Entrevista 436 com a Banda Finlandesa Bailout


A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 436 com a Banda Finlandesa Bailout e a banda nos lança seu segundo álbum intitulado como Road To Redemption.A Banda tem essa formação:Joel Vuohelainen como Vocalista e Trompetista,Simo Andersén e Teemu Uimonen como Guitarristas e Ilmari Ahlgren como Baixista.A Banda como um todo respondeu nossas perguntas.Você acompanha elas em todas as suas emoções.Mas,antes disso,uma música deles.Lembrando que colocaremos os nomes dos integrantes em suas respectivas respostas.

TC 1:Apresentem a banda pra nós?

Bailout:A Bailout é esta:Joel Vuohelainen nos Vocais principais e no trompete,
Simo Andersén na Guitarra e nos vocais de fundo,Teemu Uimonen na Guitarra e
Ilmari Ahlgren no Baixo.

TC 2:Falem sobre o trabalho de composição em Road To Redemption?

Simo:“Algumas das músicas que compus junto com o Teemu e outras que fizemos. Lembro que tínhamos muito material antes de nos mudarmos para o estúdio e demorou muito tempo e trabalho para escolher as músicas do álbum para obter a sensação certa.

Teemu:Grande parte da composição foi feita apenas com softwares de guitarra e gravação, mas algumas partes terminamos nos ensaios com toda a banda. Eu pessoalmente gosto da última abordagem, porque muitas vezes você obtém uma grande energia e um fluxo” natural para que a música faça as coisas em grupo. Mas sim, talvez tivéssemos mais de vinte músicas antes de entrar no estúdio. Um monte de material para trabalhar.

TC 3:A Banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Simo:Hmm, talvez nós apenas conversamos sobre quais músicas seriam as melhores escolhas para solteiro e quais músicas representariam melhor a linha musical do álbum. Democraticamente, escolhemos “1999” e “Into the Light” para os primeiros singles.

TC 4:Qual tema lírico deste álbum?

Joel:Existem vários temas nas músicas, mas a maioria dos temas circula em torno da psique e do comportamento humano, especialmente os lados sombrios da humanidade. Como devemos admitir e aprender com os erros do passado e tentar encontrar um caminho para melhorar a nós mesmos, não apenas como indivíduos, mas também como uma humanidade coletiva.

TC 5:A Banda fará shows em 2020?

Joel:Temos alguns shows agora na primavera reservados na Finlândia. O próximo é 18 de abril na bela cidade costeira de Kotka. Os planos de verão ainda estão abertos, mas no outono ou no mais tardar, faremos mais shows para promover o álbum.

Teemu:Em geral, temos uma ótima sensação no palco agora. Nosso novo candidato a baterista acendeu o palco.Não literalmente e nos shows que tocamos com ele. Estamos muito animados para tocar ao vivo de novo!

TC 6:O que a banda entende por Metal Moderno?

Teemu:Nossa música é uma mistura de rock e metal. Heavy Rock e Alternative Rock/ Metal são os termos que geralmente são usados para nos descrever, mas metal moderno não é um termo ruim agora que penso nisso. O que torna nossa música metal moderno é talvez a combinação de rock e metal, o uso frequente de harmonias vocais e o uso de trompete que é um instrumento incomum nesse contexto .

TC 7:Qual a diferença da Bailout para as suas bandas anteriores?

Joel: “Bem, na verdade, essa foi minha primeira banda real quando começamos no início de 2010 e o Bailout sempre foi o projeto mais querido e íntimo para se trabalhar, embora tenha havido outras bandas e projetos queridos desde então.”

Simo: Esta é a minha segunda banda real e a banda mais antiga em que já toquei. Também tenho outras bandas e projetos, mas acho que o Bailout é o mais querido para mim também.

Teemu: Eu toquei death e thrash metal nas minhas duas primeiras bandas, que eram os gêneros de escolha para mim naquele tempo. Eles eram bandas importantes para mim e ensinaram que tocar música com os amigos é super incrível. Quando encontramos o Bailout com o Simo no final de 2009, tocar em uma banda acabou sendo a melhor coisa de todas. A expressão musical tornou-se mais aberta e, com o tempo, o Bailout se tornou um importante canal terapêutico para mim. É mais fácil demonstrar os sentimentos bons e ruins do que falar sobre eles.

TC 8:Porque a banda tem esse nome?

Joel:“Originalmente, era apenas algo que inventamos sem um significado mais profundo. Ao longo dos anos, cresceu uma espécie de significado para resgatar da vida normal chata fazer e tocar a música que fazemos.

TC 9:Falem sobre a Cena Metal da Finlândia?

Joel: “O metal ainda é relativamente grande e a cena é animada na Finlândia, embora não seja tão popular quanto talvez dez anos atrás. Existem as bandas mais antigas como Nightwish, Children of Bodom e etc que são maiores do que nunca em todo o mundo, mas poucas bandas novas o tornam grande hoje em dia. Um monte de coisas interessantes acontecendo na cena underground como nós.

TC 10:A Banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?

Joel:Não muito, apenas Sepultura. Definitivamente gostaria de ouvir um pouco mais!

Teemu:Sim, também não muito. Além do Sepultura, eu conheço Angra, desde que eu era fã de Kiko Loureiro naquele tempo. Ainda é um guitarrista incrível fazendo suas coisas no Megadeth agora.

TC 11:Qual a ideia da capa do álbum?

Teemu:Eu fiz o trabalho artístico apenas seguindo minhas vibrações subliminares ao ouvir o álbum. Portanto, está aberto para muitas interpretações. Em geral, estou feliz com a vibração distorcida e ligeiramente psicodélica e com o equilíbrio do desespero e espero que isso aconteça.

TC 12:A Banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Joel:Existem temas recorrentes de música para música e talvez um sentimento parecido com o do álbum, mas não há um conceito claro por trás de todas as músicas. Eu acho que esse sentimento de relação entre as músicas vem do período da vida em que o álbum foi criado e as músicas e as letras juntas.

TC 13:A banda tem pesadelos com suas músicas?

Joel Parte 1:Até agora, ninguém agradeceu a Deus. Mas talvez alguns pesadelos tenham sido usados nas letras.

Simo Parte 1:Não sei se tenho pesadelos com nossas músicas, mas se vejo uma, seria sobre a música “Road to Redemption”. Eu acho que tem uma vibe de pesadelo muito forte na introdução.

Teemu:”Eu tenho tido.Em um sonho, estávamos no estúdio gravando nosso álbum anterior “… As the Winds Blow On” e uma das músicas foi completamente alterada no mix. Nosso gravador / produtor teve essa ótima idéia de colocar vocais de rap e diferentes amostras de sintetizadores ruins para uma das músicas. Todos os outros caras da banda estavam realmente empolgados com essas novas mudanças e fiquei chocado com o quão horrível o resultado final foi.

Joel Parte 2:Sim, eu também tive esses pesadelos com apresentações ao vivo.

Simo Parte 2:Ah, sim, eu também vi um pesadelo quando estávamos gravando o álbum anterior As the Winds Blow On”. Mas era sobre a capa do álbum, que era um desenho realmente muito ruim no papel e todos na banda exceto eu eram como “é isso aí, vamos ficar com isso e pressionar”. E eu estava realmente chateado com todo mundo. Foi terrível.

TC 14:A banda tem uma música nesse álbum chamada 1999. Esse ano foi especial para a banda de alguma forma ou é apenas uma música aleatória?

Joel:O ano não é tão importante quanto o período que representa. Todos nós da banda temos boas lembranças dos anos 90 e início dos anos 2000, quando estamos crescendo, iniciando nossas carreiras musicais e os tempos eram despreocupados. A música é sobre aquela nostalgia de volta à juventude.

Simo:Sim, a composição em si era apenas uma música aleatória no começo quando a trouxe para a mesa. Joel e Teemu sentiram que havia algo nostálgico na música e nas melodias.

TC 15:A Banda sentiu diferenças no som e na parte lírica entre As The Winds Blow On e agora em Road To Redemption?

Joel:Bem, talvez haja alguns elementos nas letras que você possa dizer como continuar do álbum anterior, mas no geral o tema do álbum é bem diferente. No primeiro álbum, os temas são mais sobre relacionamentos humanos e desapego. O novo álbum aborda tematicamente a psique humana e por que nos comportamos da maneira que fazemos e também como podemos melhorar a nós mesmos.

Simo:Pessoalmente, acho que o novo álbum não parece muito diferente, porque o estilo musical é semelhante ao álbum anterior. Mas é claro que há coisas que fizemos melhor agora e também acho que nossas composições são melhores neste novo álbum.

Teemu:Eu acho que nossas composições são melhores em “Road to Redemption”. Também prefiro o som do novo álbum.

Joel Parte 2:Sim, a banda e o som definitivamente evoluíram e se estreitaram em comparação com o primeiro álbum.

TC 16:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou

Joel:Saudações a todos os nossos amigos no Brasil e continuem curtindo!

Simo:Obrigado por nos apoiar e ouvir nossa música. Espero que possamos tocar no Brasil algum dia.

Teemu:Obrigado por manter o metal vivo no Brasil! Seria totalmente incrível tocar lá um dia!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: