Entrevista 367 com Dancho e Yordan


A Tempestade Conservadora Chega a sua Entrevista 367 com a Banda Búlgara Hyperborea e eles nos lançam seu Terceiro álbum intitulado como Umbra.Um álbum que demorou e muito até pra sair.Mas devido mudanças no estilo Montanha-Russa Extrema.Eles aqui chegam.Essa Discrição é pelo fato de o espaço de tempo de álbuns é de impressionantes doze anos.Dancho Ivanov nos vocais,Yordan Kanchev e Andrey Andronov nas guitarras,Vladimir Ivanov no baixo e Antonis Trochopoulos na Bateria.Dancho e Yordan respondem nossas perguntas agora!

Tempestade Conservadora 1:Apresentem a banda pra nós?
Yordan Kanchev (guitarras): Muito obrigado pela entrevista! Somos uma banda de death metal de Sofia, Bulgária, criada em 1997. Até agora, tivemos dois álbuns – “Architecture of Mind” (2004) e “Cryogenic Somnia” (2007). Em 2017, assinamos com a gravadora espanhola Art Gates Records e, em 2019, lançamos nosso terceiro álbum completo chamado “Umbra”.
Dancho Ivanov (vocais): O resto da banda são Andrey – guitarras, Antonis – bateria e Vladimir – baixo. Apesar das mudanças na banda, nunca deixou de ser ativo por tantos anos e de representar o gênero nos palcos locais. Na Bulgária, abrimos nomes como OBITUARY, ARCH INEMY, VADER, PUNGENT STENCH, ASPHYX, CANCER and CREMATORY.
Tempestade Conservadora 2:Falem sobre o trabalho de composição em Umbra?
Yordan:Nosso último álbum antes de “Umbra” – “Cryogenic Somnia” – foi lançado há doze anos. Durante esse longo tempo, evoluímos como músicos e compositores, então posso dizer que estou muito satisfeito com o que colocamos em “Umbra”. O material musical e o conceito são muito mais profundos e mais maduros. Ele lida com tópicos como sombra pessoal.Como em “Atavistic Fear” ou “Two Extremities aquecimento global. Como em “Unwelcome” em “Indesejável”), desespero como em “Home of my Misery” ou “From Within” e a sabedoria oculta qual é a sua cura Silent Stream” e as relações entre elas.
Tempestade Conservadora 3:Como a banda faz o mix de ser semi-progressivo com o Groove?
Yordan: Alguns de nós ouvem metal mais progressivo e outros ouvem mais oldschool e groove one. Talvez dependa também de que tipo de pessoa você é, mais agressivo, ou mais composto, ou mais emocional ou pragmático. Todos contribuíram para as composições e as letras e é certo que, inevitavelmente, colocamos partes de nossas personalidades nas músicas. Tentamos não colocar alguns quadros estritos sobre o que fazemos em termos de música, mas deixamos nossa criatividade fluir neles. E em um contexto mais amplo, aqui eu digo a você minha opinião pessoal sobre isso,colocar qualquer quadro significa que você deseja direcionar o que o Universo quer dizer ao mundo através de você, e não acho que esse seja o trabalho de qualquer artista. O artista deve ser apenas o mensageiro.
Tempestade Conservadora 4:Os problemas que a banda teve para se refazer é parte do álbum Umbra de alguma forma?
Yordan:Não entendi sua pergunta. Nós nunca renomeamos nossa banda. e Dancho:Talvez você esteja perguntando se alguns problemas internos da banda como um todo estão representados no novo álbum? Definitivamente não. O tema que levou a idéia por trás da “Umbra” é apenas a nossa interpretação dos lugares mais sombrios que as pessoas às vezes dirigem por diferentes fatores.{Observação da Página,Dancho Matou a charada da pergunta!}

Tempestade Conservadora 5:A Banda escolheu algum single pro álbum e o porque da escolha?
Yordan:Nós escolhemos “From Within” e “Silent Stream” como singles. Achamos que são as músicas mais atraentes e variadas do álbum. Temos um vídeo da letra de “Silen e um videoclipe , você pode conferir!
Tempestade Conservadora 6:Podemos dizer que existe um casamento musical de vocês com o trash da velha escola e desta atual?
Yordan:Todos nós ouvimos muito thrash metal, mas estamos mais inclinados à velha escola – a maioria dos membros da banda tem quase 40 anos, haha  Isso não quer dizer que o novo thrash não seja bom! Existem algumas ótimas bandas de thrash metal por aí, como Suicidal Angels ou Municipal Waste, ou Warbringer, ou outras, é claro. Certamente, existem influências do thrash metal em “Umbra”, até alguns caras dizem que tocamos death-thrash metal e não puramente death metal.
Tempestade Conservadora 7:Esse mesmo casamento musical acontece com o Doom Metal?
Yordan:Pessoalmente, ouço muito o doom metal. Gosto de My Dying Bride, o velho Anátema e o novo Anátema, é claro. Esoteric,Candlemass,Shape of Despair. Talvez eu seja o culpado por alguns vestígios de destruição no nosso estilo.
Tempestade Conservadora 8:O que a banda quer dizer com atmosférica militante?Pois vimos isso muito em Dancho.
Yordan:O som agressivo e a força presente no álbum refletem a energia que quer explodir do lado de fora. Todos nós temos essa energia chegando e especialmente o cantor de Metal tem que ser enérgico, caso contrário, estamos falando sobre algum outro estilo de música. Eu não gosto de alguns exemplos de metal extremo contemporâneo, onde tudo é exagerado a ponto de ser absurdo.Por exemplo, bateria de velocidade da luz, fragmentos ultra-rápidos e assim por diante.Mas você não pode ouvir nenhum impulso ou sentimento nele e é tão programado. Como se tudo isso fosse algum tipo de corrida.
Dancho:É engraçado porque eu sou o único na banda que ainda ouve heavy metal e power metal além das coisas brutais. Gosto de ouvir bons vocalistas extremos. Nesse gênero, o canto costuma ser tratado como um instrumento que fala a mensagem escrita por trás da letra. Eu gosto desse conceito, mas também gostaria de ouvir a agressão brutal e honesta da voz que não apenas toca junto com os instrumentos, mas compete com eles e tenta liderá-los. O caso da “Umbra” é como Yordan descreveu, é como um trem que tenta acertar seu rosto e transmite diretamente a sensação sem explicações supérfluas.
Tempestade Conservadora 9:Como a banda chegou na Art Gates Records?
Yordan:Enviamos a eles uma demo da nossa música Silent Stream em 2017 e eles gostaram, e propusemos um contrato.
Tempestade Conservadora 10:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque e Qual a ideia da capa do álbum?
Yordan:Sim, é conceitual do começo ao fim. A arte da capa representa o eclipse da psique humana quando alguém não integra sua sombra pessoal, e o álbum explora os problemas que surgem disso – interno e externo. Alguns deles são: preconceito, violência, ódio, inveja, medo, ganância e assim por diante. A introdução do álbum transmite algumas palavras do eminente psicólogo suíço Carl Gustav Jung sobre esse problema, e eu diria que o álbum, embora não explore deliberadamente suas idéias, as pisa em grande parte, apenas porque são essenciais, universais e existencial – e acreditamos que eles são muito importantes em nossos dias turbulentos.
Tempestade Conservadora 11:A Banda terá shows ou turnês a fazer em 2019?
Dancho:Este ano, investimos nosso tempo extremamente na gravação do álbum. Tocamos em festivais menores e apenas em alguns shows. Posso dizer que estamos todos muito satisfeitos com o resultado, porque marcamos uma data final para o lançamento e conseguimos organizar tudo para que o álbum não perca nossa atenção. Portanto, nenhum compromisso foi feito com o registro e Yordan:Faremos uma promoção da “Umbra” em nossa cidade de Sofia no final de novembro. Depois disso, participaremos do tributo anual e tradicional e muito respeitado na cena metal na Bulgária, a Chuck Schuldiner. No próximo ano, faremos uma turnê na Bulgária e nos países vizinhos e, esperançosamente, tocaremos em alguns dos festivais de verão extremos.

Tempestade Conservadora 12:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?
Yordan:Primeira palavra – Sepultura! Todos nós crescemos com eles, eles são um marco na música mundial em geral. Outros para mim, é claro – Sarcofago (também cresceu com eles), Krisiun, Torture Squad. Vocês têm uma magnífica cena de metal, só podemos aprender com vocês!
Dancho:Não nos esquecemos de Angra.
Tempestade Conservadora 13:Como é a Cena Metal da Bulgária?
Yordan:Para um país relativamente pequeno, temos uma enorme cena de metal, infelizmente posso dizer que sempre esteve sob o radar. Temos muitas bandas de metal muito boas, algumas das quais remontam ao final dos anos 80. Aqui, o regime comunista que flagelou o país entre 1945 e 1989 colocou sua marca pesada na sociedade. Por quase 50 anos, toda a liberdade foi suspensa e ninguém foi autorizado a se expressar, a dizer ou a fazer qualquer coisa que fosse contra o Partido. Naturalmente, isso levou a muita raiva reprimida e a um talento que estava oculto profundamente. Após o outono comunista de 1989, a cena do metal explodiu, coincidindo com o apogeu do metal no mundo inteiro, que ocorreu nesse período. Então, o resultado – muitas e muitas bandas de metal underground, grande parte das quais, infelizmente, permanecem underground. Eu mencionaria bandas como Cassandra, Kriza, Crash, Bode expiatório, Past Redemption, Korozy, Enthrallment, The Revenge – esses são exemplos mais antigos e pesados. Hoje temos um renascimento e muitas bandas jovens e muito talentosas também surgiram.
Tempestade Conservadora 14:O que a Hyperborea tem de diferente de suas bandas anteriores?
Yordan:Eu estou na Hyperborea desde 1998 e esta é a minha banda. Antes disso, eu ainda era adolescente e tocava em algumas bandas de metal amadoras.Dancho:Eu costumava estar em algumas outras bandas orientadas principalmente no death metal melódico. O que é diferente para mim no Hyperborea, além do gênero, é a maneira como a música está sendo feita. Envolve um tempo mais criativo na sala de ensaios e também envolve todos os músicos, independentemente de quem seja o autor da ideia original.
Tempestade Conservadora 15:Porque a banda tem esse nome?
Yordan:Nós escolhemos o nome após a música da banda suíça de death metal Messiah, porque gostamos da banda.
Tempestade Conservadora 16:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou
Yordan:Seja saudável e positivo, mantenha-se fiel aos seus amigos e familiares, seja gentil um com o outro! Ouça o metal e confira nossa banda, espero que você goste!
Dancho:O mesmo. Respeite os outros. Apoie sua cena local.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: