Entrevista 451 com Ryan Quarrington e a Banda Australiana Shatter Brain


A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 451 com a Banda Australiana Shatter Brain.A Banda nos apresenta seu Primeiro Álbum intitulado como Pitchfork Justice.A Banda tem essa formação:Tom Santamaria como Vocalista,Matthew Disisto e Jack Hartley como Guitarristas,Pat Callaghan como Baixista e Ryan Quarrington como Baterista.Ryan respondeu as nossas perguntas,as quais serão respondidas agora em todas as suas emoções,mas antes disso.Uma música deles.

TC 1:Apresentem a banda para nós?

Ryan Quarrington-Shatter Brain:Shatter brain é uma banda pesada de cinco peças de Adelaide na Austrália Meridional. Formamos no final de 2017, os remanescentes de nossas bandas anteriores com o objetivo de levar nossa música para o próximo nível, principalmente no que diz respeito às turnês. Desde o início de 2018, lançamos uma demo e um EP dividido e fizemos turnês na maioria dos cantos da Austrália, Nova Zelândia e Ásia. Coletivamente, temos uma gama extremamente ampla de influências musicais e acho que isso está representado em nossa música. No entanto, sentimos que somos capazes de combinar com sucesso esses diversos estilos em músicas coerentes e bem escritas, especialmente em nosso novo álbum “Pitchfork Justice”.

TC 2:Fale sobre o trabalho de composição em Pitchfork Justice?

Ryan:O Pitchfork Justice foi um esforço verdadeiramente colaborativo, com todos os membros contribuindo para as composições e letras. Foi o resultado de muitos meses de jamming, escrita, demo e pré-produção implacáveis, durante os quais cada membro da banda e nossas amizades foram levados ao limite. Estamos extremamente satisfeitos com o produto final, realizado em colaboração com Jimmy Balderston no Ghostnote Recording Studios em Adelaide. Esse processo é discutido em detalhes em uma série de episódios na Web que lançaremos semanalmente a partir da próxima semana!

TC 3:A banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Ryan:Escolhemos a faixa de abertura “Talk in Fear” como o primeiro single a ser lançado do álbum. Esta foi uma das primeiras músicas que escrevemos para o álbum, e sentimos que musicalmente melhor representa o som da banda neste momento. Ele também tem um forte conceito lírico que pensamos que seria perfeito para um videoclipe; a música é um comentário sobre controle da fala e correção política no clima social atual e condena a tolerância de reações emocionais extremas e exageradas a ações ou comentários retirados do contexto. Com todo o medo e desinformação sendo propagados nas mídias sociais no momento, parece que nunca houve um momento melhor para lançar essa música. O vídeo foi filmado e editado por Brett Hookham, com excelente atuação de Tammi Mortem.

TC 4:Qual tema lírico do álbum?

Ryan:Liricamente, o álbum explora o estado atual do mundo ocidental, particularmente em torno das mídias sociais e da cultura do PC. Cada música explora um aspecto ligeiramente diferente disso, e tentamos não promover uma agenda específica em nenhum desses assuntos. Estamos interessados em ver como eles são interpretados por pessoas externas à banda!

TC 5:A banda fará shows em 2020?

Ryan:Com toda a histeria em torno do COVID-19 e os shows sendo cancelados todos os dias, é difícil saber quando poderemos retomar as turnês. No entanto, temos uma turnê australiana agendada para o final deste ano e todas as intenções de chegar ao exterior novamente antes do final do ano!

TC 6:Como foi a experiência em fazer um Split EP?

Ryan:Fazer o EP em conjunto com Blunt Shovel foi muito divertido! Os caras em Shovesy são grandes apoiadores de Shatter Brain desde o início, então, eles foram o primeiro nome que veio à mente quando procurávamos alguém para fazer um EP de split Para o nosso lado, gravamos duas músicas originais e um cover de “Blood and Thunder”, do Mastodon, que estávamos tocando ao vivo na época.Foi gravado entre turnês sob restrições de tempo apertadas que tornaram a logística desafiadora, mas amamos a autenticidade de como tudo aconteceu no final! Ainda temos algumas cópias disponíveis para compra em nossa loja on-line.{Nota da TC:A Banda Blunt Shovel é uma banda que é australiana que nem os nossos entrevistados.Mas a diferença é que eles são de Melbourne e como nossos entrevistados falaram logo na Pergunta inicial,eles moram em Adelaide}

TC 7:Porque a banda tem esse nome?

Ryan:Porque soa bem!{Risos!}

TC 8:O que a Shatter Brain tem de diferente de suas bandas anteriores?

Ryan:A ideia do Shatter Brain era unir cinco indivíduos motivados que pudessem se basear em experiências anteriores para navegar melhor nas provações e tribulações normalmente enfrentadas por novas bandas. Eu acho que é isso que nos separa das nossas bandas anteriores, tão evidente pela quantidade que conseguimos alcançar em nosso curto espaço de tempo como banda ativa.

TC 9:Falem sobre a Cena Metal de Adelaide?

Ryan:A cena metal de Adelaide é pequena em número relativo ao resto do país, mas é uma comunidade unida e definitivamente supera seu peso em termos de qualidade de bandas. Nos mais de dez anos em que estivemos envolvidos na cena, vimos que ela cresceu e diminuiu de tamanho várias vezes, mas o calibre das bandas sempre foi de classe mundial. Bandas como Truth Corroded, Mournful Congregation, Captain Cleanoff e I Killed The Prom Queen estão hasteando a bandeira internacionalmente para a música pesada do sul da Austrália há décadas, enquanto a mais nova geração de bandas como Dyssidia e Freedom of Fear está começando a se destacar. ondas na Austrália e no exterior.

TC 10:A banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?

Ryan:Em nosso curto período como banda, já desenvolvemos fortes conexões com as bandas de metal brasileiras. Somos todos grandes fãs do início do Sepultura e tivemos a sorte de apoiar Max e Iggor Cavalera em sua turnê australiana “Return Beneath Arise” no ano passado. Também tivemos o prazer de viajar pelo Sudeste Asiático com Ratos de Porão no início de 2018 e mantivemos contato com eles desde então. Esperamos fazer uma turnê com eles em breve, espero que no Brasil!

TC 11:Qual a ideia da capa do álbum?

Ryan:A capa do álbum mostra muitas das idéias que são exploradas liricamente ao longo do álbum. Vemos que o personagem da frente foi algemado, amordaçado, teve a língua removida e o cérebro experimentado, e agora está sendo perseguido por uma multidão enfurecida e empunhada, liderada por um juiz. Vou deixar você decifrar tudo isso!

TC 12:A banda tem tido pesadelos com suas músicas?

Ryan:Sobre nossas próprias músicas? Eu não posso falar por todos na banda, mas certamente não eu!{Risos!}

TC 13:A banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Ryan:Eu não diria que é um álbum conceitual, mas há certos temas e idéias que são explorados na maioria das músicas do álbum.

TC 14:Como a banda chegou na Wormhole Death/Aural Music?

Ryan:Conhecemos o Wormhole Death através de uma banda australiana chamada “Sumeru”, que toca stoner / sludge metal. O baixista Pete nos colocou em contato com Carlo e, felizmente, ele amou o álbum! Carlo e o restante da equipe da WHD têm sido ótimos em trabalhar durante todo o processo, e não podemos agradecê-los o suficiente por tudo o que fizeram por nós até agora!

TC 15:A banda tem algum sonho?

Ryan:Fazer uma turnê no Brasil.

TC 16:Porque a banda fez músicas com os teclados?

Ryan:Existem várias seções de músicas do álbum que se aproximam do doom metal, então pensamos que essas seções seriam mais impactantes ao fornecer uma atmosfera adicional. Nosso bom amigo Charger Hilton é um pianista virtuoso e, por isso, o recrutamos para nos ajudar a conseguir isso usando sons de órgão do teclado e não podemos estar mais felizes com o resultado!

TC 17:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou

Ryan:Muito obrigado pelo seu apoio, é muito apreciado! Se você gostou do primeiro single, visite a nossa loja on-line para encomendar o álbum em https://shatterbrainmetal.square.site/Temos muitos novos conteúdos incríveis a serem lançados nas próximas semanas, portanto, siga nossas páginas de mídia social nos links abaixo:
https://www.shatterbrainmetal.com
https://www.facebook.com/shatterbrainmetal
http://twitter.com/shatterbrainaus
http://instagram.com/shatterbrainmetal
https://www.youtube.com/channel/UCPkAXW4zQaS3yQ1CaSeHLMg

Espero que possamos vir ao Brasil em breve! Felicidades!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: