Entrevista 728 com a Banda Mexicana Matalobos


A banda é formada por Dante nos Vocais,German e Eduardo como Guitarristas,Carlos De Anda como Baixista e Clemente como Baterista.A banda nos respondeu todas as nossas perguntas.Vamos pra entrevista 728 com esta banda mexicana.Antes,é uma música deles.

TC 1:Apresentem a banda pra nós?

Matalobos:Somos Matalobos, uma banda melódica doom death de León, México. A banda começou em 2014, tendo agora em nossa discografia 2 EPs lançados chamados Matalobos & Until Time Has Lost All Meaning e um álbum completo (Arte Macabro, seguidos de nossa segunda produção completa que verá as sombras neste dezembro de 2020 Todo o nosso material está disponível para transmissão em todas as plataformas conhecidas.

TC 2:Falem sobre o trabalho de composição em The Grand Splendour Of Death?

Matalobos:Passamos quase 3 anos no processo de composição, gravação e pós-produção, queríamos lançar o álbum por volta de julho deste ano, mas com todo o material pandêmico tivemos que adiar a ideia original. É o nosso trabalho mais ambicioso e sólido até o momento, isso como resultado da colaboração entre todos os membros, adicionando arranjos e ideias de cada faixa. Corremos alguns riscos ou experimentamos para seguir novos caminhos musicais, não queríamos limitar a nossa criatividade, então você encontrará mais algumas dicas melódicas ou mortais lá, mas ainda assim as vibrações do Doom são básicas e têm presença constante sem dúvida .

TC 3:O que a banda quer dizer com esta frase?: Mesmo um homem de coração nobre que faz suas orações à noite, pode ser condenado quando o wolfsbane florescer e a lua de outono brilhar. “

Matalobos:Bem, esta é na verdade uma citação de Curt Siodmak, um escritor alemão que praticamente criou todo o conceito do “Homem-Lobo” e das lendas do Lobisomem, também é uma frase que aparece em muitos filmes de terror, como “O Homem-Lobo” de 1941. É representa para nós a maldição do homem, que não importa o quão puro você possa ser, o mal e as trevas estão sempre escondidos por baixo, e a cada momento pode sair e controlar você. É uma metáfora para a flor do melro, cheia de beleza por fora, mas mortal por dentro por seu veneno, como a nossa música.

TC 4:A banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Matalobos:Acreditamos que “Swallowed by the Earth” são as músicas que têm a ideia geral do álbum e que envolvem praticamente o som da banda, foi a música que tomamos também como referência para o trabalho de mixagem, então conseguimos muito familiarizado com ele e pensei que seria uma apresentação decente para tudo o que está por vir no álbum.

TC 5:Como a banda chegou na Concreto Records?

Matalobos:Faz quase 4 anos que gravamos nosso primeiro LP “Arte Macabro” entramos em contato com o dono quando ele vinha a um de nossos shows ao vivo, nos aproximamos para conversar e entregar a ele uma cópia do nosso material, ele gostou. e começamos a trabalhar juntos para o lançamento do álbum e, a partir daí, a relação tem sido muito boa. Sem dúvida é o selo # 1 do metal no México e na América Latina, o profissionalismo que eles fazem é do mais alto nível.

TC 6:Existe alguma banda dentro do seu estilo que você não gosta? Se sim, diga-nos qual e por quê?

Matalobos:Na verdade não, quer dizer, pessoalmente sou um grande fã desse tipo de música e é claro que existem bandas que eu gosto mais do que outras, mas eu gosto muito da maioria das bandas que ouvi dentro desse gênero.

TC 7:Qual literatura de horror ou filme inspirou a banda?

Matalobos;Na verdade, há uma enorme quantidade de literatura de terror e filmes que nos movem haha, mas apenas para citar alguns escritores, Stephen King, Clive Barker, HP Lovecraft, John Ajvide Lindqvist, Shirley Jackson, Jeff Lindsay, Sheridan Le Fanu entre outros.E no que diz respeito aos filmes: O exorcista, Livros de sangue, A conjuração, Hereditário, Suspiria, O VVitch, La habitación del niño, La comunidad, À l’intérieur, Musarañas, Canibal Holocaust, Alien, Reanimador, Evil dead, Visitante Q, O Iluminado, A Noite dos Mortos-Vivos, o bebê de Rosemary, O Massacre da Serra Elétrica, Halloween e a lista é infinita.

TC 8:Algum filósofo inspirou a banda?Se sim,quais e porque?

Matalobos:Sim, pessoas como Carl Gustave Jung, Salvador Freixedo e Manly P. Hall, filósofos e ocultistas. Uma de nossas canções Ignis Spiritus Morte é uma metáfora ocultista de uma invocação demoníaca, esses processos de invocação são antigos, principalmente egípcios, de onde vem toda a religião atual, e Manly P. Hall explica isso, em seus livros sobre ocultismo e maçonaria.

TC 9:O que a Matalobos tem de diferente de suas bandas anteriores?

Matalobos:O ritmo mais lento da música, além da liberdade de misturar violões com sons brutais. É uma banda que realmente não está ligada a um gênero, gostamos de imprimir todas as muitas influências que temos em todos os membros, sempre mantendo a sensação sombria e melancólica, esse é o nosso objetivo.

TC 10:Porque a banda tem esse nome?

Matalobos:Matalobos é a tradução grosseira da palavra “Mata-cão” que é usada como nome coloquial para a flor de acônito e em algumas lendas esta planta era usada para transformar lobisomens em homens, também pastores a usavam para envenenar lobos que tentavam comer suas ovelhas.

TC 11:A banda tem pesadelos com suas músicas?

Matalobos:Ao contrário, pesadelos inspiram nossas canções, há uma canção que escrevi após um sonho que tive onde estava preso em um lugar desolado e abandonado e tudo o que restou foram alguns prédios, e eu estava sozinho neste lugar.

TC 12:Falem sobre a Cena Metal no México?

Matalobos:Há uma cena crescente no México acontecendo agora, especialmente em nossa cidade natal León, você pode ver muitas bandas boas que estão focadas na qualidade da música e shows ao vivo, bandas como VST, Dark Matter, Satanic Rites III, Symbiotic , etc. As bandas daqui estão levando seu trabalho a outro nível, como resultado, muitos nomes locais estão indo até mesmo para fora do país. Em geral, por todo o México, o metal sempre esteve presente desde os anos 80, posso dizer, com bandas de alto nível como Cenotaph, Dies Irae, Agony Lords, Disgorge e assim por diante, cada estado tem uma grande quantidade de bandas fazendo seu trabalho e as oportunidades são começando a crescer, mas é sempre trabalho de cada banda lançar seu projeto a um nível profissional.

TC 13:Qual a ideia da capa do álbum?

Matalobos:Queríamos representar a majestade da Morte, de uma forma macabra, mas também de uma forma bonita, então a ideia de ter uma morte como a “madona” veio à nossa mente, dando a esta entidade uma imagem incomum, utilizando diferentes elementos nefastos e, como você pode ver, está segurando nas mãos um bebê amorfo, que pode representar a própria vida. Todo esse enorme trabalho foi feito pelo artista ou professor local Manolo González Zavala. Todo o interior e layout foram trabalhados por Dante, utilizando fragmentos das ilustrações de Gustav Doré, pois amamos seu trabalho e ele representa perfeitamente as vibrações deste álbum.

TC 14:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Matalobos:Jogar videogame, assistir filmes, se reunir para comer um gostoso churrasco e umas cervejas e claro, ouvir musica.

TC 15:Temos diferenças líricas e sonoras em Arte Macabro e agora em The Grand Splendour of Death?

Matalobos:Claro que já faz 4 anos desde o lançamento de Arte Macabro e a banda tem evoluído, acho que principalmente no som, as pessoas vão perceber que tem um som mais compacto e mais maduro já que toda a banda tem se envolvido mais com a criatividade. processo. Liricamente seguimos um caminho semelhante, o horror e a morte estão sempre presentes, talvez uma boa diferença é que Arte Macabro era focada nos mitos japoneses, enquanto agora conceitos são retirados de culturas antigas de todo o mundo, tendo a Morte como figura central. Sentimos que estamos alcançando uma evolução em nossa forma de trabalhar, escrever e nos relacionarmos como uma banda.

TC 16:A banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e porque?

Matalobos:De certa forma, sim, há uma concepção geral sobre toda a ideia da Morte, do ponto de vista espiritual, para um ponto de vista macabro; A ideia da morte é como a humanidade irá desaparecer em algum momento, mas haverá restos de nossa existência, também falamos sobre a morte como uma entidade que vem por nós na hora de nossa partida, mas os temas das canções não estão relacionados entre eles como uma espécie de “história”, são apenas tópicos separados que se encaixam em um conceito.

TC 17:A banda gosta de futebol?

Matalobos:Eu, pessoalmente, adoro futebol, continuo jogando campeonatos de domingo haha, e sou um grande fã do AC Milan e para mim o melhor jogador de todos é Ronaldo Luís Nazário de Lima, ou Fenômeno!

TC 18:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou!

Matalobos:Muito obrigado pelo espaço que vocês nos concederam para falar um pouco sobre nosso trabalho, foi um ótimo momento para compartilhar com vocês, O Grande Esplendor da Morte sai dia 4 de dezembro em todas as plataformas digitais e fisicamente com a Concreto Records, esperamos vocês pode ouvir e se divertir, Doom on!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: