Os Franceses da Without Skin São Nossos Entrevistados 295


A Tempestade Conservadora Chega a sua Entrevista 295 com a Banda de Punk Rock Francesa Without Skin e a banda nos lança seu Primeiro álbum intitulado como Worships.A Banda tem essa formação:Romain Neveu como Guitarrista e Vocalista,Gabriel Fritsch como Baixista e Vocalista e Marc Raas como Baterista.A Música está acima.

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Romain Neveu-Without Skin:Olá, aqui é Romain, Gabriel e Marco, tocamos sem pele uma banda punk hardcore de 3 peças de Le Havre, uma pequena cidade na Normandia, França. Começamos a banda muito jovem quando éramos adolescentes, lançamos nosso primeiro álbum que se chama Worships no ano passado e nossos discos da Hangar 221 e nossa gravadora local e na Head Records.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em Worships?
Romain:A composição para a criação do álbum ‘Worships’ foi uma longa jornada, estamos sempre escrevendo e compondo músicas juntos em nosso local de prática, demoramos muito tempo para finalizá-lo por quase dois anos de trabalho duro.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?
Romain:Chamamos o álbum WORSHIPS que não é a propósito, um título de música ou mesmo presente em nossas letras. Neste álbum, tentamos falar sobre todas as coisas.Os seres humanos estão adorando, o que as pessoas vêem como seu verdadeiro motivo. Nestes tempos sombrios que estamos vivendo, estamos meio enojados com todo o mal espalhado pelas pessoas más. Adoração significa as crenças pelas quais todos somos responsáveis. Estamos desesperados sobre como as pessoas podem espalhar o mal por razões políticas ou religiosas.
Tempestade Conservadora 4:Qual tema lírico do álbum?
Romain:As letras estão envolvidas de uma maneira política óbvia, mas não apenas. Tentamos descrever uma visão de como um bom ser humano deve viver sua vida, por si mesmo, mas também por outras pessoas. Tente espalhar o bem e evitar o ódio. tentamos descrever a maneira de agir para melhor, neste mundo aterrador, onde o ódio e o egoísmo governam por toda parte.

Tempestade Conservadora 5:A Banda terá shows ou turnês a fazer em 2019?
Romain:Tocamos o maior número de shows este ano. e não terminamos, porque faremos uma mini-turnê em outubro e novembro. Ainda não fomos muito longe geograficamente ainda. Enquanto tocávamos em toda a Normandia, mas em nenhum outro lugar ainda. Planejamos isso para o próximo ano, em toda a França, mas também na Europa.
Tempestade Conservadora 6:Como foi a recepção deste álbum?
Romain:A recepção do álbum foi muito maior e positiva do que o esperado. Nós o lançamos por nossas próprias mãos, mas tivemos a sorte de ser notados pelos head heads, que forneceram nosso álbum para uma grande audiência de selos, fanzines, webzines ao redor do mundo, que, a propósito, você ouviu falar de nós e começou esta entrevista, e parece totalmente louco para nós. Somos muito gratos às pessoas que tornaram isso possível, como Manu nos discos do hangar 221 e Abel, da Head Records. Também para todos os amigos em Le Havre que nos ajudaram a espalhar o álbum para um público maior. e quando começamos a tocar em outras cidades, nunca fizemos antes, encontramos apenas retornos entusiasmados em todos os lugares e isso realmente impressiona nossos corações e mentes.
Tempestade Conservadora 7:Às vezes, a banda mistura esse punk com o hard rock. Como a banda está fazendo isso?
Romain:Nunca tentamos arranjar punk e hard rock, mas quando começamos muito jovens a ouvir punk rock com bandas como Bad Religion, Nofx e, à medida que envelhecemos, descobrimos mais música hardcore, hardcore punk e mais um pouco de Trash e Música Crust.
Tempestade Conservadora 8:Que bandas inspiram vocês?
Romain:Seria impossível dizer quantas inspirações temos, pois ouvimos muitos estilos diferentes de música. Principalmente, estamos tentando compor nossa música com fontes de criatividade que gostamos em Propagandhi, o Converge também, dois estilos diferentes de música, mas com uma enorme ideia de ser o mais honesto possível, mantendo todo um senso de humildade. O mesmo processo para muitas bandas europeias como Birds In Row, Coilguns, Não vale nada o que amamos muito e nos inspiramos muito.
Tempestade Conservadora 9:Falem sobre a Cena Punk na França?
Romain:A cena punk na França é muito legal, eu acho. Há muitas pessoas envolvidas, muitos promotores de bricolage em quase todos os lugares que compartilham o amor e a paixão pela cena. Muitas bandas viajam muito, de pessoas que eu conheço, e estou feliz por conhecer, encontramos esse amor pela música, mas também não, como exemplo, fizemos um festival no final da semana passada chamado ganhar dinheiro pela revolução em Caen. França. Todo o dinheiro gasto neste festival de dois dias foi destinado a associações dirigidas pelas mesmas pessoas que administram o local. Eles agem para manter lugares onde morar para pessoas isoladas, como refugiados, sem-teto e todos que precisam. Eles também ajudam as pessoas que tiveram dificuldades com a polícia e com a repressão na França. Achamos que a cena punk na França está indo bem, e eu estou triste que algumas pessoas mais velhas estejam vivendo seu passado glorioso, convencidas de que ‘punk está morto, nós éramos o verdadeiro negócio. NÃO, se você continuar procurando sempre haverá músicas interessantes em todos os lugares.
Tempestade Conservadora 10:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Romain:Lamentamos dizer que não sabemos nada sobre o metal do Brasil.
Tempestade Conservadora 11:Qual a ideia da capa do álbum?
Romain:ara a arte do álbum, trabalhamos com Antony Pépin. Um amigo nosso morando em Le Havre. Começamos com a ideia de um rosto humano, agredido pela violência, um homem com os olhos, os ouvidos e todo o rosto destruídos por alguma força global imparável, fornecida pelo mal e pelo ódio despachado por toda parte, constantemente.Isso também é o que o álbum inteiro descreve nas letras.

Tempestade Conservadora 12:Como a banda chegou na Head Records?
Romain: Nosso gravador, Manu Lallemant, dos discos da Hangar 221.Nos disse antes do lançamento que ele era amigo de Abel, corredor da Head Records. Ele enviou nosso álbum para ele e gostou, porque simplesmente Abel se ofereceu para fazer parte de sua lista, mas também o enviou a uma grande lista de contatos que ele tinha, eu contei sobre isso no início da entrevista. é uma loucura para nós, porque não esperávamos tanta visibilidade para o nosso álbum de estréia.
Tempestade Conservadora 13:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?
Romain:É conceitual para nós. Como é o primeiro lançamento que alcançamos e colocamos todo o nosso coração nele, também perdemos alguns pedaços. Estamos fazendo nossa música e tentamos ser o mais criativos e honestos possível. Nós escrevemos música como a sentimos, mas não é adequadamente conceitual. Como não revolucionamos nada com a nossa música. Sempre tentamos coisas novas, mas é importante permanecer humilde dessa maneira.
Tempestade Conservadora 14:Como é que a banda faz as transições entre letras e o som?
Romain:Nós sempre escrevemos a música antes de escrever a letra. Às vezes, eu escrevo letras sem música para trás e às vezes encontro algumas coisas interessantes que vou usar em nossas novas músicas, depois do que sempre dividimos o canto com Gabriel, gostamos de compartilhar quase todas as músicas, pois estamos cantando muito juntos e adoro fazer isso.
Tempestade Conservadora 15:O que a Wihdout Skin tem de diferente de suas bandas anteriores?
Romain:Isso seria para as pessoas que nos ouvem dizer o que diferimos das outras bandas.
Tempestade Conservadora 16:O clássico punk dos anos 70 se faz presente em que momento no som e nas letras da banda?
Romain:Se pudéssemos encontrar algo a partir desse momento da cena punk, gostaríamos de música quando está crua e sempre com raiva.Cinquenta anos se passaram e nós meio que continuamos cantando pelos mesmos problemas. Governos fodidos, opressão da polícia e neofacistas em todos os lugares.Temas comuns que nós e outras bandas estamos preocupados. ainda há muito o que cantar, estamos longe de terminar com isso.
Tempestade Conservadora 17:A Banda tem algum sonho?
Romain:Temos muitos sonhos, tentamos lembrar de todos eles,mas na maior parte são pesadelos.Não seriamente o sonho seria passar todo o nosso tempo na banda e em nossa associação,tentamos transformá-lo em uma pequena gravadora agora.Nosso objetivo é viver simplesmente fazendo isso, nunca ganhando muito dinheiro com isso, mas apenas passar a vida cotidiana fazendo isso e também tocar mais em todos os lugares em que seríamos aceitos. O mais legal não seria atingir o maior palco de todos os tempos, mas talvez mais para tocar em todos os menores do mundo. Sim, isso seria legal.
Tempestade Conservadora 18:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou
Romain:Obrigado, Felipe pela oportunidade e talvez para vocês que acabaram de publicar isso! Não é todo dia que as pessoas cuidam de ouvir o que temos a dizer. Você pode transmitir e baixar nosso álbum gratuitamente em qualquer lugar também.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: