Entrevista 763 com a Banda Norueguesa Dalit


A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 763 com a Banda Norueguesa Dalit.Uma banda que mistura o extremo do Death Metal e o lento do Doom Metal.Toda a banda respondeu as nossas perguntas.Devemos dizer que além da música que colocaremos.Devemos dizer que em todas as suas emoções,eles nos mostram seu terceiro álbum completo intitulado como Moksha.

TC 1:Quem é quem na banda?

Jon Ivar:Cato na bateria, Erlend e Jon Ivar nas guitarras, Eirik no baixo e voz, Guro na voz. Também tivemos o prazer de ter alguns músicos convidados no Moksha que foram Børre Møinichen nos teclados e Henriette Lindstad Børven no violino.

TC 2:Falem sobre o trabalho de Moksha ?

JI:Este álbum foi difícil e doloroso de fazer; tanto no esforço de todos nós, mas também na quantidade de tempo que levou para liberá-lo. Sempre tivemos a mentalidade de iterar e revisitar peças e ideias para fazer o quadro geral da maneira certa. Somos capazes de cooperar de uma boa maneira, descartando ideias que são boas, mas não se encaixam nas músicas e etc.

Eirik:Temos um processo criativo funcionando bem, onde Cato geralmente faz esboços, e Jon eu e eu trabalhamos neles por um longo tempo. Como Jon eu disse, indo e voltando, encontrando as ideias que melhor atendem à música. É sempre sobre o que serve à música.

TC 3:A banda escolheu algum single pra este álbum?Se sim,qual foi o motivo pra escolha?

Cato:É uma música que de forma simples capta a quintessência das outras músicas na minha opinião. É lento, agressivo e terno ao mesmo tempo.

TC 4:Qual a ideia da capa do álbum?

Jon Ivar: O título do álbum reflete liberdade ou redenção, e achamos que a capa reflete isso de uma boa maneira. O êxodo da dor ou escuridão.

TC 5:Claro, seria estúpido comparar a Noruega com a Índia. Mas que tipo de desavenças na Noruega lhe causam tristeza, como vemos com os Dalits ?

Cato:Normalmente não nacionalizamos o sofrimento que abordamos em nossas letras. No entanto, os dalits abrangem de forma condensada o que está errado com o mundo hoje e por quê. O objeto implícito de nossos discursos líricos é, portanto, a humanidade em geral, já que nós, como humanos, somos os responsáveis diretos pela maioria do sofrimento senciente neste mundo. Mais importante, procuramos desfazer a vantagem em qualquer relação humana supressora, colocando as vítimas no palco e deixando-as falar.

TC 6:O cristianismo com música extrema é algo que não vemos todos os dias. Mas, além do tema religioso, outros temas fazem parte do universo da banda ?

Cato:Ser humano e, portanto, capaz tanto de grande crueldade quanto de bondade é um tema recorrente, eu diria.

TC 7:Foram sentidas diferenças entre Descent e agora em Moksha ?

Cato:Não liricamente, mas acredito que avançamos ainda mais na paisagem musical da qual começamos em nosso álbum de estreia. Há simplesmente mais de tudo, mas espero que de uma forma ou uma direção uníssona.

TC 8:É um álbum conceitual?Sim ou Não e porque?

Eirik:O álbum não é mais conceitual do que nossos outros álbuns. Acho que Cato disse bem acima. O nome da banda é uma imagem de uma das muitas coisas que estão erradas no mundo.O título do álbum é mais uma palavra para redenção, ou quebra do ciclo de sofrimento. Não é um álbum conceitual em si, mas está bem dentro do nosso conceito geral.

TC 9:Quais bandas influenciam a Dalit ?

Cato:Virgin Black, Susanne Sundfør, Katatonia e assim por diante. Qualquer coisa que expresse um nervo que valha a pena ouvir, realmente.

TC 10:Na Noruega, qual seria a melhor coisa a fazer além de assistir a Dalit ?

Jon Ivar:Ir a um de nossos shows? Acho que na situação atual, todos nós adoraríamos ver qualquer banda ao vivo. Só assistir a shows é uma pena.

TC 11:Parece uma pergunta provocativa, mas na verdade é uma pergunta provocativa. Porém, com o devido respeito. O hindunismo é parte de um de vocês ou de alguém querido para vocês ?

Jon Ivar:O hinduísmo não é algo de que fazemos parte, embora a mitologia seja cativante. Como qualquer mitologia e contos de origem ou criação.

TC 12:A banda conhece e gosta do metal brasileiro ?

Cato:O Sepultura na era do Chaos AD é um metal de primeira linha.

Jon Ivar:Sepultura, com certeza. E recentemente descobri o Nervosa, eles soam muito bem.

Eirik:Sepultura, definitivamente. os descobri em Arise. Esse álbum e Chaos AD é ótimo.

TC 13:Algumas bandas já fizeram comparações com a banda. Que bandas eram essas e isso agrada de alguma forma a banda ?

Jon Ivar:Fomos pelo menos parcialmente comparados a ou parecemos uma reminiscência de Paradise Lost, Satyricon, Katatonia e My Dying Bride.

TC 14:Mensagem aos fãs,a entrevista acabou!

Jon Ivar:Obrigado por todo o apoio que recebemos em relação ao lançamento do Moksha. Esperamos que você continue curtindo nossa música e fique de olho em mais material nosso no futuro. Paz.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: