Entrevista 337 com Bjørn Erlandsen


A Tempestade Conservadora Chega a sua Entrevista 337 com a Banda Norueguesa Aspherium.A Banda nos lança seu terceiro álbum intitulado como The Embers Of Eternity.A Banda tem essa formação:Marius Pedersen como Guitarrista,Vocalista e Tecladista,Morten Ranger na Segunda Guitarra,Torgeir Lyby como Baixista e Bjørn Erlandsen como Baterista.

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Bjorn Erlandsen-Aspherium:Olá! Somos uma banda melódica de death metal da Noruega chamada Aspherium.Começamos em 2007 com Marius na guitarra e nos vocais principais, Torgeir no baixo e eu que sou o Bjørn na bateria.O Morten que é a segunda Guitarra entrou na banda no final de 2009 e começamos a tocar ao vivo em 2010.Lançamos três álbuns completos: The Veil of Serenity em 2011), The Fall of Therenia em 2014 e The Embers of Eternity em 2019.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em The Embers Of Eternity?
Bjorn:A parte principal das músicas deste álbum veio de jam sessions nos ensaios. Tivemos alguns novos riffs e idéias, então começamos a tocar nas diferentes partes e idéias.
Gravamos os ensaios e sentamos começando a colocá-las em ordem e a fazer músicas dos ensaios.
Tempestade Conservadora 3:Não é muito comum as bandas de metal extremo abordarem o futuro do nosso planeta, como surgiu essa proposta de tema?
Bjorn:Em On The Fall of Therenia, criamos um planeta fictício e uma história em torno disso. Havia morte, destruição e guerra, mas também esperança.Gostamos dessa maneira de trabalhar com uma história e começamos a olhar para o nosso próprio planeta, nossa terra, que na verdade estamos arruinando enquanto falamos.O ódio, a violência, o racismo, a guerra, a superpopulação, a poluição e a destruição de nossas florestas tropicais e oceanos são reais e estamos perdendo tempo.Esta é a nossa reviravolta no que pode acontecer no futuro.
Tempestade Conservadora 4:Como surgiu o Metalcore nos seus sons e letras?
Bjorn:Eu sinto que não temos muito metalcore em nosso som, música ou letra. Se, por algum motivo, as pessoas têm uma vibração de metalcore da nossa música e sentem uma empolgação com isso, coloquei chifres de mim!Mas, em geral, não sentimos que temos elementos de metalcore em nossa música.

Tempestade Conservadora 5:A Banda terá shows ou turnês a fazer em 2019?
Bjorn:Fizemos vários shows na Noruega em 2019, estamos planejando mais shows em 2020 em outros países. Suécia, Dinamarca, Finlândia, Alemanha estão em nosso planejamento.
Tempestade Conservadora 6:Foi programado ou improvisado uma música de praticamente onze minutos?
Bjorn:Tínhamos alguns riffs prontos para essa música Until The Embers Fade. Mas uma boa quantidade é improvisada no ensaio e é uma maneira muito divertida e desafiadora de trabalhar!
Tempestade Conservadora 7:Quais bandas influenciaram vocês no começo da banda?
Bjorn:Metallica, Machine Head, Opeth, Slayer, Dream Theater, Gojira, Devin Townsend e muitos mais.
Tempestade Conservadora 8:Por que o atraso de cinco anos para outro álbum?
Bjorn:Na verdade, tínhamos isso pronto para o lançamento do final de 2017. Mas a vida cotidiana nos alcançou, e eventos que não tínhamos poder sobre nós atrasaram quase um ano.
Acredite, não vai demorar cinco anos para o próximo lançamento.
Tempestade Conservadora 9:Como foi a recepção para o álbum?
Bjorn:Estamos muito felizes com as primeiras críticas e a recepção geral deste álbum. Temos muitos fãs de confiança e agradecemos por todo o apoio!
Tempestade Conservadora 10:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Bjorn:O Brasil é um país que eu pessoalmente quero visitar. Você tem os irmãos Cavalera e o Sepultura, é claro.Caipirinha é a “bebida nacional”, certo?E também ouvi dizer que os carnavais brasileiros são realmente excitantes!
Tempestade Conservadora 11:Falem sobre a Cena Metal da Noruega ?
Bjorn:Têm um monte de ótimas bandas de metal da Noruega, e parece haver mais e mais novas bandas realmente ótimas para conferir!

Tempestade Conservadora 12:Qual a ideia da capa do álbum?
Bjorn:É o mesmo artista que fez a obra de arte de The Fall of Therenia e ele se chama Tobias Roetsch e sua empresa a qual o instagram é este @ gtgraphics.de e ele entendeu imediatamente o que lamentamos com a nossa história.
Tempestades de ideias para trás, e então, foi feito.
Tempestade Conservadora 13:Porque a banda diz que o álbum é conceitual?
Bjorn:Tem uma história ao longo de todo o registro, e é a história sobre o nosso planeta em um futuro não tão distante.
Tempestade Conservadora 14:O que a Aspherium tem de diferente de suas bandas anteriores?
Bjorn:Essa foi uma pergunta difícil, porque todos nós viemos de bandas de metal. Mas acho que a principal diferença é que não nos colocamos em um gênero de metal.Nós misturamos o que queremos, seja o solo de sintetizador dos anos 80 em Until The Embers Fade, ou o final latino em The Fallen Monument.Que são ambas as músicas do álbum Embers.
Tempestade Conservadora 15:A Banda sentiu diferenças na parte lírica e no som entre The Fall of Therenia e agora em The Embers Of Eternity?
Bjorn:Nós mixamos e masterizamos os dois álbuns nos Fascination Street Studios. A Queda de Therenia foi misturada por Jens Bogren.The Embers of Eternity foi mixado por Linus Corneliusson, os dois álbuns foram masterizados e mixados por Tony Lindgren.Estamos muito felizes com a composição lírica em todos os nossos álbuns que é feita por Marius.Quando se trata das diferenças de som, sentimos que estamos cada vez mais com nosso próprio som. The Embers of Eternity é em nossas mentes o melhor álbum que soamos.
Tempestade Conservadora 16:Como a banda trabalha com os teclados em seu som?
Bjorn:Sou eu e Marius que teclamos no Aspherium. Gostamos que o objetivo deles seja mais contra um fornecedor de efeitos e atmosfera do que um instrumento principal.Embora tenhamos alguns padrões melódicos e solos em The Fall of Therenia e The Embers of Eternity.
Tempestade Conservadora 17:O que a banda quer dizer com Mellow Elements?
Bjorn:Adoramos dinâmica na música. E sentimos que partes suaves também fazem uma diferença importante na maneira como soamos como banda.
Tempestade Conservadora 18:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou
Bjorn:Só queremos agradecer a todos que nos apoiaram ao longo dos anos! E para aqueles que ainda não ouviram nossos álbuns.Vá para o youtube, spotify ou qualquer plataforma que você use, ouça nossas músicas, faça o download, não me importo, porque acho que você vai gostar!Obrigado pelo seu tempo, Felipe !!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: