235 Entrevista com os Romenos da Rancorum!


A Tempestade Conservadora Chega a sua Entrevista 235 com a Banda Romena Rancorum e eles nos lançam seu primeiro álbum intitulado como The Vermin Shrine.A Banda tem essa formação:Liviu Ustinescu como Vocalista,Calin Nicolau e Nick Paraschiv como Guitarristas,Tiberiu Dragusin como Baixista e
Gigi Budulica como Baterista.Liviu foi a escolha da banda pra responder nossas perguntas!Mas antes delas.A Música que colocamos agora!

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Liviu Ustinescu-Rancorum:O Rancorum foi formado em 2014 por Nick (guitarras) e Gigi (bateria). Ambos eram colegas de outros projetos musicais e decidiram juntar-se às suas músicas favoritas de Death metal. Com o tempo eles escreveram músicas próprias. Em abril de 2018, Liviu (vocal) e Tiberiu (baixo) se juntaram à banda e. Mais tarde Calin (guitarras) juntou-se para completar o line-up e gravar o nosso primeiro álbum “The Vermin Shrine”.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em The Vermin Shrine?
Liviu:As músicas foram escritas com a ideia de capturar o sentimento de todas as bandas de death metal da velha escola que tanto apreciamos e com o nosso toque pessoal. Nós tentamos dar a cada música seu próprio tema e história para criar uma experiência diferente que se encaixa em todo o conceito de “The Vermin Shrine”.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque da escolha?
Liviu:Nós lançamos dois singles para este álbum. “Voidification” porque mostra um pouco mais de nosso riffing técnico e “Bedlam of Saints”, que também foi lançado com um videoclipe. Escolhemos o segundo single porque também queríamos mostrar o lado primordial e primitivo da nossa música.
Tempestade Conservadora 4:Qual tema lírico deste álbum?
Liviu:Temos diferentes temas de cada música que se encaixam na foto maior do álbum. Você poderia dizer que estamos apresentando os aspectos sombrios e desagradáveis da humanidade em um único pacote.

Tempestade Conservadora 5:Em geral, as bandas começam com demos.Mas a banda fazendo um comprimento total diretamente.É correto dizer que a banda uma adaptação mais rápida do que o esperado?
Liviu:Acho que começamos com um álbum completo tão fácil porque todos nós temos experiência ao vivo e no estúdio de outras bandas e projetos musicais em que tocamos. Nós não queríamos lançar nada além das versões finais dessas músicas, isso é outra razão pela qual não liberamos demos.
Tempestade Conservadora 6:Que filósofos entram nas partes líricas da banda?
Liviu:Em particular, Georg Wilhelm Friedrich Hegel e sua teoria da dialética. Como a sociedade passa por um pêndulo de idéias. Opostos colidindo para formar uma síntese dos dois ao longo de várias gerações. A observação de Thomas Hobbes sobre os movimentos revolucionários também foi uma fonte de inspiração. No entanto, nosso comentário está mais próximo de revoltas populares e guerras civis mais contemporâneas que deixaram os países em situações ainda mais desesperadas como antes. Alguns exemplos seriam as revoluções russa e francesa ou mesmo a recente Primavera Árabe.
Tempestade Conservadora 7:A Banda terá shows ou turnês a fazer em 2019?
Liviu:Temos shows que serão anunciados em nossa página no facebook.
Tempestade Conservadora 8:Quando vocês abordam temas sobre a religião, podemos dizer que é uma forte crítica ao cristianismo?
Liviu:Gostamos de criticar as instituições religiosas em geral, bem como as políticas. Ambas as estruturas hierárquicas acabam com o pior dos psicopatas no topo. Nós não guardamos qualquer ressentimento com cristãos ou pessoas que têm fé, mas que são contra o poder que os clérigos exercem sobre pessoas simples para seus próprios benefícios.
Tempestade Conservadora 9:No começo de vocês,que bandas influenciaram vocês?
Liviu:Nós ouvimos todo tipo de música e formas de metal, mas para Rancorum nós homenageamos os fundadores do gênero, assim como alguns atos novos. Eu posso citar atos como: Asphyx, Vallenfyre, Unleashed, Bolt Thrower ou Bloodbath entre os nossos favoritos.
Tempestade Conservadora 10:Falem sobre a Cena Metal da Romênia ?
Liviu:O cenário do Metal romeno teve alguma coisa a ver com o resto do mundo a partir do início dos anos 90. O regime comunista foi bastante hostil aos primeiros hard rock e heavy metal. Alguns foram ameaçados de prisão ou até de morte. Encontrar registros ou equipamentos foi extremamente difícil e caro até os anos 2000. Desde então, vários atos de metal apareceram, muitos se separaram, mas alguns permaneceram. No momento, a cena é mais diversificada do que nunca, com artistas achando muito mais fácil gravar e realizar shows melhores. A promoção ainda é um grande problema, já que a mídia local não parece gostar de guitarras distorcidas, mas a comunidade underground é suficiente para nos manter em movimento.

Tempestade Conservadora 11:A Banda conhece e gosta de alguma coisa do Metal Brasileiro?
Liviu:Algumas bandas de metal brasileiras são muito apreciadas pelos fãs romenos. Sepultura e Soulfly ainda são muito populares com sua cabeça de metal média. Mais extremos como Violator, Krisiun ou Krow também têm alguns fãs. Os dois mais recentes fizeram vários shows e foram geralmente muito bem recebidos pela audiência.
Tempestade Conservadora 12:Como a banda executa as transições entre os sons e as letras?
Liviu:Nós gravamos principalmente nossas faixas em casa com o nosso equipamento pessoal. Os vocais foram gravados em um estúdio separado que também nos ajudou na mixagem e masterização. Estamos muito felizes com o resultado.
Tempestade Conservadora 13:Qual foi a recepção para o álbum?
Liviu:Até agora, a recepção foi muito positiva.
Tempestade Conservadora 14:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?
Liviu:The Vermin Shrine “não é um álbum conceitual. Existem alguns temas comuns, mas nós não queremos ir tão longe.
Tempestade Conservadora 15:Qual a ideia da capa do álbum?
Liviu:Queríamos algo que parecesse majestoso e intimidador. Felizmente encontramos esta obra online, contactámos a pessoa que a criou e ele deu-nos o direito de a usar para o álbum.
Tempestade Conservadora 16:Como a banda chegou na Loud Rage Music?
Liviu:Nós tínhamos conexões com a Loud Rage Music de outro projeto de metal que eu participei. Eles ficaram felizes em nos levar uma vez que nós enviamos algumas de nossas músicas pré-lançadas.
Tempestade Conservadora 17:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou
Liviu:Obrigado por nos apoiar até agora e esperamos vir com música nova e pesada o mais rápido possível!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: