Entrevista 738 com a Banda Armênia Ildaruni


A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 738 com a Banda Armênia apresenta o álbum debutante da banda intitulado como Beyond Unseen Gateways.É uma entrevista histórica para a nossa página.Já que nunca entrevistamos uma banda vinda deste local.Este álbum vem de uma gravadora sueca chamada Black Lion Records.Seu estilo é um estilo Pagão com Black Metal.Em 2018,a demo feita se chamou Towards Subterranean Realms.Vamos a entrevista feita.Lembrando que todos da banda responderam as nossas humildes perguntas.Vamos a uma música deles!

TC 1:Quem é quem na banda?

Ildaruni:Atualmente, a formação da banda é composta por quatro músicos: Artak Karapetyan como frontman é o vocalista e toca baixo, Robert Meliksetyan e Mark Erskine nas guitarras e Arthur Poghosyan é o baterista. É importante avisar que nosso ex-baixista Garbis Vizoian estava totalmente envolvido nas gravações de nosso álbum de estreia.

TC 2:Falem sobre o trabalho de composição em Beyond Unsen Gateways?

Ildaruni:Formamos uma banda em junho de 2016. Após o lançamento de nossa primeira demo, composta por 2 músicas, iniciamos ativamente o processo de composição, o que foi uma grande jornada para nós.Na maioria das vezes, nossas composições são longas e demoramos muito mais tempo e esforço para terminá-las. Basicamente, Robert estava compondo riffs e padrões principais, melodias brutas e então adicionamos partes de bateria, instrumentos acústicos, dando a aparência final e poder à música. A visão principal permanece a mesma, misturando black metal intenso e implacável com melodias folk únicas. Às vezes, pode ser comparável ao som quente do black metal helênico.

TC 3:Porque aconteceram os convites para Arthur Atayan e Anna Hovhannesyan?

Ildaruni:Tivemos experiência em tocar com Arthur Atayan que também esteve envolvido em nosso lançamento anterior . Foi um grande prazer trabalhar com ele durante o processo de gravação. Ele poderia tornar nossa música mais única e poderosa, adicionando um tom estranho e um ambiente atmosférico às nossas canções. O som o transporta de volta à vida antiga nas montanhas armênias. Ele definitivamente teve uma boa contribuição em nosso próximo álbum.Em relação a Anna Hovhannisyan, sabíamos sobre suas habilidades vocais profissionais e fizemos
uma oferta a ela para se juntar e gravar as partes vocais femininas na última faixa do álbum, que adicionou um pouco de sentimento e som místicos.

TC 4:A banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Ildaruni:Treading the path of cryptic wisdom é uma das canções mais intensas e diversas do álbum, repleto de riffs de guitarra cativantes envoltos em melodias folk poderosas que cria um todo majestoso e coeso. É por isso que decidimos revelar
como nosso primeiro single na forma de um vídeo com letra.

TC 5:Em suas vidas privadas, vocês acredita em mistérios pagãos ou esoterismo?

Ildaruni:Não se trata de nossas crenças precisas, mas sim de respeitar as crenças de nossos ancestrais. Suas crenças deixaram um enorme patrimônio e tiveram um grande impacto na formação futura de nossa história e cultura que deve ser lembrada e valorizada.

TC 6:Falem sobre a Cena metal na Armênia?

Ildaruni:A cena do metal na Armênia sempre foi muito importante para nós enquanto crescemos nela. Vimos muitas bandas ótimas se formando e se separando, tocamos com nossos amigos em diferentes shows ao vivo, vivemos dentro da cena do metal armênio. Grandes festivais e shows de metal com grandes bandas costumavam ser uma ocorrência regular, mas desde a pandemia global, a situação mudou e tudo parou. De qualquer forma, precisamos ser honestos e admitir que não há tantas bandas tocando ao vivo aqui na Armênia, e os shows de metal são muito locais e pequenos porque toda a comunidade do metal está ficando menor. Esperamos que com o tempo esse problema seja resolvido. É importante admitir que quase todos os eventos de metal acontecem em Yerevan porque é a maior.

TC 7:O que a Ildaruni tem de diferente de suas bandas anteriores?

Ildaruni:Tínhamos bandas diferentes e tocávamos em gêneros diferentes do metal, mas não havia nenhuma ideologia nos unindo e nos movendo para frente com as bandas anteriores.No caso de Ildaruni, queríamos fazer música realmente de alta qualidade, ser a tocha da cena do metal armênio. Conseguimos reunir em torno de um conceito e isso nos motiva a trabalhar mais e mais. Estamos tentando lançar uma luz sobre mitos antigos, eventos históricos e antigas tradições ocultas que se espalharam nos períodos pré-cristãos e pagãos da Armênia, usando nossa música. Essa é uma banda com um conceito forte e formada por pessoas ambiciosas, então não temos outra escolha a não ser seguir em frente, espalhando nosso artesanato escuro.

TC 8:Como a banda chegou na Black Lion Records?

Ildaruni:Quando terminamos as gravações do nosso álbum “Beyond Unseen Gateways” sabíamos que não seria tão fácil encontrar uma gravadora, especialmente levando em consideração que durante a pandemia mundial muitas gravadoras pararam de enviar inscrições, mas era muito importante para lançarmos nosso álbum de estreia profissionalmente, por meio de uma gravadora. Obrigado a Mark que já trabalhou com a Black Lion Records. Entramos em contato com a gravadora e nossa inscrição foi gentilmente aceita. Agora já estabelecemos um bom relacionamento com a Black Lion Records e estamos ansiosos por mais colaborações emocionantes com a gravadora.

TC 9:O que a banda quer dizer com Urartian domain?

Ildaruni:Urartu tem nomes diferentes; a maioria dos historiadores o chama de Araratian ou Van Kingdom. Se você também verificar algumas das antigas inscrições de Behistun, você notará que diferentes nações da época também chamavam Urartu de vários outros nomes. O Reino Urartiano e sua cultura começaram a se formar a partir do século 11 aC e, em seguida, ampliar seu território e espalhar sua cultura ao redor do Planalto Armênio e da Mesopotâmia, tendo uma grande influência sobre seus vizinhos, sejam eles tribos ou grandes impérios. Situado na encruzilhada de civilizações, o Reino Urartiano teve seu auge de poder e influência no século 8 aC. O sistema de escrita desenvolvido, o poderoso exército, arquitetura, cultura e sistema religioso tiveram um impacto influente no desenvolvimento de outras culturas, como por exemplo, a arquitetura e a cultura grega.

TC 10:A banda sentiu diferenças no som e na parte lírica entre Towards Subterranean Realms e agora em Beyond Unsen Gateways?

Ildaruni:Liricamente e musicalmente, não há diferenças entre esses dois lançamentos. Os temas líricos exploram o auge do domínio urartiano, por meio das maquinações cognitivas de uma época passada e da apreensão esotérica do antigo ocultismo pagão. Musicalmente, é uma mistura de melodias folk antigas e black metal tradicional, repleta de riffs pesados e incendiários, partes melódicas misteriosas e transições caóticas. Eu gostaria de observar que duas canções da demo foram regravadas e incluídas no próximo álbum.

TC 11:A banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou não e porque?

Ildaruni:Todo o conceito do álbum é dedicado à história, mitologia e esoterismo urartianos. Compartilhamos as páginas esquecidas da história urartiana, especialmente com nossas letras em que cantamos hinos aos deuses urartianos, descrevemos as relações com o principal adversário de Urartu como Império Assírio, bem como lançamos luz sobre o misticismo das crenças ocultas durante aqueles tempos antigos vezes.

TC 12:Qual a ideia da capa do álbum?

Ildaruni:Toda a ideia da obra de arte, que foi criada pelo nosso guitarrista Mark Erskine, era recriar ficcionalmente a antiga cidade de Ardini, que era o centro religioso do reino Urartiano. As muralhas, edifícios, montanhas e o céu estrondoso da cidade representam perfeitamente as eras das guerras ao redor da cidade e a glória e a altura do Reino Urartiano. Vale ressaltar que a cidade era famosa pelo Templo Musasir, construído em 825 a.C. e os jardins sagrados. Mark conseguiu capturar perfeitamente o conceito massivo e essencial do álbum.

TC 13:A banda conhece e gosta do metal brasileiro?

Ildaruni:Claro que nós fazemos. Existem algumas bandas realmente ótimas e mundialmente famosas como Sepultura, Mutilator, Sarcófago, Holocausto, Mystifier e outras que fizeram ou ainda fazem grandes coisas para a cena do metal mundial. Bandas brasileiras enriquecem a cena com seu som puro e absolutamente firme, por isso alcançaram o merecido reconhecimento e fama.

TC 14:Porque a banda tem esse nome?

Ildaruni:Tínhamos opções diferentes na hora de escolher o nome da banda, e paramos em Ildaruni que é o nome urartiano de um dos maiores rios da Armênia, chamado Hrazdan. Ildaruni é o nome do rio Hrazdan, como era conhecido durante os antigos tempos pagãos. Ainda hoje flui diretamente por nossa cidade, então só cabe venerá-la por ser uma fonte de vida sempre existente para nosso povo desde que a civilização existiu nessas terras.

TC 15:Existe alguma banda dentro do seu estilo que você goste? Se sim, diga-nos qual e por quê?

Ildaruni:Todos nós temos nosso gosto único em metal, e existem bandas influentes que nos inspiraram e nos uniram, como Rotting Christ, Windir, Acherontas, Melechesh, Nightbringer, Nokturnal Mortum Dissection e outros. Eles fornecem música metal de alta qualidade, combinando elementos de diferentes melodias folk, criando riffs memoráveis e viciantes. Cada uma dessas bandas tem sua própria riqueza e base musical e ideológica, que a tornam tão especial. Ouvindo essas bandas, vamos encontrando novos detalhes que por sua vez, nos inspiram a inventar um novo material para o Idlaruni.

TC 16:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Ildaruni:Cada membro da banda tem seus próprios hobbies, trabalho e preferências, mas a paixão de todos é a música. Além disso, todos na banda têm projetos paralelos em diferentes gêneros, sejam eles projetos de estúdio ou bandas ao vivo.

TC 17:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou.

Ildaruni:Nestes tempos difíceis em que o vírus mudou nossas vidas, teve um impacto negativo nos shows ao vivo e até na vida pessoal de todos, desejamos saúde e força a todos. Nós sabemos como a cena do metal mundial, e não apenas as cenas do metal, são afetadas pela pandemia global, mas isso não deve parar ninguém. Muito obrigado a vocês que nos apoiaram nestes tempos e nos motivaram para seguir em frente. Fique ligado e continue nos seguindo no Facebook, Instagram, Bandcamp e seja o primeiro a saber das nossas próximas novidades!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: