Entrevista 739 com a Banda Dinamarquesa Iotunn


A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 739 com a Banda Dinamarquesa Iotunn.A banda apresenta seu álbum completo.Vamos a uma música deles,Antes de nossa entrevista.A banda toca um Power Metal bem progressivo.O álbum será lançado em 26 de Fevereiro deste ano via Metal Blade Records.O Guitarrista Jesper respondeu as nossas humildes perguntas.

TC 1:Quem é quem na banda?

Jesper Gras:Jón Aldará como vocalista,eu e Jens Grás nas guitarras,Eskil Rask como baixista e Bjørn Andersen como baterista.

TC 2:Falem sobre o trabalho de composição em Access All Words?

Jesper:O trabalho com a composição foi uma jornada à parte, em cada música por si e em relação ao álbum em sua totalidade. Trabalhamos intensamente com o álbum por alguns anos e tentamos acessar o máximo possível de novas esferas criativas. Desta forma, você pode dizer que o processo de fazer o Access All Worlds e os temas de exploração e nas letras estão bem interligados. Ser curioso e ter a mente aberta tem sido e, esperamos, continuará a estar no centro de nosso trabalho de composição.

TC 3:Qual foi o tema lírico deste álbum?

Jesper:O tema segue alguns viajantes espaciais em sua viagem a vastos mundos desconhecidos no espaço. Eles estão em uma busca para encontrar um novo lugar para a humanidade viver porque a Terra está em um estado quase apocalíptico. Conforme a viagem evolui, os viajantes se deparam com questões existenciais sobre muitos aspectos da vida. Portanto, você pode dizer que é uma história sobre a humanidade como tal e a vida individual em conjunto.

TC 4:A banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha?

Jesper:Na verdade, demoramos algum tempo para escolher Voyage of the Garganey I como single. Mas coisas diferentes falaram por isso. Todo o nosso processo de composição e gravação do álbum começou e terminou com os vocais no refrão de Garganey. Então, para nós, foi o começo de trabalhar com Jón e foi a última coisa que fizemos antes de ir para Gotemburgo para mixar e masterizar o álbum com Fredrik Nordström. Portanto, neste assunto, faz sentido a nível pessoal. Além disso, musicalmente achamos que é um bom single porque é a faixa de abertura do álbum e tem um bom equilíbrio entre um toque atmosférico e hard rocking metal. Uma mistura que consideramos essencial ao fazer a música do IOTUNN.

TC 5:Como a banda chegou na Metal Blade Records?

Jesper:Depois de terminar nosso álbum na Suécia em fevereiro de 2020, entramos em contato com gravadoras na Europa e nos Estados Unidos. Para nós, o maior desejo era trabalhar com a Metal Blade Records, então Jón enviou o álbum para eles e felizmente eles gostaram muito do que ouviram.

TC 6:A banda sentiu diferenças no som e na parte lírica entre The Wizard Falls e agora em Access All Worlds?

Jesper:Sim e não, eu acho. Definitivamente, há uma grande diferença no som porque nós como músicos estamos em um processo constante de evolução. Meu irmão e eu escrevemos novas músicas constantemente e neste processo sempre encontramos novas formas de nos expressar musicalmente. Então, de muitas maneiras, isso aprofundou nosso som de uma maneira maior e mais nórdica, atmosférica, eu acho. É realmente um processo que ocorre tanto consciente quanto inconscientemente. Conforme o tempo voa, acho que as inspirações e energias tendem a se aprofundar e isso é sentido na música, eu acho. Com sorte, {haha}.

TC 7:O que a Iotunn tem de diferente de suas bandas anteriores ?

Jesper:Pessoalmente, toquei em bandas diferentes. Quando eu estava na 6ª série ou algo assim, comecei a escrever meus primeiros riffs e escrevi-os como tablaturas. Na verdade, ainda tenho isso hoje, haha. Portanto, o metal estava no centro do início. Ao longo dos anos toquei rock psicodélico, rock clássico, diferentes bandas de metal abrangendo muitas inspirações e em uma orquestra clássica. Então, muitas coisas diferentes, e eu acho que vale para nós todas as bandas que fizeram parte da maior parte de nossas vidas.

TC 8:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Jesper:Além de estar na música, amamos muitas coisas diferentes como natureza, leitura, estar com amigos e família. Todas as coisas que mais importam.

TC 9:Qual a ideia da capa do álbum?

Jesper:A ideia reflete o tema do álbum. Acho que retrata a viagem dos viajantes espaciais com os diferentes destinos durante a viagem e retrata o enraizamento natural e cosmológico do ser humano. Tudo isso está ligado à natureza existencial e filosófica da existência humana e à ideia circular de conexão de todas as coisas no tempo e no espaço. Espero que faça sentido, haha.{Nota da TC:Claro que faz sentido,todos os guitarristas são as almas de qualquer banda de metal}

TC 10:Quais são as bandas que influenciam a Iotunn?

Jesper:Isso realmente se trata de uma lista infinita. Recebemos tanta energia e inspiração de tantas bandas diferentes – também de muitas bandas não metal. No momento, eu pessoalmente ouço muito o álbum True North de Caladan Brood, Onto Others anteriormente chamada de Idle Hands, Myrkur, Dvořák, Hällas & Borknagar. Também adoramos compartilhar músicas novas no IOTUNN, então essa é uma parte importante e emocionante de nossa vida cotidiana.

TC 11:Porque a banda tem esse nome?

Jesper:À medida que nosso som evoluía em uma direção mais nórdica e atmosférica, precisávamos encontrar um nome que refletisse isso, eu acho. Temos um amor imenso pela natureza escandinava e sua grandeza caótica e alucinante. Então meu irmão leu um dicionário de nórdico antigo e IOTUNN chamou nossa atenção e sabíamos que era o nome para nós.

TC 12:O Álbum é conceitual?Sim ou não e porque?

Jesper:No início do processo de escrita, não tínhamos a menor ideia de para onde tudo iria. Quando Jón se juntou à banda, ele teve a ideia de um tema de viagem espacial e todos nós adoramos. Então o processo a partir daí realmente foi por si só de alguma forma e para mim as três palavras e acessar todos os mundos é um tanto emblemático da maneira de ser criativo em nossa banda. Que vamos contra o estabelecimento de limites para nós mesmos. Nós realmente gostamos de quebrar barreiras e acessar novos mundos de criatividade e expressões. Portanto, o processo é essencial para tudo e é uma parceria constante entre as inspirações que nos são dadas e as nossas próprias explorações criativas.

TC 13:A banda conhece e gosta do metal brasileiro?

Jesper:Eu pessoalmente tenho ouvido muito o Krisiun e o Sepultura é uma banda muito conceituada entre nós cinco. Eles tendem a se encaminhar para os alto-falantes quando temos uma boa cerveja de vez em quando, {haha}.

TC 14:Foi combinado ou improvisado fazer uma música de onze minutos?

Jesper:Existem três músicas de 10 minutos no Access All Worlds e de alguma forma elas meio que nos dizem que querem expandir, {haha}. Então, eu acho que é realmente uma questão de sentir a energia e o clima na música e ceder ao que ela diz para você fazer de alguma forma. Vale para as três canções longas que poderiam ser muito mais longas porque nós as escrevemos tanto quanto fizemos. Mas em algum ponto parece que você está deixando a essência da música e é hora de se concentrar nisso. A música final Safe Across The Endless Night é uma música na qual trabalhamos há anos. Então, muito trabalho de arranjo foi feito e muito ouvindo a faixa do início ao fim, repetidamente, para realmente sentir a música e refletir sobre os sentimentos que você recebe.

TC 15:Mandem uma mensagem aos fãs,pessoal.A Entrevista acabou.

Jesper:Em primeiro lugar; obrigado por ouvir! Estamos nos aproximando de compartilhar toda a jornada que é o nosso álbum, e esperamos que você o considere um sucesso e expansão. Esperamos vê-lo aí em algum momento, quando tudo ficar um pouco mais normal. Cuide-se!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: