer é melhor.Então, nós pegamos e torcemos. Mas por favor, não pense que o suicídio é melhor. Nós não defendemos o suicídio e se você é uma pessoa que precisa de ajuda, por favor, peça ajuda.Apenas lembre-se, você é amado.
Tempestade Conservadora 14:Existe alguma banda em seu país que vocês podem dizer que não tem nada a ver com a proposta de vocês?
Chris Bollinger:Correto. A Varicela tem influência de Ministry, Godflesh, Nine Inch Nails e isso só para citar alguns. Nós apenas amamos as bandas de metal industrial ou rock industrial da velha escola e aqueles álbuns mais antigos dos anos 80 ao início dos anos 90. Especialmente o Wax Trax que é um tipo de música. Esse estilo e essas bandas foram incríveis!
Tempestade Conservadora 15:Como surgiu o convite para Ghoulie Julie?
Chris Bollinger:Ghoulie Julie é minha esposa e eu só perguntei se ela queria fazer alguns gritos na música Mindfucked e ela disse que sim! Então,graças a ela por gritar a palavra fodido em um microfone por uma hora! 
Tempestade Conservadora 16:Como a banda chegou na Machine Men Records?
Chris Bollinger:Eu sou realmente o proprietário e CEO da Machine Man Records que eu comecei em outubro de 2017 e nós somos uma gravadora que foi criada com a intenção específica de apoiar vários tipos de gêneros de música eletrônica e metal que são considerados underground ou fora do mainstream.Nós temos um monte de bandas incríveis na nossa gravadora. Então, por favor, confiram! Obrigado a todos!
Tempestade Conservadora 17:Mandem uma mensagem aos fãs,rapazes.A Entrevista acabou
Chris Bollinger:Eu só quero agradecer novamente a todos os nossos fãs, amigos, membros da família e as estações de rádio e novas saídas para apoiar a banda. Obrigado Comendador Felipe Frazão Frazão por nos apoiar também. Todos nós realmente apreciamos o apoio. Por favor, confira nossa página no Bandcamp e fique ligado para o nosso próximo álbum de remixes que será lançado em setembro. E novamente, por favor, continuem acompanhando a banda assim como todas as bandas da Machine Man Records e obrigado a Michael Haggerty por toda a sua ajuda na mixagem e masterização de “Dead is Better”.Obrigado a todos!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: