Interview 776 with French Band Treyharsh


A Tempestade Conservadora faz a sua Entrevista 776 com a Banda Francesa Treyharsh.A banda nos apresenta seu terceiro álbum intitulado como Eternal Cycles.Como a própria banda,vai dizer a vocês quem é quem.Não é correto apresentar-los mais que isso,apenas que este álbum foi gravado na gravadora italiana Worm Hole Death.Vamos a uma música deles,antes da entrevista que você vai acompanhar em todas as suas emoções.

TC 1:Quem é quem na banda ?

Treyharsh:SEB na Guitarra,Remy como baixista,Julien como vocalista e Dam na Bateria.

TC 2:Falem sobre o trabalho de composição em Eternal Cycles ?

Treyharsh:O trabalho é realizado em três etapas:Primeiro, Seb compõe a música para as faixas e executa uma demo com guitarra, baixo e bateria programada.Em segundo lugar, os títulos são reproduzidos em ensaios e refinados ao nível da estrutura se necessário, Damien e Rémy adaptam os seus jogos e as partes ao seu molho, Julien acrescenta nesta fase as suas partes vocais sem ter qualquer texto apenas a melodia.Terceiro, durante o estúdio de gravação Julian escreve os textos finais.

TC 3:Porque a música Inside tem duas partes ?

Treyharsh:Embora não haja necessariamente uma relação em termos de composição musical entre essas duas peças, The Inside Part I e II incluem o mesmo tema do ponto de vista lírico. Ambos expressam aqueles sentimentos que guardamos dentro de nós, medos, ansiedades e dúvidas. A parte interna I descreve as sensações que uma pessoa sente quando confrontada com essas emoções de um ponto de vista subjetivo. Esse tipo de mal-estar é descrito na forma de metáforas. Em The Inside Part II, mantemos essas metáforas para descrever uma luta para tirar a cabeça da água, superar esse mal-estar e passar das sombras à luz. Você poderia até dizer que nesta música, é essa vozinha que todos nós temos dentro de nós que nos diz para sacudir as pulgas e seguir em frente.

TC 4:Por que Agoraphobic foi escolhida como single para este álbum?

Treyharsh:Queríamos anunciar a cor e mostrar um novo lado do nosso grupo. Nosso novo álbum é muito mais energético do que o anterior. Agoraphobic era um bom exemplo do humor geral dos “ciclos eternos”.

TC 5:Qual tema lírico do álbum?

Treyharsh: O fio condutor do álbum diz respeito acima de tudo à auto-estima e a uma luta sem fim para alcançar a paz interior. É bastante paradoxal ter que lutar pela paz, mas todos temos em mente esta situação “Si vis pacem, para bellum”! Poderíamos ser questionados: “Por que os ciclos eternos”? De um certo ponto de vista, a paz não é eterna, nada é eterno e tudo é cíclico especialmente os sentimentos, os acontecimentos e o mundo que nos rodeia.

TC 6:Como a banda chega na Worm Hole Death ?

Treyharsh:Depois de vários passos e de receber propostas de várias editoras, é a oferta da Wormholedeath que mais nos interessa, e o facto de se situar num país diferente do nosso e uma vantagem aos nossos olhos.

TC 7:Antes da música, o que a banda adora fazer?

SEB: De minha parte, tudo está ligado à música, então minhas principais atividades são ir a festivais e shows de metal. Tanto para te falar isso no momento, é muito complicado para mim.
DAM: além de música, gosto de ir a shows, assistir filmes ou séries de tv, beber cerveja com meus amigos.
REMY: De minha parte, sou um grande fã de videogames e também um tatuador. Com a música, essas são minhas três atividades principais, eu acho. Eles me permitem expressar minha criatividade em muitos níveis diferentes e é isso que eu acho que mais floresce .
JULIEN: Videogames de longa distância e skate.

TC 8:O que a Treyharsh tem de diferente de suas bandas anteriores ?

Treyharsh:Treyharsh é uma formação mais séria e profissional do que nossos projetos anteriores. Conseguimos desenvolver e criar nosso próprio universo. Nossos álbuns são todos diferentes, mas reconhecemos quem é desde as primeiras notas.

TC 9:A banda sente diferenças no som e na parte lírica entre When the Sun Sets in the East e agora em Eternal Cycles?

Treyharsh:Nosso álbum anterior era mais um conceito em termos de letras e música, já que os títulos estavam vinculados. Em “Ciclos eternos”, queríamos voltar a algo mais primário e enérgico em som e estrutura. Os temas das letras também são mais aleatórios.

TC 10:Qual a ideia da capa do álbum ?

Treyharsh:Queríamos algo diferente da arte tradicional do Metal em geral, não necessariamente para se destacar, mas para adicionar um pouco de revival na cena e nós também não inventamos nada. Para isso, decidimos que uma obra de arte abstrata era a solução certa e mais eficiente.

TC 11:Porque a banda tem esse nome ?

Treyharsh:Não significa nada, mas parece bom. 😀

TC 12:A banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou não e porque ?

Treyharsh:Não, este não é um álbum conceitual, não tínhamos nenhuma fonte particular de inspiração. A composição foi feita de acordo com os gostos e desejos do dia.

TC 13:Quais bandas influenciaram a Treyharsh ?

SEB: Sepultura, Mastodon, Pantera, NapAlm Death, Revocation.

DAM: Pantera, Mastodon e Between the buried e eu.

REMY: Os artistas que mais me inspiram são Gojira para o lado engajado e arejado do The Way of All Flesh, Ferramenta para a melodia e a performance de 10.000 dias do Meshuggah para a violência milimétrica na música Koloss e High on Fire porque Eu amo o baixo do Jeff Matz do Snakes For The Divine.

TC 14:Além de ouvir a banda, o que devemos fazer na França?

Treyharsh:Existem muitas regiões na França que têm muito a oferecer, seja em termos de comida, bebida, riqueza patrimonial, paisagens e as diferentes línguas e tradições regionais. Até nós, franceses, estamos sempre descobrindo coisas novas.

TC 15:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou!

Treyharsh:Obrigado a todos aqueles que nos apoiam, de perto e de perto, que compartilham nossa música e acima de tudo que compartilham a paixão pelo metal que os cerca. Obrigado, Felipe Frazão, por nos ouvir e nos descobrir para finalmente nos compartilhar com seu público. Obrigado por esta grande comunidade que é metal e obrigado a todos por nos fazerem abanar a cabeça!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: