Entrevista 806 com a Banda Polonesa J.D.OVERDRIVE


A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 806 com a Banda Polonesa J.D.Overdrive.A banda pratica um Stoner Metal de alta intensidade e técnica.Eles mostram seu quinto álbum intitulado como Funeral Celebration.A banda tem um talento especial e vai dizer quem é quem pra vocês.Assim,essa discrição vai chegando ao fim.Antes do papo que tivemos com o vocalista,vamos a uma música deles em todas as suas emoções.

TC 1:Quem é quem na banda?

Susel:Susel como vocalista, Stempel como guitarrista, Stanley como baixista e Jooras como baterista.

TC 2:Fale sobre o trabalho de composição em Funeral Celebration?

Susel:Demoramos um pouco mais do que esperávamos devido ao surto de Covid-19 e durante o processo de composição decidimos que este será nosso último álbum, então ele também teve um impacto significativo nessas músicas. Mas estamos muito felizes com o resultado final.

TC 3:Como foi o álbum em conjunto com a Palm Desert?

Susel:Foi uma experiência realmente incrível. Não me lembro exatamente quando tivemos a ideia, mas lembro que havia muita bebida envolvida quando o fizemos. Palm Desert é definitivamente uma das melhores bandas polonesas que tocam VERDADEIRO stoner na veia ou Kyuss. Então, fazer um lançamento dividido com eles foi, honestamente, uma honra para nós e eles também são um bando de caras muito legais, então lançar esse material e fazer alguns shows promocionais com eles foi apenas um sonho que se tornou realidade.

TC 4:A banda escolheu um single para este novo álbum? Se sim, por que essa escolha?

Susel:O primeiro single será “The Ferryman Cometh”, acabamos de gravar um vídeo para ele neste fim de semana e estamos no processo de editá-lo com o diretor enquanto escrevo estas respostas. É uma faixa muito especial para nós, já que começa um pouco diferente da maioria de nossas músicas anteriores, mas logo cai em um território familiar e as letras dão uma sensação boa para todo o álbum. O próximo single provavelmente será “On Corpses of Giants”, novamente é algo diferente da nossa rotina usual, um pouco mais lento e mais emocional, mas definitivamente poderoso.

TC 5:O que a banda quer dizer com Southern Stoner?

Susel:Sempre tivemos problemas em categorizar nossa música de apenas uma maneira, no geral é uma mistura de alguns gêneros e inspirações, mas acho que o gênero mais próximo que você pode comparar é o Southern Metal, no entanto, recebemos muitos rótulos no passado, a ponto de realmente pararmos de prestar atenção nele.

TC 6:Explique essa música, por favor, Come Full Circle (Twenty Twenty)?

Susel:Esta é na verdade uma regravação de uma das canções mais antigas que já compomos, que remonta a 2007 e nosso EP de estreia que lançamos sob o nome de Jack Daniels Overdrive. Mudamos alguns elementos musicalmente e atualizamos as letras, então agora ela se encaixa no novo álbum também. Pareceu apropriado adicionar uma das canções com as quais começamos em nosso material final, especialmente uma chamada “Come Full Circle”. Não podia perder esta oportunidade.

TC 7:Cachorro velho, velho truque. Podemos dizer que esses cachorros velhos têm uma conotação muito diferente de cachorros? Pode-se estender isso para pessoas no poder?

Susel:Hmm, eu não pensei sobre isso dessa forma, mas em certa medida e por que não? No entanto, as letras se concentram mais em apenas ser alguém que permanece fiel aos seus caminhos até o fim, mesmo quando o mundo ao seu redor muda e seus caminhos podem parecer obsoletos. Mudar não é nada ruim, veja bem, mas também é importante ser você mesmo o tempo todo, mesmo quando ser você mesmo não é visto com bons olhos.

TC 8:Apesar da maravilhosa inspiração para o nome, existe outra bebida que faz seu sangue subir e suas músicas virem de uma forma mais técnica?

Susel:Acho que todos nós temos o nosso álcool “go to” e para alguns de nós é whisky e para mim pessoalmente a cerveja, artesanal ou normal. Nosso guitarrista é na verdade um verdadeiro especialista em cervejas artesanais na Polônia, ele até tem um blog bem popular sobre isso.

TC 9:É bom ou trabalhoso fazer um estilo que vá contra a maré normal em seu país?

Susel:É um pé no saco, é isso mesmo. Mas com toda a honestidade, é apenas algo que decidimos quando criamos esta banda e nos divertimos muito ao longo dos anos melhorando nossa fórmula musical. Esse tipo de música não é muito popular na Polônia e eu duvido que seja, mas nos trouxe a lugares que nunca sonhamos em alcançar. Portanto, no geral, foi uma viagem muito boa.

TC 10:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Susel:Todo mundo tem seus empregos diurnos e famílias, embora apenas o baixista até agora tenha filhos, então ele está mais ocupado do que o resto. Tenho mulher, mas não tenho filhos, tenho 4 gatos e já chega. Gosto muito de colecionar videogames e filmes de terror, então é assim que passo a maior parte do meu tempo livre, além de cantar em 3 outras bandas e escrever algumas vezes.

TC 11:Como a banda chegou na Metal Mind Producions?

Susel:Não é segredo pois trabalho lá há 15 anos e em 2010 enviei ao meu chefe nosso primeiro álbum para ver se é bom o suficiente para lançá-lo. Recebeu luz verde e vendeu moderadamente bem, por isso temos ficado lá desde então.

TC 12:A banda sente diferenças no som e na parte lírica entre Wendigo e agora em Funeral Celebration?

Susel:Eu acho que há algumas diferenças musicais, no entanto, em muitos aspectos, “Funeral Celebration” continua muitas coisas que começamos a fazer em “Wendigo”. Liricamente é uma besta totalmente diferente e o novo álbum também é o nosso último e muitas das letras tratam do nosso passado, sobre morte metafórica e real, mas também sobre deixar essa cena realizada e feliz. Daí a parte “celebração” do título. Este pode ser nosso último lançamento, mas em vez de nos sentirmos deprimidos com isso, preferimos nos concentrar nos tempos melhores e em todas as coisas que poderíamos realizar graças a J. D. Overdrive. Afinal, é uma celebração de 14 anos de nossas vidas.

TC 13:Que tipo de assunto jamais merecia uma música da J.D.Overdrive?

Susel:Eu acho que há algumas diferenças musicais, no entanto, em muitos aspectos, “Funeral Celebration” continua muitas coisas que começamos a fazer em “Wendigo”. Liricamente é uma besta totalmente diferente e o novo álbum também é o nosso último e muitas das letras tratam do nosso passado, sobre morte metafórica e real, mas também sobre deixar essa cena realizada e feliz. Daí a parte “celebração” do título. Este pode ser nosso último lançamento, mas em vez de nos sentirmos deprimidos com isso, preferimos nos concentrar nos tempos melhores e em todas as coisas que poderíamos realizar graças a J. D. Overdrive. Afinal, é uma celebração de 14 anos de nossas vidas.

TC 14:Quais bandas influenciaram vocês?

Susel:Uau, isso muda praticamente todos os meses. Ouvimos tantas bandas diferentes que é difícil restringir nossas influências a apenas alguns nomes. Meu amigo descreveu nossa música uma vez como uma combinação de Down, Clutch e Black Label Society e há definitivamente alguma verdade no que ele estava dizendo.

TC 15:O processo atrasou de alguma forma o planejamento da banda?

Susel:Você quer dizer o processo que quase tivemos por sermos chamados de Jack Daniels Overdive? Foi uma história muito engraçada, mas, no final das contas, acabamos de cortar as primeiras duas palavras para “J. D.” e embora as pessoas amáveis da destilaria de Jack Daniels no Tennessee não estivessem 100% felizes com isso, eles deixaram passar e até nos enviaram uma caneta de cortesia. Sim, nós também estávamos esperando por uma caixa de uísque, mas ei, era uma caneta muito bonita.

TC 16:Qual a ideia da capa do álbum?

Susel:A arte foi feita por um artista polonês chamado Maciej Kamuda com quem cooperamos algumas vezes no passado e é simplesmente uma alegria trabalhar com ele. Basicamente, dissemos a ele para desenhar um funeral que também seria uma grande festa, porque essa é a mensagem geral do álbum. E ele capturou exatamente isso.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: