Entrevista 830 com a Banda Grega Karma Violens


Karma Violens lança seu novo álbum Mount of the Congregation - Headbangers  News

A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 830 com a Banda Grega Karma Violens.Eles nos mostram seu quarto álbum intitulado como Mount Of The Congregation.Seu estilo é um Death\Thrash sombrio e contundente.O Karma Violens atua na cena do metal grego desde 2002.A Combinação da banda descreve a ação e uma reação da violência,pois cada ação nestes dias brutais cria uma violenta resposta.O Álbum apresenta 13 faixas cheias de respostas violentas destas ações e reações violentas.A banda como um todo respondeu nossas perguntas.A formação da banda é:Ilias Zounis como Vocalista,Costas Papadopoulos e George Karakouzidis como Guitarristas,Steven Elpiziots como Baixista e Stevan Barsam como Baterista.Vamos a uma música deles para que vocês possam acompanhar a entrevista em todas as suas emoções.

TC 1:Falem sobre o trabalho de composição em Mount of the Congregation ?

Karma Violens:Em primeiro lugar, obrigado pela entrevista. “Monte da Congregação” seguiu nosso método padrão de Karma Violens. George e Costas trocando riffs e ideias, construindo e expandindo até que pareça certo. O próximo da fila é Steven e suas linhas de baixo, junto com algumas baterias midi e uma boa pré-produção. Quando todas essas ideias tomam forma e estrutura, experimentamos linhas vocais e ideias extra para criar a atmosfera que procuramos. Queríamos algumas vibrações de terror, então, além da seleção de notas, alguns efeitos extras junto com as teclas entraram em jogo, dando o tom assustador que queríamos.

TC 2:A banda escolheu algum single pra este álbum e o porque desta escolha ?

Karma Violens:Achamos que “Embrace” é muito representativo do novo álbum e seria uma primeira impressão muito boa e honesta do que as pessoas deveriam esperar. E de acordo com nosso feedback até agora, achamos que escolhemos bem.

TC 3:O que a banda quer dizer com dívida pessoal?

Karma Violens:Karma nas religiões antigas e agora indianas é o conceito de ação entendida que cria todo o ciclo de causa e efeito. A violência, por outro lado, está dentro de cada um de nós, algumas pessoas podem controlá-la e outras não, mas em todas as ocasiões faz parte da natureza humana. Vivendo no mundo moderno, todos nós podemos testemunhar a violência nas ruas e em todos os aspectos de nossa vida cotidiana. A combinação de Karma Violens descreve a ação e reação da Violência, pois cada ação nestes dias brutais cria uma resposta violenta.

TC 4:Qual o tema lírico do álbum ?

Karma Violens:Este álbum é sobre medos e questões sombrias que todos nós nos perguntamos. Também tem a ver com os medos herdados em nossa sociedade e a necessidade de enfrentá-los e nos libertar. Todos nós precisamos de uma luz para nos guiar através de nossas montanhas pessoais.

TC 5:Qual a ideia da capa do álbum ?

Karma Violens:A arte representa o que as letras estão prestes a completar. As dificuldades que todos enfrentamos, os demônios que lutamos e os que nos empurram para a frente, e nos humilham, sentindo-nos horrorizados com tal visão, mas ainda, de alguma forma, inspirados! Criado pelo sempre imaginativo Remedy Art Design que também é nosso melhor amigo e talvez o cara mais próximo que temos desde o nosso início. Não poderíamos pensar em uma obra de arte mais adequada.

TC 6:Porque a banda mudou o Metalcore para o Black Metal ?

Karma Violens:Tentamos não focar em gêneros e estilos e apenas deixar nossa música se definir. Estamos sempre procurando o que serve melhor a cada música, ao invés de como ela será rotulada. Nunca nos consideramos um metalcore. Alguns meios de comunicação em nossos primeiros dias nos rotularam assim, mas sempre fomos radicais em nosso som.

TC 7:O que tem de diferente entre o Serpent God e agora no álbum Mount of the Congregation ?

Karma Violens:Para nós, “Mount” é a evolução de “Serpent God”, musical e conceitualmente. É o próximo passo da banda assim como o primeiro álbum gravado e mixado pelo Costas, tornando-o ainda mais pessoal para nós. Tentamos voltar às nossas raízes, o que significa que nosso som é muito mais moderno e as músicas são muito mais rápidas e cativantes.

TC 8:Existe alguma assunto que não mereça uma música da Karma Violens ?

Karma Violens:Tudo está em nossa agenda. O tema das letras está sempre ligado ao sentimento da nossa música, então, como sempre, é o que melhor se adapta. Normalmente gostamos de falar sobre coisas pessoais e problemas que nossa sociedade moderna tem.

TC 9:Como a banda chegou na Growl Records ?

Karma Violens:Encerramos nossa cooperação com a Growl Records. Estávamos trabalhando juntos com os caras até Serpent God e agora decidimos fazer um auto-lançamento com nossa página do bandcamp, que funciona muito bem até agora.

TC 10:Podemos dizer que as músicas instrumentais são transições para as músicas deste álbum?

Karma Violens:Absolutamente! Eles estão construindo a atmosfera e são as transições para a próxima música. Mas não apenas isso, já que algumas coisas não podem ser facilmente expressas por palavras, a música as descreve melhor.

TC 11:Qual banda você gostaria de ser por um dia e por quê?

Karma Violens:Bem, nós somos quem somos e não gostaríamos que fosse de outra forma, mas temos uma lista muito longa de bandas com as quais adoraríamos tocar um dia! Uma das bandas que adoraríamos tocar juntos é Lamb of God porque acho que temos muito em comum, principalmente o público.

TC 12:Antes da música, o que as bandas gostam de fazer?

Karma Violens:Nós amamos churrasco e cervejas. Ter um bom tempo com nossos amigos e familiares. Mas nunca devemos esquecer que todos têm um trabalho diário e o tempo livre que temos como indivíduos não é mais.

TC 13:Alguma literatura inspira vocês ?

Karma Violens:Claro que sim! Autores como H.P. Lovecraft, Bernard Cornwell, Paul Hoffman e muitos outros inspiraram a banda, de uma forma ou de outra. Talvez seja por isso que estejamos tão intrigados com os álbuns conceituais.

TC 14:A banda acredita que este álbum é conceitual ?

Karma Violens:Sim,à sua maneira.

TC 15:Mandem uma mensagem aos fãs,pessoal.Nossa entrevista acabou!

Karma Violens:Muito obrigado pela entrevista. Significa muito que as pessoas do Brasil gostem da música e tenham interesse em uma banda da Grécia. Adoraríamos visitar seu lindo país para muitos shows e apenas para nos divertirmos muito com vocês, garotas e garotos. Continue fazendo o que você ama e fique seguro nestes tempos sombrios! Fique seguro!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: