280 Entrevistados e esta é a Banda Francesa Grimhowl Grave


A Tempestade Conservadora Chega a sua Entrevista 280 com a Banda Francesa Grimhowl Grave e a banda nos lança seu Primeiro Álbum intitulado como Pandaemonium.A Banda tem essa formação:Florian Desormière como Vocalista,Sébastien Faucher como Guitarrista,Stéphane como Segundo Guitarrista e Programador de Bateria e Thomas Delarbre como Baixista.Stéphane,Sebastian e Florian responderam as nossas perguntas e vamos a elas,mas antes:

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Stéphane:A banda nasceu em 2014, como resultado do encontro entre Seb e eu. Nós tocávamos respectivamente no DETORN e no ENDLESS AGONY e rapidamente nos juntamos a Thomas e Florian .Nós estamos tocando uma velha escola do Dark metal com muitas melodias e algumas influências do black metal.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em Pandaemonium?
Steff:De alguma forma, era como Obsolescence e principalmente um trabalho comum dos riffs de Seb e eu. Mas com muita orientação e idéias de Florian e Thomas. Pois eles estavam na banda para o processo de composição. As letras são exclusivamente de Florian e a obra de arte é de Seb.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?
Steff:Escolhemos desvendar o “Rip and Tear” primeiro, não era realmente uma escolha, a faixa se impunha, é brutal, intensa e cativante. E bem é um dos mais curtos também e tem menos de seis minutos.
Tempestade Conservadora 4:Qual tema lírico do álbum?
Floren:Acabo escolhendo um tema infernal e piedoso global. Bem, o álbum se moldou dessa maneira e eu apenas guiei minha inspiração um pouco para dar alguma coerência até alguns elos de luz entre poucas músicas como “Shapes and Shadows” termina onde Pandaemonium começa.Shapes and Shadows é sobre essa garota, deprimida, desesperada, provavelmente cheia de ódio, raiva e paixão e ela começa a convocar algum mal antigo ou o que quer que seja e há toda uma peça sobre a tentação do mal, para liberar para ele, você é tentado, mesmo que veja que ele é realmente ruim.Lilith foi muito difícil de escrever, eu queria algo desagradável, você conseguiu a sedução, a tentação de um céu como o prazer, mas as consequências são terríveis, eu ia falar sobre súcubos,mas sei. Por que não falar sobre a rainha de Sucubus e gosto de colocar alguns textos sagrados em minhas músicas, e a segunda metade é retirada do Livro de Isaías.“Slave to the Undying” foi o último que eu escrevi, acho que deveria ser uma caçada, mas eu não conseguia imaginar quem era a presa e o predador, e algumas das nossas mudanças musicais nas faixas às vezes são difíceis de concordar a letra com.Depois que escolhi a relação de dominação Vampiro ou Humanos, o fluxo correu bem. The Snake that Circles the world é o Egito antigo é ameaçador e você tem deuses serpentes que querem engolir o sol Deus e você não pode realmente inventar algo mais naturalmente brutal e metálico do que isso. Então,mais uma vez, eu apenas reformulei e coloquei em formas algumas coisas históricas e textos religiosos, e isso é sempre uma ótima história para contar!
“Rip and Tear” poderia ser o meu favorito e eu amo músicas rítmicas, músicas Stomping. Também achei que falar sobre o Doom Guy e é sim, o videogame era um bom tema, é infernal, é brutal e violento e pela primeira vez no Black / Death metal, ele tem uma vibração inusitada sobre as coisas geralmente OVERDRAMATIC que você pode ler.Finalmente, Pandaemonium foi definitivamente uma carona para o inferno.É uma chegada e houve essa primeira sensação de carnaval. Então é uma montanha-russa pela primeira cidade do inferno e é por isso que é tão descritivo.Seja testemunha e olhar que você é fodido e todo mundo vai se divertir, mas você não. Eu escrevi muito nessa música e algumas cenas não puderam ser tristes.

Tempestade Conservadora 5:Como vocês criaram uma música com o mesmo nome da banda?
Floren:Na verdade, era o contrário. Eu costumo nomear o álbum depois de escrever as músicas. O Pandaemonium foi ótimo porque é o local de deuses infernais de horrores e coisas assim, então tudo neste álbum está conectado a isso particularmente.
Tempestade Conservadora 6:A Banda terá shows ou turnês a fazer em 2019?
Floren:Por enquanto, temos um show programado para o final do ano.
Tempestade Conservadora 7:Qual foi a recepção deste álbum?
Floren:Estamos muito orgulhosos do nosso LP. Acho que fizemos um ótimo trabalho e, por enquanto, a recepção do nosso novo álbum é boa e ainda melhor do que Obsolescence.
Tempestade Conservadora 8:No começo da banda,quem influenciou vocês?
Floren:Nossa influência é a velha banda de black metal e Death metal como Morbid Angel, Dissection, Hypocrisy. Você entende a ideia. Mas nós somos de origens diferentes e eu acho que você pode sentir isso nos vocais, ou vai além disso como Borknagar e Primordial.
Tempestade Conservadora 9:Falem sobre a Cena Metal da França?
Floren:A França é cheia de muitos talentos desconhecidos, a cena underground é rica, muito rica, mas agora é mais difícil do que nunca tornar sua música conhecida.Pois é igualmente super fácil de produzi-la. no resultado, se você não é um profissional de marketing e perde-se na massa. Mas seria fácil nomear grandes bandas em todos os gêneros. Mas apenas alguns conseguem sair das cavernas e clubes.
Tempestade Conservadora 10:Porque a banda decidiu fazer um cover de Paradise Lost?
Steff:Quanto ao Obsolescence, queríamos incluir um cover de uma banda que amamos como um tributo. Todo mundo tinha sua própria opinião sobre o assunto, mas Paradise Lost era bastante comum entre nós.Pessoalmente, sou fã da primeira era e do álbum Icon. True Belief foi uma ótima escolha, significativa e muito legal de tocar.
Tempestade Conservadora 11:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?
Steff:Não é, são várias faixas que gostamos de escrever juntas.As letras as ligam um pouco, mas não é de forma alguma um álbum conceitual. Às vezes você não quer pensar demais em sua música e apenas sentir e tocar.

Tempestade Conservadora 12:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Seb:A cena brasileira trouxe muitas bandas de qualidade no Metal mesmo que sofresse exportar e ser conhecida da mesma forma que a cena francesa. Algumas alcançaram um reconhecimento notável e até se tornaram um culto: quem não conhece o Sepultura! Devo dizer que eles são muito para mim e pois influenciaram amplamente meus gostos e educação musical. Eu acho que “Arise” é o meu álbum de Trash mais ouvido e que eu continuo ouvindo e esse é “Beneath the Remains” com muito prazer! Mesmo que alguns conseguissem praticar seu esporte como Krisiun, Angra ou Soulfly e muitas bandas ficaram na sombra enquanto tinham um estilo distinto realmente único. Estou pensando em Overdose, Ratos de Porão, Sarcófago ou mais recentemente como Tuatha de Danan, que são bandas que eu sempre mantenho atenção.
Tempestade Conservadora 13:A Banda tem algum sonho?
Seb:Até hoje, não temos um sonho, apenas queremos compartilhar nossa música o mais amplamente possível, na França.Primeiro com o maior número possível de shows e por que não exportar para fora de nossas fronteiras!
Tempestade Conservadora 14:A Banda sentiu alguma diferença na parte lírica e no som entre Obsolescence e agora em Pandemonium?
Seb:Não sei se existe uma evolução real no som! Obsolescence era um trabalho de dois homens, um projeto paralelo de nossas respectivas outras bandas. Nós realmente não antecipamos uma direção e apenas nos empolgamos com os riffs até sentirmos algo coerente acontecer. O Pandaemonium era mais um trabalho de banda completa, e todo mundo tinha sua opinião.Então, pensamos um pouco mais sobre o que queríamos fazer. Optamos por usar estruturas e atmosfera mais épicas em nosso Black / Death a fim de iluminar as nuances dos vocais morais do que antes.
Floren:Quanto ao campo lírico.Bem, eu queria ter um tema mais focado no Pandaemonium pensando primeiro no panteão da Mesopotâmia.Mas realmente não se encaixava em nossas diferentes atmosferas.Então, fui com o tema mais infernal e alguns deuses das trevas, rituais. Esse tipo de coisa que continuava acompanhando a música. Eu tive a oportunidade de experimentar coisas novas e experimentar minha voz amplamente em uma única música. Então,o trabalho definitivamente não era o mesmo.
Tempestade Conservadora 15:Qual a ideia da capa do álbum?
Seb:Quanto à obra precedente, decidi fazer a obra de arte! O tema do Pandaemonium de Dante e o esoterismo evocado em nossas letras estão falando comigo. Por isso, pensei em criar esse local de culto e parecendo uma catedral subterrânea para que as almas condenadas pudessem convocar deuses, demônios ou qualquer outra quimera.
Tempestade Conservadora 16:A Banda tem alguma simpatia pela Fórmula 1?Pois a banda veio de um lugar da França onde teve corrida nos anos 70!
Seb:Tudo bem. Infelizmente, nenhum de nós gosta e desculpe por não ter gostado do nosso legado.Mas eu sei que ainda há muitas corridas por perto!
Tempestade Conservadora 17:Como o Grimhowl Grave difere de outros projetos que vocês tiveram ao longo de suas carreiras?
Seb:Bem, além do estilo da música em si, alguns de nós costumamos escrever sozinhos, a escrita coletiva é uma maneira complicada de escrever um álbum, mas talvez porque não pisamos muito na idéia de todos é o que dá uma boa homogênea ainda textura realmente diversificada.Encontramos um grande equilíbrio entre nós mesmos e isso é muito gratificante.
Tempestade Conservadora 18:Mandem uma mensagem aos fãs,rapazes.A Entrevista acabou
Seb:Onde quer que você esteja, quem quer que seja, obrigado por ouvir nossa música e bem.Sejam bons um para o outro e pelo amor de Deus!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: