Entrevista 416 com Mark Sugar


A Tempestade Conservadora Chega a sua Entrevista 416 com a Banda Norte-Americana Black Sites.A Banda nos lança seu segundo álbum completo intitulado como Exile.A Banda tem essa formação:Mark Sugar como Guitarrista e Vocalista,Ryan Bruchert como Guitarrista,Jose Salazar como Baixista e Garry Naples como Baterista.Mark respondeu nossas perguntas.Mas,antes delas,vamos a uma música deles.

TC 1:Apresente a banda pra nós?

Mark Sugar-Black Sites:Olá!Nós somos a Black Sites e a banda é formada por mim Mark Sugar na guitarra e no vocal, Ryan Bruchert na segunda guitarra, Garry Naples na bateria e Jose Salazar no baixo.

TC 2:Fale sobre o trabalho de composição em Exile?

Mark:Eu geralmente escrevo todas as músicas da banda. Vou apresentar as músicas para os outros caras, e eles adicionarão seu próprio estilo e idéias. É assim que fazemos as coisas.

TC 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Mark:As primeiras músicas que lançamos foram “To The Fire” e “Feral Child”. Eu acho que essas músicas foram as mais acessíveis imediatamente e, mais importante, elas estavam entre as mais curtas!

TC 4:Qual tema lírico do álbum?

Mark:Não há um tema lírico geral no álbum. Há muitos assuntos diferentes abordados. Algumas das músicas são sobre questões sociais maiores, outras são mais pessoais. Um dia eu poderia fazer um álbum no estilo “Operation: Mindcrime”, onde todas as músicas são sobre uma coisa, mas até agora eu não tive a atenção necessária para escrever algo assim.

TC 5:A Banda fará shows em 2020?

Mark:Sim, haverá alguns shows em 2020. Também estamos trabalhando no material para um novo álbum. Eventualmente, haverá mais notícias sobre essas duas coisas.

TC 6:Porque a banda tem esse nome?

Mark:O termo “Black Sites” refere-se a um local onde o governo ou militares podem secretamente deter e torturar pessoas indefinidamente. As forças armadas dos EUA fazem isso há anos e, em nossa cidade natal que é Chicago, a polícia tem operações semelhantes até hoje. Não somos muito uma banda política, mas o nome é a nossa maneira de lembrar as pessoas de que, independentemente do que estamos cantando, a opressão ainda existe.

TC 7:O que a Black Sites tem de diferente de suas bandas anteriores?

Mark:No que diz respeito às nossas bandas passadas, a diferença no som deve ser bastante óbvia. O Black Sites é uma coisa própria, com seu próprio conjunto de influências, independentemente do que qualquer um de nós tenha feito no passado.

TC 8:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?

Mark:Claro que estamos familiarizados com bandas brasileiras! Obviamente, o Sepultura é a banda de metal brasileira mais conhecida aqui nos EUA., Mas Sarcofago e especialmente Krisiun também vêm à mente.

TC 9:Qual a ideia da capa do álbum?

Mark:O trabalho artístico foi apenas uma ideia que tive enquanto estávamos trabalhando no álbum. Pode ser interpretado de várias maneiras, mas para mim trata-se de ser exilado da sociedade, ao mesmo tempo em que se retira da sociedade. Devo também mencionar o artista Adam Burke, que fez um trabalho incrível ao traduzir minhas idéias muito rudes em uma obra de arte realmente ótima.

TC 10:Como a banda chegou na Hoove Child Records?

Mark:Somos amigos do proprietário do Hoove Child; ele está na verdade em outra banda com o nosso baixista José. Ele ouviu um pouco de “Exile” e estava interessado em lançá-lo em CD, no qual concordamos em trabalhar com ele.

TC 11:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Mark:O álbum definitivamente não é conceitual! Há muitos assuntos diferentes abordados aqui, a maioria dos quais nada tem a ver um com o outro.

TC 12:Como é a Cena Metal de Chicago?

Mark:A cena aqui é bem apertada, mas há muitas bandas ótimas. Se você está lendo isso, confira Without Waves, Dysphoria, HeWhoCorrupts, Midnight Dice, Professor Black, Bones, Novembers Doom, Mexican Werewolf, Wizzo, Nequient e provavelmente dezenas de outras que estou esquecendo. Ou, se você quer ir para Chicago à moda antiga, sempre há Trouble e Cyclone Temple.

TC 13:A Banda sentiu diferenças no som e na parte lírica entre In Monochrome e agora em Exile?

Mark:Há uma grande diferença no som entre os dois álbuns. Por um lado, toda a formação da banda mudou, exceto eu. As músicas são melhores, na minha opinião e a produção combina mais com a banda em “Exile”. Quanto às letras, “In Monochrome” era mais um álbum pessoal e um pouco mais suave. “Exile” é um pouco mais mundano e talvez um pouco mais irritado.

TC 14:Porque a banda fez duas canções extra?

Mark:

Sempre tentamos gravar músicas extras, se tivermos tempo – fizemos o mesmo para “In Monochrome”, embora nossa antiga gravadora não quisesse lançá-la. De qualquer forma, eu sempre quis fazer uma música do Queensryche e convenci o resto da banda a fazer “En Force”. A capa do Black Sabbath foi na verdade ideia de Garry. Nós conversamos sobre isso meio que brincando por um longo tempo, mas quando estávamos trabalhando em “Exile”, decidimos fazer isso acontecer.Nós lançamos apenas “En Force” para arrecadar dinheiro para uma mulher que morreu tragicamente após um acidente em um show de metal. Ela era uma grande fã de Queensryche e parecia apropriado. Eventualmente, também colocamos a outra faixa on-line, apenas porque pensávamos que as pessoas poderiam estar interessadas em ouvi-la. Nenhuma música está relacionada ao álbum de forma temática, são apenas faixas bônus.

TC 15:Porque foram colocados vocais adicionais na música Feral Child?

Mark:Eles não são realmente “vocais adicionais”. Meu filho nasceu durante a gravação do álbum e, por qualquer motivo, um dia eu o gravei chorando e o coloquei nessa música. Você pode ouvi-lo logo antes do solo da guitarra. Foi feito quase como uma piada, mas agora eu tenho um bebê com sua própria lista no Metal-Archives.com, o que é ainda mais engraçado.

TC 16:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou

Mark:Gostaríamos de agradecer a quem ainda está lendo isso! Nós amamos vocês e agradecemos seu apoio. E se você gosta do que ouve, em breve haverá mais!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: