Interview 316 With Colombian Guys Mistica


A Tempestade Conservadora Chega a sua Entrevista 316 com a Banda Colombiana Misticia e a banda nos apresenta seu segundo álbum intitulado como XVA.A Banda tem essa formação:Diego Cruz como Guitarrista e Vocalista,Hernan Martinez como Guitarrista,Jon Alba como Baixista e Boris Rodríguez como Baterista.Vamos a Entrevista.

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Misticia:Somos 4 membros e somos todos colombianos.Jon Alba como Baixista, Diego Cruz como Guitarra e Vocalista, Boris Rodriguez na Bateria e Hernan Martinez na segunda Guitarra.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em XVA?
Misticia:O título de seu novo álbum XVA”, refere-se ao deus Sol dos muiscuos, uma cultura andina na Colômbia Central. Ele contará com doze faixas fortemente influenciadas pela arte pré-colonial indígena, música e idiomas como quíchua no Peru, Náhuatl no México, Muisca na Colômbia, Aymara na Bolívia, Quichua no Equador, Mapudungún no Chile, Argentina e os Iroquois nos EUA, Canadá.É um álbum conceitual inspirado na chamada conquista da América, lendas e crenças indígenas. Dá voz a culturas e idiomas anteriormente desconhecidos no gênero, formando uma torre de babel na América.A capa do novo álbum faz alusão a XVA e outras divindades Muisca, como o sapo Deus da chuva, a cobra e o lagarto. Possui também o selo de Misticia que é o Frailejon, uma planta ancestral, cujos espécimes têm mais de dois mil anos e crescem apenas em Paramos.
Tempestade Conservadora 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque da escolha?
Misticia:Suacha é a mais simples e também é o nome do nosso povo SUACHA e reúne muitas coisas relacionadas às nossas vidas, cultura e ademais é a primeira música do álbum.
Tempestade Conservadora 4:Vocês podem dizer como foi a experiência de fazer participações em álbuns de copilações?
Misticia:Bem, algumas pessoas que não sabiam sobre nós, perceberam que existíamos e foi uma honra para nós participar da homenagem ao Massacre.

VIDEO 2

Tempestade Conservadora 5:Por que a banda levou nove anos para fazer um novo trabalho para nós?
Misticia:Bem, na verdade começamos a compor esse álbum desde 2013, já em 2015 ele foi quase todo composto, mas Misticia tem muita pesquisa sobre idiomas indígenas, tradições, traduções e também tivemos que parar e esperar um pouco para o nosso produtor Daniel Bergstrad e quando estava pronto em 2017, tivemos um problema de direitos com nosso ex-baterista,que gravou o álbum.
Tempestade Conservadora 6:A banda terá shows ou turnês para fazer em 2019?
Misticia:Sim, estamos planejando uma pequena turnê européia, para novembro e dezembro, também visitaremos o Marrocos.É a primeira vez que uma banda de metal da Colômbia visita o norte da África.
Tempestade Conservadora 7:Quais bandas influenciaram vocês no começo da banda?
Misticia:No começo, tivemos influências como Morbid Angel, Sepultura, Pantera, Brujería e Death.
Tempestade Conservadora 8:Como foi a recepção deste álbum?
Misticia:Bem, até agora só foi lançado na Colômbia e hoje é o lançamento mundial e digital! Bem, as pessoas estão muito impressionadas com os temas Suacha e Mallku que são os dois vídeos deste novo álbum. Estamos muito felizes, porque já parecemos mais com Misticia!
Tempestade Conservadora 9:Qual a diferença entre a Misticia e as suas bandas anteriores?
Misticia:Misticia é uma banda mais madura nas bandas onde comecei a tocar, foi como tentar coisas.A experiência foi muito boa e porque eram gêneros como Black Metal, um pouco de metal gótico e Doom.
Tempestade Conservadora 10:Como a banda trabalha a morte nos seus sons e letras?
Misticia:Bem, em nosso primeiro Ep de 2003, “Welcome to Utopia” Começamos a falar sobre a lenta morte da mãe terra e em nosso LP “Sickness oh the earth continuamos um pouco nesse conceito, mas já estávamos integrando novas coisas indígenas assim como letras nessas línguas nativas.
Tempestade Conservadora 11:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Misticia:Claro, o bom Sepultura é uma grande influência para nós e gostamos muito de Krisiun que tivemos a oportunidade de conhecer no Studio onde dominamos “Sickness of the earth” enquanto gravavam como Mistifier, o grande Sarcófago,Nervosa,Torture Squad e muitos outros.

Tempestade Conservadora 12:Como é a Cena Metal na Colômbia?
Misticia:Bem, há muitos anos vivemos entre a Alemanha e a Espanha, mas este ano tivemos a oportunidade de fazer uma pequena turnê por lá e houve muito progresso em matéria de produção de concertos,no som, mas ainda sinto que é preciso um pouco identidade e apoio entre a mesma cena e bandas.
Tempestade Conservadora 13:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?
Misticia:Acreditamos que sim, porque desde o início já tínhamos o tema com o qual queríamos lidar e estávamos fazendo tudo de acordo com o conceito que tínhamos, a composição da música, a letra e todos conversávamos sobre o mesmo conceito ou ideia.
Tempestade Conservadora 14:Qual a ideia da capa do álbum?
Misticia:A capa do novo álbum faz alusão a XVA e outras divindades Muisca como o sapo e o Deus da chuva, a cobra e o lagartixa. Possui também o selo de Misticia que é o Frailejon, uma planta ancestral, cujos espécimes têm mais de dois mil anos e crescem apenas em Paramos.
Tempestade Conservadora 15:A Banda tem algum sonho?
Misticia:Bem, gostaríamos de tocar em todo o mundo! Este ano foi muito bom, novo álbum e tocarmos na Colômbia, Europa e finalmente,iremos para a África!
Tempestade Conservadora 16:A banda sentiu diferenças na parte lírica e no som entre Sickness of the Earth e agora em XVA?
Misticia:Sim, sentimos algumas diferenças, o som do Misticia amadureceu mais e cada vez que soa mais original, quanto às letras, quase não cantamos mais em inglês, só há uma música em inglês no novo álbum, as outras em espanhol e nas línguas indígenas que era o que queríamos antes.
Tempestade Conservadora 17:Que estilo é mais latente no som da banda, Sludge ou Grind e porque?
Misticia:Bem, nós realmente não acreditamos que um ou dois estilos sejam mais latentes e fazemos o que queremos, há músicas instrumentais e acústicas.Há músicas muito curtas no estilo do velho Grind e há músicas muito melódicas, também um pouco progressivas e também um pouco progressivas e também muito lentas.Muito Rápido e não sei, acho que não temos um estilo definido, mas é baseado no Death metal.
Tempestade Conservadora 18:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou
Misticia:Saudações às pessoas que nos seguem, e às pessoas do Brasil que nunca nos ouviram, por dar a oportunidade aos seus ouvidos de ouvir Misticia!Tenho certeza que vocês vão gostar !!! Muito obrigado pelo tempo e um abraço!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: