Os Lusitanos da Soul Of Anubis marcam nossa Entrevista 308


A Tempestade Conservadora Chega a Sua Entrevista 308 com a Banda Portuguesa Soul Of Anubis.A Banda nos lança seu segundo álbum intitulado como The Last Journey.A Banda tem essa formação:Hugo Ferrão como Guitarrista e Vocalista,Filipe //Speeds// Almeida como Baixista e o Rui Silva na Bateria.Hugo foi o escolhido pela Banda pra responder nossas perguntas,vamos começar com isso a partir de agora!

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Hugo Ferrão-Soul Of Anubis:Olá Felipe Frazão. Antes de mais, muito obrigado pelo interesse. Nós somos os Soul of Anubis de Portugal. O Rui Silva na bateria, o Speeds Almeida no baixo e o Hugo Ferrão na voz e guitarra.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em The Last Journey?
Hugo:O trabalho de composição em The Last Journey foi um processo normal. Os riffs iam surgindo e após alguns ensaios gravados, as músicas ficavam finalizadas a gosto de nós três.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque da escolha?
Hugo:No que toca a escolher uma música para ser single é algo difícil e a nossa vertente foi lançar três músicas antes da saída do álbum! Curiosamente, foram as primeiras três músicas do álbum. De certa forma, queríamos sempre cativar e surpreender as pessoas que nos seguem!
Tempestade Conservadora 4:Qual tema lírico do álbum?
Hugo:O tema lírico de “The Last Journey” surgiu a partir da leitura de excertos de um livro que se chama “Book of the Dead” da mitologia egípcia em que era refletido o caminho que o morto teria de seguir para chegar ao outro mundo. De uma forma geral, “The Last Journey” desenha uma historia acerca da última viagem a percorrer. Antes de ir para o inferno ou para o céu.

Tempestade Conservadora 5:Qual estilo casa melhor com o estilo da banda? Sludge ou Trash Metal e Porque?
Hugo:Nós descrevemos a banda como um power trio onde o Metal se funde bastante com o Sludge e o Doom Metal. Não tem nenhuma razão em particular, foi apenas o percurso que a banda seguiu naturalmente.
Tempestade Conservadora 6:Porque é possível enxergar um pouco de Hardcore em vocês?
Hugo:É possível! Quando estávamos a compor as musicas, por vezes tentávamos procurar algo fora do nosso panorama musical, algo que a banda ficasse satisfeita! Para além de que, cada membro da banda tem as suas influencias e por vezes o rumo da nossa música levava-nos a querer tocar aquele riff mais hardcore.
Tempestade Conservadora 7:A Banda terá shows ou turnês a fazer em 2019?
Hugo:De momento, temos algumas datas marcadas em Portugal e estamos a trabalhar numa pequena turnê pelo norte de Espanha e Portugal e já temos alguns concertos marcados para 2020 igualmente!
Tempestade Conservadora 8:Qual foi a recepção pra este álbum?
Hugo:Até ao momento, a recepção foi bastante positiva! Mesmo em concertos, as pessoas mostram-se bastante interessadas! Todo o trabalho de captação, gravação e materização foi realizado pelo Miguel Tereso da Demigod Recording (facebook.com/demigodrecordings) e ele consegui captar a verdadeira essência da nossa música, o que é um ponto positivo para a recepção de “The Last Journey”.
Tempestade Conservadora 9:Falem sobre a Cena Metal Portuguesa?
Hugo:O metal em Portugal é bastante variado! Vai desde o Trash metal ao hardcore, como do doom ao stoner. Portugal tem bastante bandas a fazer boa música! Cada vez mais existem bandas a fazer turnês no estrangeiro, como é o caso de Gaerea e Analepsy.
Tempestade Conservadora 10:Que bandas influenciaram vocês no começo?
Hugo:Bom, as nossas influencias são variadas, mas podemos dizer que High on Fire, Mastodon, Coilguns e até mesmo uns Deftones são as nossas influencias.
Tempestade Conservadora 11:É mais fácil ou mais prático uma banda como Powertrio?
Hugo:É muito mais fácil uma banda como power trio, pelo menos para tomar decisões (risos)! O fato de sermos um power trio simplesmente aconteceu e nunca foi nada estipulado de inicio.

Tempestade Conservadora 12:A Banda gosta e conhece algo do Metal Brasileiro?
Hugo:A primeira coisa que sobressai do Brasil é Sepultura! É impossível não falar de Brasil e não associar aos Sepultura! E depois temos os míticos Ratos de Porão!!! Estas bandas fizeram parte do nosso crescimento e da nossa adolescência!
Tempestade Conservadora 13:A Banda acredita que este álbum é conceitual? Sim ou Não e Porque?
Hugo:Todas as musicas que fazemos são conceituais e “The Last Journey” não foge à regra, pois sempre que tocamos as nossas músicas, fazemo-lo com vontade! Para nós, podermos tocar as nossas músicas ao vivo, é um prazer e um gosto!
Tempestade Conservadora 14:Qual a ideia do desenho de capa do álbum?
Hugo:Queríamos um desenho forte que representa-se uma história acerca da última viagem a percorrer! Como Anubis, conduzia a alma dos mortos no submundo, queríamos uma figura que ilustra-se um barqueiro a conduzir a alma dos mortos. Em conversa com o Diogo Soares da Soares Artwork (facebook.com/SoaresArtwork) apresentou-nos este desenho e ficamos super contentes, pois captou o que tínhamos imaginado inicialmente.
Tempestade Conservadora 15:Como a banda chegou na Seeing Red Records?
Hugo:Em relação à Seeing Red Records, foi um procedimento de busca intensa e pesquisa! Uma vez que tínhamos o disco e respetiva capa, começamos a enviar e-mails e depois de algumas respostas, a Seeing Red Records foi a que apresentou melhor proposta. Estamos super satisfeitos com o trabalho que tem vindo a fazer com “The Last Journey”.
Tempestade Conservadora 16:A Banda sentiu diferenças no som e na parte lírica entre The Monster Among Us e agora em The Last Journey?
Hugo:Na parte lírica não houve qualquer diferença. Eu sempre gostei de escrever e abordar histórias sobre a mitologia egípcia para a parte lírica. Já em relação ao som, “The Last Journey” é um disco bem mais pesado e demonstra a evolução que tivemos com a composição.
Tempestade Conservadora 17:Mandem uma mensagem aos fãs, a entrevista terminou
Hugo:A todos os nossos fãs, um muito obrigado!!! Obrigado por aparecerem nos nossos concertos e fazerem a festa connosco!!! Obrigado por partilharem as vossas histórias connosco!!! É um prazer para nós saber que a nossa música, de algum modo, mexe com as pessoas! e esperamos muito um dia poder tocar no Brasil e conviver com o povo brasileiro.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: