Entrevista 418 com Jesper Larsen


A Tempestade Conservadora Chega a Sua Entrevista 418 com a Banda Dinamarquesa de Metalcore Royal Deceit e a banda nos lança seu Primeiro Álbum intitulado como Animus.A Banda tem essa formação:Mathias Jessen como Vocalista,Jesper Larsen e Alexander Jacobsen como Guitarristas,Andreas Laursen como Baixista e Simon Drachmann como Baterista.Jesper foi quem respondeu nossas perguntas.Porém,antes delas,vamos a uma música deles:

TC 1:Apresente a banda pra nós?

Jesper Larsen-Royal Deceit:Olá! Muito obrigado por fazer isso!
Nossa banda composta por cinco pessoas e é composta por Mathias nos vocais, Jesper e Alexander nas guitarras, Andreas no baixo e Simon na bateria.

TC 2:Fale sobre o trabalho de composição em Animus?

Jesper:Bem, o Animus é composto de maneira tradicional. Ou seja, você coloca o CD e o ouve de ponta a ponta. Isso significa que, quando tocamos shows ao vivo, podemos tocar o álbum na íntegra. Então, a história repete as funções como um interlúdio para o qual entramos no palco, e o fim dos dias é um alerta para a multidão. Mas, tentamos tornar todas as músicas o melhor possível, para que você não precise ouvir todas as músicas antes dele. Algumas músicas são compostas como a maioria das músicas que você ouve no rádio, mas faixas como Backstabber têm uma composição estranha com muitas peças e pontes diferentes. Tentamos misturar aqui e ali. Espero que tenha funcionado!

TC 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Jesper:Na verdade, lançamos 3 singles. Echoes of Hate, Pariah com a participação de Mirza de Siamese e Bite the Curb.O raciocínio era que pensávamos que eram as músicas mais fortes, e também as que mostravam nosso potencial e o que somos capazes de outra razão é que os temas líricos estão mais atuais do que nunca.

TC 4:Qual tema lírico do álbum?

Jesper:Principalmente ódio. Parece tão sombrio e é porque nos sentimos assim. Há alguns aspectos políticos que nos fazem sentir dessa maneira, mas também apenas o aumento das questões psicológicas e de saúde mental e os danos ao nosso planeta. Assim, o ódio em nossas letras pode ser ambíguo no sentido de que pode ser sobre xenofobia, ódio contra você mesmo e, é claro, a destruição de nossas casas.

TC 5:A Banda terá shows em 2020?

Jesper:Sim. No início do lançamento, estamos tendo um tempo de folga, mas nossos calendários estão abertos e estamos agendando shows neste momento na Dinamarca e fora da Dinamarca.

TC 6:Porque a banda tem esse nome?

Jesper:Na verdade, o nome da banda é uma mistura de duas músicas. Heresia Real de Sangue por Heresia Divina e Lábios de Engano por Avenged Sevenfold. Na Dinamarca, temos uma monarquia e, portanto, você pode dizer que é um aceno para essa velha tradição.

TC 7:O que a Royal Deceit tem de diferente de suas bandas anteriores?

Jesper:É diferente no sentido de que somos muito mais sérios sobre essa banda e realmente ganhamos seguidores.

TC 8:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?

Jesper:É claro que o Sepultura é um deles e na verdade,nos inspiramos neles.

TC 9:Falem sobre a Cena Metal da Dinamarca?

Jesper:A cena do metal na Dinamarca está crescendo lenta mas firmemente. Mais pessoas estão abrindo os olhos e assistindo aos shows, e mais bandas estão surgindo a cada dia. Embora a maioria das bandas toque gêneros como o death metal, estamos percebendo um aumento nas partes mais melódicas do metal também.Between Oceans, Siamese, Daze Of June,Wolves Among us,Beneath the Silence e Auralist são alguns deles.

TC 10:Qual a ideia da capa do álbum?

Jesper:A idéia era que o homem da peste simbolizasse a história se repetindo. A praga voltou, mas de uma nova forma, em levar doenças mentais, ou xenofobia e medo. Há também uma dica de solidão e como grandes cooperações gananciosas se preocupam apenas consigo mesmas e não com as conseqüências de suas ações, resultando em mais destruição do nosso planeta.

TC 11:Como está sendo a recepção para o álbum?

Jesper:O álbum foi recebido muito bem e estamos muito agradecidos por isso. Até agora, nenhuma crítica negativa foi lançada!

TC 12:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Jesper:Não, não estamos tentando contar uma história. Estamos tentando dizer vários, que podem ser vistos de diferentes pontos de vista. Algumas músicas são de natureza pessoal como Backstabber e Chasing Ghosts, enquanto outras são políticas como Just Business, Oceans of Black e Echoes of Hate. Não estamos tentando pregar nada, mas apenas declarando algumas coisas, porque estamos preocupados com as tendências que estamos vendo.

TC 13:A Banda sentiu diferenças no som e na parte lírica entre Psalms For The Corrupt e agora em Animus?

Jesper:Há uma enorme diferença, que também foi nosso objetivo. Acreditamos que alcançamos esse objetivo, pois buscamos um som muito mais bem produzido, enquanto Psalms for the Corrupt e nosso primeiro EP SNAP, somos muito mais crus. A maneira como seguimos nossas composições também se encaixa melhor em nosso novo som, então foi um caminho natural para nós, apesar de adorarmos trabalhar com Tue Madsen nos EPs.

TC 14:A Banda tem pesadelos com suas músicas?

Jesper:Podemos ter tido pesadelos no estúdio. Músicas como Backstabber, Pariah e Elitist, somos assassinos em todos os instrumentos. Um dia, rastreamos por mais de 10 horas no Backstabber, e essas eram apenas as partes da guitarra! Agora, isso é um pesadelo para todo guitarrista.

TC 15:É correto dizer que as músicas History Repeats e End Of Days são instrumentais?Se sim, por que?

Jesper:History Repeats é toda instrumental. Na verdade, é tudo digital. Montamos juntos no estúdio e tentamos capturar o sentimento geral do álbum.End of Days é uma faixa engraçada. É muito mais curto e diferente de todas as outras músicas e como mencionamos anteriormente,deve ser um HEY! Estamos aqui e você está ouvindo Royal Deceit. Acorde!

TC 16:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou

Jesper:Obrigado a todos pela leitura, transmissão e assim por diante. E obrigado por fazer esta entrevista! Ficamos impressionados com o interesse em nossa pequena banda dinamarquesa e gostaríamos de visitar seu belo país algum dia. Espero que mais cedo ou mais tarde.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: