Entrevista 446 com Frank Homma e Banda Holandesa Atmoran


A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 446 com a Banda Holandesa Atmoran.A Banda nos mostra seu Primeiro EP intitulado como Omen.A Banda tem essa formação:Frank Van Der Ploeg como Baixista e Vocalista,Frank Homma e Klaas Haaksma como Guitarristas e Max Van Der Meij como Baterista.Frank Homma foi quem respondeu nossas perguntas.Mas,antes de vocês,acompanharem nosso papo em todas as suas emoções.Vamos a uma música deles.

TC 1:Apresente a banda pra nós?

Frank Homma-Atmoran:Somos quatro jovens de ‘Dokkum’, uma pequena cidade no norte da Holanda. Frank van der Ploeg no baixo e nos vocais, Klaas Haaksma na guitarra Rhythm, Max van der Meij na bateria e Frank Homma na guitarra. Tocamos juntos há cerca de seis anos e gravamos dois álbuns, o anterior foi lançado com o nome anterior.

TC 2:Falem sobre o trabalho de composição em Omen?

Frank Homma:Então, para este EP, queríamos experimentar um pouco com diferentes estruturas de músicas. Por exemplo, a música de abertura ‘Omen’ não tem um refrão, é uma decisão que tomamos. A próxima música ‘Dignity’s Veil’ tem uma estrutura de música mais padrão, mas com uma introdução longa e um curto intervalo no meio da música. No geral, o que tentamos alcançar foi um equilíbrio saudável entre partes mais simples pesadas e partes mais melódicas que também são harmonicamente interessantes. Também usamos outros instrumentos como piano, seções de cordas e coros para adicionar mais dinâmica, o que achamos que funciona muito bem para dar ainda mais impacto a partes já pesadas, ou para embelezar momentos mais sutis.

TC 3:A banda escolheu algum single pra este EP e o porque desta escolha?

Frank Homma:Eu não acho que nós realmente escolhemos um single para este álbum, suponho que você quis dizer a música Omen’ que foi votada pelas pessoas como a música frísia do ano no ano passado. Não tomamos a decisão de escolher essa música. Eu acho que a maioria das pessoas gosta mais dessa música porque é pesada e bem direta ao ponto na maioria das vezes.

TC 4:Qual tema lírico deste álbum?

Frank Homma:Então, a letra toca no tema de crescer. Quando estávamos trabalhando nas músicas deste EP, estávamos quase chegando aos 18. Eles são todos os contos que lidam com os diferentes aspectos do crescimento, por exemplo, a música ‘Omen’ é uma história do dia do juízo final onde as pessoas estão esperando um cometa atingir a terra e acabar com a humanidade. É uma espécie de metáfora de como o seu mundo pessoal precisa mudar muito quando você envelhece; você tem muito mais responsabilidade, por exemplo.

TC 5:Podemos dizer que este EP é uma prévia para um álbum completo?

Frank Homma:Na verdade não. O EP consiste nas 4 melhores músicas que escrevemos nos últimos dois anos, e embora sempre quiséssemos gravar novamente, as músicas não foram necessariamente escritas para estarem juntas em um álbum. Definitivamente, queremos fazer um álbum completo a seguir, apesar de atualmente ainda estarmos escrevendo apenas para isso. Embora tenhamos gravado um single que pode ou não aparecer no próximo álbum completo.

TC 6:A banda fará shows em 2020?

Frank Homma:Claro! Como todos os anos que estivemos juntos, tocamos muitos shows, infelizmente ainda não temos no Brasil. Um que estamos ansiosos é o Dokk’em ao ar livre este ano. É um festival anual de metal em nossa cidade natal de Dokkum. Já tocamos lá algumas vezes antes, mas este ano tocaremos no palco principal, pelo qual estamos muito animados. Compartilharemos o palco com bandas como Dragonforce, Abbath e Haken!

TC 7:Como é feita neste álbum a mistura do Death Metal Melódico com o Trash Metal?

Frank Homma:Eu acho que tudo se resume à maneira como encaramos ritmos e dinâmicas. O que temos notado ultimamente é realmente quanto impacto uma parte diferente da bateria tem no som geral de um riff ou música. O que Max está tocando realmente coloca tudo em perspectiva e também altera a sensação do que o resto da banda está fazendo, às vezes empurrando-o para um som de Death metal e às vezes empurrando-o para um som de thrash metal. Quanto à dinâmica, mencionamos o equilíbrio entre peso bruto e melodia, que também é algo em que pensamos o tempo todo. Além disso, nosso som também é uma soma do tipo de música que todos gostamos pessoalmente, que está em todo lugar! Klaas gosta muito de thrash e rock oldskool, Frank van der Ploeg ouve muitas coisas do tipo black metal, mas também bandas como toto, Max gosta de progressivo e fusion e eu gosto de rock alternativo, funk e jazz. Uma das únicas bandas que realmente concordamos é com o Abba!

TC 8:Porque a banda tem esse nome?

Frank Homma:O nome “Atmoran” vem do universo de “The Elder Scrolls”, uma popular franquia de videogame.

TC 9:O que a Atmoran tem de diferente de suas bandas anteriores?

Frank Homma:Nossa banda anterior, ‘Sackback’ foi formada quando éramos muito mais jovens, desde então amadurecemos muito e o estilo da música também mudou. Por isso, decidimos mudar o nome.

TC 10:Falem sobre a Cena Metal da Holanda?

Frank Homma:Infelizmente, a cena do metal na Holanda não é muito favorável. Existem vários festivais de metal e locais menores que reservam muitas bandas de metal, mas são principalmente bandas de outros países.

TC 11:A banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?

Frank Homma:Somos grandes fãs de sepultura! Também gostamos de outras bandas brasileiras como Angra, tocar kiko loureiro com megadeth também me surpreendeu. Obviamente, o festival do rock in rio também é algo com o qual estamos familiarizados.

TC 12:Qual a ideia da capa do álbum?

Frank Homma:Para a obra de arte, entramos em contato com um profissional: Tom de Wit da Imagineering Suite. Ele também está no youtube. Contamos a ele sobre os conceitos líricos do álbum, também tínhamos a idéia de ter um grande relógio em algum lugar na capa, o relógio simboliza a passagem do tempo. Todo o resto da capa de Tom surgiu com base em nossos comentários.

TC 13:Como a banda chegou na Headbangers Records?

Frank Homma:Klaas e Frank van der Ploeg já compraram o CD ‘de Tamme Oosterhof quando eram jovens. Tamme é o chefe da Headbangers Records.O Resto é história.

TC 14:A banda acredita que este EP é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Frank Homma:De certa forma, sim, musicalmente as músicas não se conectam muito, mas as letras das músicas são sobre o mesmo tema, como discutimos. Então, é uma espécie de álbum conceitual.

TC 15:A banda tem pesadelos com suas músicas?

Frank Homma:Não temos muita certeza do que você quer dizer com esta pergunta. Não temos medo de que nossas músicas sejam roubadas ou algo assim, se é isso que você quer dizer.

TC 16:Como está sendo a recepção para o álbum?

Frank Homma:Tivemos muitas críticas positivas e as músicas também se saem bem. A canção “Omen” foi votada como a música frísia do ano, o que também foi muito bom. As pessoas têm sido críticas sobre a produção do disco, na qual definitivamente trabalharemos para melhorar nosso próximo esforço.

TC 17:Mandem uma mensagem aos fãs,nossa entrevista acabou

Frank Homma:Muito obrigado a todos os nossos fãs, por estarem presentes em nossos shows, comprando nossos CDs, ouvindo nossas músicas no spotify e, por outro lado, apoiando! Também obrigado por fazer esta entrevista e pela exposição!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: