Entrevista 689 com a Banda Finlandesa Soulwound


A Tempestade Conservadora agora pega pesado e coloca o pé na porta.Pois o estilo agora é cruel e sem pena.Pois é a Dupla devastadora do Thrash Metal com o Death Metal.Nada melhor que um local que respira o Metal pra isso e ele é a Finlândia.A Entrevista 689 foi feita com a Banda Finlandesa Soulwound e que lança seu álbum terceiro intitulado como The Suffering.A banda tem essa formação:Ilka Valkonen como Vocalista,Mikko Huusari e Niko Huusari como Guitarristas,Joni Järvenmäki como Baixista e Janne Huusari como Baterista.Janne respondeu as nossas humildes porém necessárias perguntas.Necessárias pra gente é claro,pra eles também pois é a chance da resposta,mas o fundamental é o público.Por isso,foram necessárias perguntas.As perguntas foram respondidas em todas as suas emoções.Mas,antes disso,vamos a uma música.

TC 1:Apresentem a banda pra nós?

Janne Hussari:Somos Soulwound, uma banda de metal extremo de Kouvola, Finlândia. Acabamos de lançar nosso terceiro álbum chamado The Suffering, cujo som está fortemente enraizado no thrash e death metal. Sou o baterista e letrista Janne Huusari, e meus dois irmãos tocam guitarra na banda.

TC 2:Falem sobre o trabalho de composição em The Suffering?

Janne Hussari:O material foi escrito gradualmente ao longo de alguns anos. Meus irmãos e eu compusemos todas as músicas, como sempre fazemos, e cada um de nós normalmente cria um rascunho de demos de nossas idéias musicais e, em seguida, as refina juntos. Escrevemos de forma bastante orgânica, deixando as ideias se acumularem e meio que encontrem seu lugar lentamente com o tempo. Na verdade, algumas das minhas canções no álbum trazem riffs e ideias que tenho guardado há dez anos ou mais.

TC 3:A banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Janne Hussari:Na verdade, lançamos três singles com vídeos. O primeiro, Waste of Life, foi lançado em 2019, antes mesmo de termos gravado o álbum inteiro ou de saber com qual gravadora iríamos. Então lançamos vídeos para Pleasures e The Cult of I antes do álbum ser lançado em setembro. Waste of Life foi escolhido para mostrar que falamos sério e que nossa música está mais agressiva do que nunca, se não mais. Isso foi balanceado com Pleasures que é uma faixa mais lenta e sinistra e representa um lado diferente do material. Finalmente, The Cult of I foi escolhido simplesmente por ser cativante. Era para ser lançado originalmente como um single apenas de áudio, mas decidimos rapidamente criar um vídeo DIY sem esforço para ele e nos divertir um pouco.

TC 4:Porque a banda tem esse nome?

Janne Hussari:O nome foi tirado diretamente de uma faixa bônus do Fear Factory. Estávamos lutando para encontrar um bom nome que ainda não tivesse sido escolhido, então eu apenas examinei meus discos para ver se conseguia encontrar algum título de música que funcionasse como um nome de banda. Havia um monte de outras sugestões, mas decidimos usar o Soulwound por sua simplicidade. Obviamente, o nome também se refere a danos infligidos à alma de uma pessoa, que podem ter consequências horríveis, que vão do suicídio ao assassinato em massa.

TC 5:Qual tema lírico do álbum?

Janne Hussari:O título do álbum vem do fato de que toda música trata do sofrimento de uma forma ou de outra, bem como do fato de que o sofrimento muitas vezes inspira a arte. O assunto das letras varia de fenômenos sociais e sociais a minhas ansiedades pessoais, enquanto escrevo todas as letras. Resumindo, na maioria das vezes sou inspirado pela raiva e escrevo sobre coisas que me irritam.

TC 6:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Janne Hussari:Não tocamos música para viver, então é apenas um hobby e estilo de vida para nós, um para o qual tentamos encontrar tempo sempre que nosso trabalho e vida pessoal permitirem. Pode ir contra a imagem típica de metaleiros devassos e bebedores de cerveja, mas meus irmãos e eu amamos exercícios, tanto cardio quanto musculação. Na verdade, acho que nem seria capaz de tocar essas coisas na bateria se não mantivesse minha condição física com exercícios, principalmente no palco, quando a intensidade aumenta para 11.

TC 7:Existe alguma banda dentro do seu estilo que vocês não gostam?Se sim,qual e porque?

Janne Hussari:Eu realmente não quero falar merda sobre outras bandas, mas vamos apenas dizer que nenhum de nós é fã de bandas comerciais que tocam pesado nas rádios de rock com seus refrões de sucesso calculados e produção de plástico.

TC 8:Existe alguma banda dentro do seu estilo que vocês gostam?Se sim,qual e porque?

Janne Hussari:Muitos para mencionar, realmente. Entre todos os membros, há uma tonelada de bandas de metal que gostamos e das quais podemos tirar influências.

TC 9:O que a Soulwound tem de diferente de suas bandas anteriores?

Janne Hussari:A música é mais pesada e brutal do que a maioria das coisas que fizemos antes com outras bandas, exceto que nosso vocalista Ilkka também fez um death metal puro.

TC 10:A banda conhece e gosta do Metal Brasileiro?

Janne Hussari:O Sepultura está no topo da nossa lista de heróis e influências. O vídeo ao vivo deles, Under Siege, de 1991, é praticamente o auge do metal para nós, e Igor Cavalera é um dos meus heróis pessoais por sua energia e poder. Também sabemos que o público brasileiro pode ficar completamente louco em shows ao vivo.

TC 11:Como foi a recepção para este álbum?

Janne Hussari:Tem sido extremamente positivo. A maioria dos críticos elogiou o álbum e Metal Temple até deu 10 pontos, chamando-o de uma obra-prima. Alguns revisores mostraram-se um pouco menos entusiasmados, mas essas pessoas estão erradas. E idiotas. Claro, uma avaliação é apenas a opinião de uma pessoa, mas boas avaliações servem como uma boa promoção e podem inspirar as pessoas a nos conferir. Foi assim que encontrei algumas bandas novas para ouvir.

TC 12:Qual a ideia da capa do álbum?

Janne Hussari:A arte foi feita pelo nosso amigo Escileus, que também fez a capa do nosso álbum anterior No Peace. Acabamos de enviar a ele um monte de letras e demos-lhe carta branca para ser criativo. Na verdade, ele estava lutando contra a depressão na época, e em certo ponto não tínhamos certeza se ele seria capaz de fazer a arte, mas depois que lhe enviamos mixagens preliminares das músicas, ele encontrou a inspiração para terminar o trabalho e nos surpreendeu agradavelmente com a qualidade da peça acabada.

TC 13:Falem sobre a Cena Metal da Finlândia?

Janne Hussari:Está subindo e descendo, realmente. O metal era na verdade bastante popular no final dos anos 90, e novamente no final dos anos 2000, depois que Lordi ganhou o concurso de música Eurovision em 2006 e de repente todos estavam entrando na onda e dizendo que gostavam de metal. Até o maldito primeiro-ministro mostrou os chifres do diabo em uma fotografia. Foi patético, realmente. Quando começamos a fazer shows ao vivo em 2006, a cena estava prosperando e havia muitas bandas e locais, mas desde então as coisas pioraram.

TC 14:Eu sinto que a harmonia da banda tocando é igual a um casamento?Isso aconteceu mais rápido que o esperado?

Janne Hussari:Eles dizem que estar em uma banda é como estar em um casamento assexuado com várias pessoas, especialmente se a banda estiver em turnê. Para nós, eu diria que tudo é baseado em nossa harmonia pessoal, com o que quero dizer que não temos personalidades difíceis na banda e todos nos damos muito bem, e permitimos um ao outro mudar e modificar as ideias musicais uns dos outros sem sendo muito protetor com eles. Isso nos permite adicionar coisas que gostamos pessoalmente à música e nos divertir com ela.

TC 15:A banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Janne Husssari:Não é um álbum conceitual de forma alguma, já que os tópicos das letras variam um pouco. No entanto, você poderia dizer que há um tema consistente de sofrimento percorrendo o álbum e se manifestando de diferentes maneiras nas letras.

TC 16:A banda sentiu diferenças no som e na parte lírica entre No Peace e agora em The Suffering?

Janne Hussari:Musicalmente, é uma progressão muito natural para nós como compositores, como foi No Peace em comparação com nosso álbum de estreia Seeing Red. Acho que intuitivamente nos tornamos melhores em compreender e incorporar elementos musicais como dinâmica, contrastes, tensão e liberação etc. em nossas canções. Além disso, borrifamos um pouco mais de elementos melódicos aqui e ali para contraste, mas o foco ainda está definitivamente no peso e na agressão. Quanto às letras, eu diria que foram escritas praticamente no mesmo estilo de antes, embora com um pouco de experimentação. Eu tendo a escrever o que vem naturalmente para mim, mas eu tentei incorporar tons diferentes em músicas diferentes, e também há uma pequena quantidade de humor negro para dar um sabor extra, que é na verdade uma influência direta do Strapping Young Lad.

TC 17:Mandem uma mensagem aos fãs,pessoal.A Entrevista acabou!

Janne Hussari:Se você chegou até aqui, obrigado pela atenção! Por favor, dê uma olhada em The Suffering, se ainda não o fez, e dê um like no Facebook se gostar do que ouvir. Essa música vem do coração e acredito que você será capaz de ouvir isso. Felicidades!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: