Entrevista 275 com os Australianos da Hemina


A Tempestade Conservadora Chega a sua Entrevista 276 com a Banda Australiana Hemina e a banda nos lança seu quarto álbum intitulado como Night Echoes.Douglas Skene que é o guitarrista da banda foi a escolha para responder as nossas perguntas.As quais serão respondidas agora! A Música está acima.

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Douglas Skene-Hemina: eu que me chamo Douglas Skene como vocalista e guitarrista,Mitch Coull como segundo guitarrista,Jessica Martin como baixista e
Nathan McMahon como baterista.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em Night Echoes?
Douglas:Este álbum foi provavelmente o mais variado em termos de compositores com todos contribuindo com a composição do álbum. Nathan escreveu sem nenhuma contribuição na bateria para todo o álbum e o que foi o primeiro para nós. Se você verificar a página das letras em nosso site e verá quem escreveu cada música entre parênteses.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra o álbum e o porque da escolha?
Douglas:Nós escolhemos três singles que representam diferentes elementos do álbum. ‘We Will’ destacou os vocais multipartes e riffs groove e acordes ricos. ‘Flicker’ mostrou nosso lado prog com estrutura e arranjo muito não convencionais.What´s the Catch foi o single quase pop super cativante.
Tempestade Conservadora 4:Quais escritores de filosofia inspiram a banda em Night Echoes?
Douglas:Eu realmente não posso dizer que sou influenciado por certos filósofos. Talvez para Nathan, ele possa estar um pouco mais interessado nessas coisas. Eu tento me cercar de acadêmicos positivos e de aprendizado como Carl Sagan, Neil deGrasse Tyson e Sam Harris para expandir minha mente, mas nenhum clássico funciona como Nietzsche .Embora confira nosso vídeo de ‘Flicker’ para uma participação especial.

Tempestade Conservadora 5:A Banda terá shows ou turnês em 2019?
Douglas:Planejamos tocar pela Austrália ainda este ano e realmente esperamos voltar à Europa no próximo ano! Esperemos que o Brasil um dia tenha visitado antes.
Tempestade Conservadora 6:Quais são as teorias da conspiração que a banda mais procura em suas músicas e sons?
Douglas:Sou bastante contra as teorias da conspiração, pois sinto que a maioria é pensamento anti-científico e anti-racional. Mitch, no entanto, gosta de quase todas elas.O júri ainda não sabe o quanto ele acredita neles.
Tempestade Conservadora 7:No começo da banda,quem influenciou vocês?
Douglas:No começo, as maiores influências foram o Dream Theater, Symphony X,Metallica,Genesis, Pink Floyd,Dokken e o Winger. Mas isso mudou muito ao longo dos anos!
Tempestade Conservadora 8:O que a banda quer dizer com a existência em sua música e seu som?
Douglas:Falamos da Existência humana em tudo que se apresenta dela.
Tempestade Conservadora 9:Como foi a recepção deste álbum?
Douglas:A recepção até agora tem sido realmente positiva, com apenas algumas pessoas perdendo as músicas extras e alguns dos elementos de Venus que sabíamos que aconteceriam, mas é impossível voltar e escrever as mesmas músicas novamente como outro álbum. Cada álbum deve ser uma nova declaração.
Tempestade Conservadora 10:O que a Hemina tem de diferente de suas bandas anteriores?
Douglas:Bem, para mim, eu estava tocando em Anubis antes do Hemina e ainda o faço – essa é a minha saída de rock progressivo, onde posso me concentrar na guitarra e ser um vocalista de apoio. A música se inclina um pouco mais para o prog dos anos 70.Também toquei em uma banda chamada Avarin, que Nathan estranhamente acabou tocando mais tarde.Nathan tocou em várias outras bandas de metal no início dos anos 2000 que provavelmente eram muito mais na direção padrão e brutal do metal. Hemina é a primeira banda real de Mitch e Jessica .Então, eu não acho que eles têm muito com o que comparar.
Tempestade Conservadora 11:Que tipo de música a banda usa nos teclados?
Douglas:Os teclados desempenham um papel enorme em toda a nossa música. Na verdade, eu escrevo principalmente a partir do teclado para começar as músicas. Adoro a riqueza e a cor que as teclas trazem à música pesada. Para mim, é preciso que as músicas sejam apenas músicas nos filmes para sua imaginação.

Tempestade Conservadora 12:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Douglas:Todo mundo sabe sobre o Sepultura, o que eu diria que gostamos em graus variados, mas sério, cara .A melhor banda que já saiu do Brasil é Angra. Eles foram super influentes em Mitch e em mim como guitarristas e eu costumava ouvi-los o tempo todo com a Jessica. ‘Rebirth’ e ‘Temple of Shadows’ são obras de arte incríveis. Eu sei que Mitch praticamente entrou no Progressive Metal através de ‘Angel’s Cry’ e Jessica era grande em ‘Aurora Consurgens’. Além disso, não gosto muito deles, mas Hibria é uma banda doente com um cantor ridículo. Apenas,tentem cantar junto com eles.
Tempestade Conservadora 13:Falem sobre a Cena Metal da Austrália?
Douglas:A cena metal e prog ainda é relativamente pequena e difundida, mas se você procurar as principais bandas, haverá músicas incríveis saindo do país. Eu sinto que, especialmente no mundo do Metalcore, com bandas como Thy Art is Murder e Northlane, temos algumas das maiores bandas do mundo.Minhas grandes escolhas de bandas australianas assassinas são Voyager, Teramaze, Karnivool, Caligula’s Horse, Plini e Chaos Divine. Não deixe de ouvir nossos companheiros que fazem um excelente prog com jazz.
Tempestade Conservadora 14:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?
Douglas:O álbum é definitivamente conceitual, mas mais ainda da maneira temática. É sobre um garoto que se encontra aproximadamente dez anos depois que seu pai se suicidou. É sobre todas as coisas pelas quais os adolescentes passam como amor, luxúria, depressão, angústia. Foi minha chance de revisitar minha adolescência.
Tempestade Conservadora 15:Qual a ideia da capa do álbum?
Douglas:É bem simples. Nós amamos Sci Fi. Nós amamos o Synthwave. Queríamos algo futurista e diferente e isso realmente chamou nossa atenção.
Tempestade Conservadora 16:A Banda sentiu diferenças na parte lírica e no som entre Venus e agora em Night Echoes?
Douglas:Night Echoes é diferente no sentido em que é escrito da perspectiva masculina em oposição a uma mulher em Vênus. Este álbum é um pouco mais aberto à interpretação e com as letras sendo um pouco mais independentes. Sonoramente, acho que este álbum seguiu um caminho mais colorido e edificante do que em Venus. Foi uma escolha natural e acho que estávamos cientes disso o tempo todo. É meio que um reflexo da maneira como você olha para trás na sua infância. Você vê isso com óculos cor de rosa e tudo parece um pouco mais comovente do que era.
Tempestade Conservadora 17:Que tipo de luta pela vida a banda coloca neste álbum?
Douglas:Eu acho que nossa música é puramente sobre conectar-se com as pessoas.Não importa o quão espacial seja, é tudo sobre a conexão com as pessoas e as lutas que temos com a vida. Acho que você encontrará quase todas as lutas com as quais lidamos, refletidas na música de relacionamentos e famílias desfeitas, falta de pertencimento,abuso de substâncias e etc.
Tempestade Conservadora 18:Mandem uma mensagem aos fãs,rapazes.A Entrevista acabou
Douglas:Obrigado a todos os fãs brasileiros extras que temos notado ultimamente. Há muito mais pessoas transmitindo nossas músicas do Brasil agora e com São Paulo sendo uma das nossas cinco principais cidades de streaming. Muito obrigado, Felipe.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: