Entrevista 819 com a Banda Francesa Herzel


Realizar uma banda de Heavy Metal poderia ser chamado de o 13 Trabalho de Hércules.Mas,quando você se propõe a fazer músicas épicas e resgatar lendas celtas e a tocar na sua l´íngua materna,talvez seja um prazer e não um fardo.Esse é o caso da Entrevista 819 Da Tempestade Conservadora.A banda em questão é a Frances Herzel.Para esta humilde sabatina,o escolhido pela banda foi o seu baixista chamado Mordiern Le Dissez e como ele,vai dizer quem são os outros componentes.Vamos a uma música deles para que vocês acompanhem nossa entrevista em todas as suas emoções.Apenas lembrando,que este é o primeiro álbum deles intitulado como Le Dernier Rempart

TC 1:Quem é quem na banda?

Mordiern Le Dissez: Primeiro Olá e muito obrigado por nos dar esta oportunidade! Para fazer a apresentação mais precisa que posso, a banda começou com Thom que é cantor, escritor e compositor que teve a ideia de voltar à Bretanha depois de passar anos em Chile para criar uma banda que contará histórias sobre seu forte sentimento de coração e orgulho sobre sua terra natal. Ele então pediu a Ion que é o baterista e Kevin que é o guitarrista para se juntarem. Eles começaram a compor «Nominoë» que foi um famoso rei da Bretanha. Eu entraria na banda logo depois. Convidamos Gurvan para tocar conosco logo em seguida, com a sensação de que seu estilo de guitarra orientada para o Celtic seria o complemento perfeito para o resto da equipe.

TC 2:Fale sobre o trabalho de composição em Le Dernier Rempart?

Mordiern Le Dissez: Oh cara, foi, com certeza, um processo muito longo por duas razões principais. Não somos músicos profissionais, então com todo mundo tendo um emprego e uma família própria, foi meio difícil nos vermos para ensaiar e compor corretamente e somos extremamente duros conosco mesmos sobre o resultado. Jogamos muitos riffs ou até músicas no processo e não íamos lançar nada antes de ficarmos totalmente satisfeitos com as músicas. Mas talvez tenha sido a melhor maneira que poderíamos ter feito, porque nos permitiu tocar no palco as novas faixas e observar a reação do público.

TC 3:Que tipo de lendas celtas a banda fala neste álbum?

Mordiern Le Dissez: As duas primeiras canções do álbum são mais fatos reais da história bretã do que lendas, mas definitivamente acentuamos o «Tale Side».
«Maîtres de l’Ocean» é sobre a batalha entre os navios romanos e os Vénètes que lutaram bravamente por suas terras, mas foram totalmente invadidos pelos romanos quando os ventos diminuíram,os navios Vénètes dependiam apenas dos ventos. Eles foram finalmente exterminados por J .Caesar e suas terras foram dadas aos Pictones.«La Flamme» é sobre «Jeanne de Flandre» que se tornou famosa durante o cerco à cidade de Hennebont em 1342 na guerra de sucessão da Bretanha. Ela consegue galvanizar civis e soldados para repelir todos os ataques à cidade e, à noite, sair da cidade liderando uma unidade de pequenos soldados para queimar todas as tendas do acampamento inimigo, provocando-os a abandonar o cerco.
A segunda parte do álbum é inteiramente sobre a história de Herzel, um herói fictício que tem que trazer de volta a espada dos deuses para a Bretanha.

TC 4:Qual a ideia da capa do álbum?

Mordiern Le Dissez: Aqui está a resposta de Flog: “A ideia era personificar o ‘último bastião’ e fazer com que o guerreiro do centro parecesse o último obstáculo a ser vencido. Queria mostrar que ele tinha batalha, confronto, destruição mas sem dar muita importância e principalmente não caber nos clichês que vemos em muitas capas de Epic Heavy daí a decisão de não colocar mortos, flechas, escudos,etc e por fim a ideia era ficar também no espírito da demo, daí a névoa de fundo e o lado abstrato que temos com a silhueta. No demo vimos apenas as espadas, não vimos os guerreiros segurando-as, foi muito simbólico. Lá é um pouco igual, todos são livres para imaginar quem é esse guerreiro.

TC 5:Por que a banda fala da sua região nativa da Bretanha?

Mordiern Le Dissez: Todos nós, desde a infância, fomos trazidos para a música celta tradicional por nossas famílias, a família de Ion está em bagad por décadas e eu tenho muitos membros meus que tocam ou escrevem sobre coisas tradicionais da Bretanha, por exemplo. Todos nós ouvimos bandas como Tri Yann, Glaz, Dan Ar Braz ou Ar Re Yaouank por exemplo, e todos nós vivemos na Bretanha forte Folclore e Lendas. Foi algo óbvio para nós falar sobre isso, pois tem tudo o que você pode imaginar para contar boas histórias para uma banda de Epic Metal!

TC 6:Herzel era o nome do herói, mas ele realmente existiu ou a banda criou tal história?

Mordiern Le Dissez: O personagem de Herzel é um herói inteiramente criado pela banda e sua história também graças a Thom !!

TC 7:O que a Herzel tem de diferente de suas bandas anteriores?

Mordiern Le Dissez:Não sei exatamente o que você quer dizer com isso, mas acho que Herzel é diferente porque não estamos tentando copiar nada. Claro que temos fortes influências de bandas como Warlord, Virgin Steel ou o poderoso Manilla Road (RIP Mark), mas temos nossa própria história para contar e nossas próprias armas, se é que posso dizer, com a forte cultura da Bretanha.

TC 8:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Mordiern Le Dissez:Acho que todos nós gostamos de ir primeiro ver nossas bandas favoritas ao vivo e ir a festivais como o Keep It True ou o Up The Hammer. Eu, pela minha parte, também adoro ir ao Fest-Noz que é um festival de danças sociais tradicionais da Bretanha. Acho que todos nós também mal podemos esperar para o bar e o local reabrirem,maldita seqüência de pandemia.

TC 9:Alguma literatura inspira a banda?

Mordiern Le Dissez:Vários contos e contos daqui, mas mais especificamente “Histoire de Bretagne” ou a História da Bretanha de “Abbé H.POISSON”.

TC 10:Este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Mordiern Le Dissez:Eu acho que você pode ver isso como um álbum conceitual sobre Brittany ou pelo menos a segunda metade do álbum como um conceito sobre o personagem de Herzel.

TC 11:Qual assunto nunca mereceria uma música para Herzel ?

Mordiern Le Dissez: Hum, não tenho certeza se existe tal coisa, mas basicamente estamos apenas cantando sobre a cultura da Bretanha, então talvez todo o resto? Mas não é só eu a discutir sobre isso.

TC 12:Como a banda chegou na Gates Of Hell Records?

Mordiern Le Dissez:Acredito que Ion já estava familiarizado com Enrico graças a tê-lo conhecido no Up The Hammer Fest alguns anos atrás. Quando nos surgiu a ideia de lançar um álbum, naturalmente agradecemos a Cruz del Sur, então Ion ligou para Enrico, ele imediatamente respondeu favoravelmente e começamos a trabalhar imediatamente para terminar nossa última música.

TC 13:Foi uma escolha ou algo necessário para dividir o álbum em duas partes?

Mordiern Le Dissez:Acho que as duas coisas, mas era mais a única maneira que poderíamos ter feito. Não me lembro de ter discutido muito sobre isso, pois já estávamos bem com o fato de que o álbum teria a trilogia de Herzel. O resto seria naturalmente dividido em outra parte.

TC 14:O que quer dizer com a música tradicional francesa?

Mordiern Le Dissez:Não me lembro de nenhum de nós ter dito tocar música tradicional francesa, pelo contrário, temos mais em comum com coisas tradicionais da Bretanha como Dan Ar Braz ou Ar Re Yaouank, é muito diferente porque este tipo de música é um muito mais associado a danças tradicionais e história do que a música francesa típica.

TC 15:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou!

Mordiern Le Dissez:Muito obrigado por nos apoiar de forma tão incrível, estamos muito felizes e orgulhosos de ter uma comunidade tão forte de fãs, novatos e amigos neste pequeno mundo que o Epic Heavy Metal é hoje em dia!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

Seja Bem Vindo

Meu Canal de Vendas

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Coeficiente

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

ESTERILTIPO

Resenha de discos de Rock & Metal

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

%d blogueiros gostam disto: