Entrevista 841 com a Banda Alemã Path Of Destiny


Pode ser uma imagem em preto e branco de 5 pessoas, pelo e pessoas tocando instrumentos musicais
Pode ser uma imagem de 1 pessoa e texto

Como é de domínio público,o Heavy Metal atravessou fronteiras continentais,mundiais,marítimas e quaisquer outras que vocês podem pensar.Ele hoje é muito difundido se não em todos,mas na maioria dos países deste mundo.Mas,existem três deles que poderiam ser cunhados como a Santíssima Trindade.Eles são a Inglaterra,A Alemanha e os Estados Unidos.Por essas e outras que a Tempestade Conservadora em sua Entrevista 841 conversa novamente com uma Banda Alemã.Os Sabatinados desta vez é a Banda Path Of Destiny.Eles nos apresentam seu terceiro álbum intitulado como The Seed Of All Evil.A banda é formada por: Sebastian Schaffert como Vocalista,Christian Reinhard e Alexander Helfer como Guitarristas,Christoph Silge como Baixista e Tecladista e Jonas Pfeiffer como Baterista.Alexander respondeu as nossas perguntas.As quais,vocês vão acompanhar em todas as suas emoções.Mas,antes disso,vamos a uma música deles.

TC 1:Fale sobre o trabalho de composição em The Seed Of All Evil ?

Alexander Helfer:Sim claro. O principal trabalho de composição em Path of Destiny é feito pelos 2 guitarristas Christian e Alex. Então, eles vêm com algum tipo de música básica ou uma progressão de riffs que se encaixam e o resto da banda a torna uma Canção PoD acabada. Então, em cada pedaço de nossas músicas é algo de um dos membros da banda.Em termos de distribuição de ideias de músicas, Chris forneceu sete das músicas e Alex fez quatro incluindo uma faixa bônus que está disponível apenas digitalmente para o álbum.

TC 2:Que tipo de variações sonoras a banda fez pra este álbum ?

Alexander Helfer:Bem, em geral, nós nos descrevemos como “Melodic Death Metal”, pois sentimos que esta é a descrição de gênero mais adequada. O som em nosso álbum atual é de alguma forma mais refinado e definido em comparação com nossos lançamentos anteriores. Também implementamos peças de outros subgêneros do metal como Thrash Metal, Doom Metal e especialmente Black Metal em nossa música.

TC 3:Qual o tema lírico deste álbum ?

Alexander Helfer:Não existe um conceito lírico desta vez para algumas músicas, como fizemos em nosso último álbum “Dreams in Splendid Black” com a segunda metade do álbum. Desta vez, todas as músicas possuem suas próprias letras. Mas eles cobrem uma grande variedade de tópicos, por exemplo, fantasia e ficção científica, mas também lutas distópicas e pessoais são abordadas.

TC 4:Como são feitas as partes sinfônicas deste álbum ?

Alexander Helfer:Para este álbum, tentamos colocar as partes sinfônicas mais no fundo da música geral, dar às guitarras mais espaço e alavancagem longe do “Dimmu Borgir” que é o som que costumávamos perseguir nos dias de início da banda. Portanto, este álbum soa muito mais “Metal” do que algumas de nossas coisas mais antigas.

TC 5:O que a Path Of Destiny tem de diferente de suas bandas anteriores ?

Alexander Helfer:Para ser breve e simples: Path of Destiny é de longe a banda mais séria e dedicada de todos nós até agora. Tudo dentro da banda é abordado de forma bastante profissional e resolvido com o quadro geral em mente. Para resumir, temos uma abordagem semiprofissional.

TC 6:Alguma literatura inspira a banda ?

Alexander Helfer:Paradise Lost por John Milton, por exemplo. Além disso, posso dizer que “As Stars Collide” em nosso novo álbum é fortemente inspirado no filme “Prometheus”. Ele pega a história de uma maneira diferente e leva a outra conclusão final.

TC 7:Que tipo de assunto jamais mereceria uma música da Path Of Destiny?

Alexander Helfer:Estamos bastante abertos para tópicos muito diferentes em termos de letras, mas deve ser algo fora das esferas da Fantasia / Ficção Científica, Distopia, lutas pessoais ou psicológicas e assim por diante. Claro que nunca vamos tocar. Coisas nacionalistas ou racistas!

TC 8:A banda sentiu diferenças entre Dreams In Splendid Black e agora em “The Seed Of All Evil ?

Alexander Helfer:Sim, definitivamente existem alguns deles. Em primeiro lugar, o som geral e a produção. The Seed of All Evil é mais equilibrado enquanto DISB tem mais, talvez até muito fundo. Além disso, como eu disse antes, reduzimos um pouco as tonalidades e samples e os colocamos mais no fundo de nossa “parede de som”. Além disso, o novo álbum foi um pouco diferente em termos de gravação. Fizemos tudo sozinhos, apenas a mixagem e a masterização foi feita por um profissional.

TC 9:Que tipo de problemas pessoais a banda trata neste álbum ?

Alexander Helfer:Existem especialmente 2 canções que falam ou tocam em tais tópicos em “The Seed of All Evil”. Um é o abridor “The Division of a Spiral Synergy” e o outro é “Wave Goodybe to Sanity”. A divisão é mais sobre a luta para encontrar o sentido da vida e a solução para isso e você já deve imaginar que é apenas viver e aproveitar o melhor que puder. Wave é sobre um protagonista que está doente e louco com o que está acontecendo na sociedade atual e levanta a voz contra tudo isso. Esta ideia lírica surgiu de algumas lutas psicológicas, por isso tem um verdadeiro apoio.

TC 10:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Alexander Helfer:Cada um de nós, é claro, tem hobbies diferentes, além da própria banda. Nosso cantor, por exemplo, gosta de pescar, eu adoro jogar Magic The Gathering que é um Trading Card Game, nosso baixista Nub se envolve em coisas de TI e programação, enquanto Christian está interessado em novas músicas e equipamentos para a banda. Claro que todos nós temos nossas famílias e tudo que pertence a isso. Então, às vezes, não resta muito tempo livre durante o dia.

TC 11:Qual a ideia da capa do álbum ?

Alexander Helfer:Queríamos dar ao espectador e ouvinte interessado uma ideia de como seria ser infiltrado por algum tipo de semente ou ideia. Uma ideia do lado negro! Portanto, você deve reconhecer esse sentimento do tipo alienígena que transparece do design e que foi totalmente intencional. Os meteoros que você pode ver nos céus da foto são os arautos das coisas malignas que este “monstro” está prestes a lançar sobre nós. Ou esse “monstro” é mesmo a própria humanidade, quem sabe?

TC 12:Porque a banda tem esse nome ?

Alexander Helfer:Nossa boa amiga Peggy nos deu a ideia há mais de 10 anos e os membros da banda gostaram muito, pois descreve muito bem a abordagem um pouco mitológica e sombria da banda. Portanto, foi realmente uma ideia adequada. Com o passar dos anos,nosso nome também se tornou uma espécie de marca registrada junto com o logotipo. Não há necessidade de alterar nenhum destes devido a isso.{Nota Da TC:Nenhuma Pessoa da Tempestade Conservadora busca que a banda entrevistada ou qualquer outra mude seu nome ou Logotipo.Nosso objetivo com esta pergunta é apenas que a respectiva banda ou pessoa conte a história por trás do nome !}

TC 13:Como a banda chegou na Apostasy Records? 

Alexander Helfer:Primeiro entramos em contato com a Apostasy por causa da série de amostras Gentle Carnage que o chefe da gravadora Tomasz distribuiu em 2012. Então mantivemos o contato por todos os anos e sempre o mantivemos atualizado em termos de novo material musical e assim sobre. Ele sempre se interessou por nossas músicas e pela direção musical geral que estávamos seguindo, então ele decidiu nos dar um acordo de distribuição simples em 2016 para nosso álbum “Dreams in Splendid Black”. Para o nosso novo álbum, agora o atualizamos para um contrato de gravadora completo.

TC 14:É possível apontar alguma evolução no seu som de 2007 até agora?

Alexander Helfer:Oh, essa é uma boa pergunta porque muitas coisas mudaram desde então. No início, Path of Destiny era meio suave e extravagante, mesmo que soe um pouco desrespeitoso com os nossos “velhos tempos”. Naquela época tudo era mais pesado no teclado e com samples, a música era mais lenta e não tão “afiada” como hoje. Houve uma evolução contínua e sensata para um som e composição melhores. De extravagante e macio a refinado, mais pesado e forte. Então, uma evolução realmente incrível como pensamos.

TC 15:Que tipo de atmosfera vocês desejam criar neste álbum?

Alexander Helfer:Bem, você está olhando para uma grande e gorda coisa de mãe alienígena na arte da capa e o que você acha? Sim, claro, mal. Pressentimento e escuro!

TC 16:Por que Holger, Stefan e Phil saíram da banda?

Alexander Helfer:Bem, eles obviamente seguiram por outro “Path Of Destiny”.Principalmente, devido a razões pessoais ou apenas idéias diferentes sobre como a banda deveria continuar no futuro. Não há muito a dizer sobre isso.

TC 17:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou!

Alexander Helfer:Muito obrigado pela possibilidade, Felipe! Somos mais do que gratos a todos que nos apoiaram ao longo dos anos e especialmente nas últimas semanas antes de nosso lançamento, comprando nossas coisas. Também muito obrigado por todos os comentários legais e muito positivos de todos vocês! Isso ajuda muito a manter o espírito da banda! Fique seguro e forte, todo mundo lá fora! Saúde, Alex e Path of Destiny.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Blue Disc Blog

Resenha de Discos

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: