Entrevista 852 com a Banda Norueguesa Diskord


Se tem um país que tem uma super tradição no metal,este país é a Noruega.Tem metal pra todos os gostos,sabores e estilos.Essa nos conquistou por ter um estilo único e por fazer,o metal ter ainda mais significado e mais variedade do metal para este país.A banda em questão é a Diskord.A banda nos apresenta seu terceiro álbum intitulado como Degenerations.A banda é formada por:Dmitry Soukhinin como Guitarrista e Vocalista,Eyvind Axelsen como Baixista e Vocalista e Hans Ersvik como Baterista e Vocalista.Eyvind e Dmitry responderam as nossas perguntas,as quais,vocês vão acompanhar em todas as suas emoções.

TC 1:Falem sobre o trabalho de composição em Degenerations ?

Dmitry Soukhinin:Cada um de nós trouxe músicas prontas, algumas modificadas juntos e nada importante, no entanto.

Eyvind Axelsen:Como escreveu Dmitry, cada um de nós traz esboços mais ou menos acabados para a mesa, então discutimos, reorganizamos algumas coisas e trabalhamos nisso até que todos estejam felizes.

TC 2:Quais são os temas abstratos que a banda trata neste álbum?

Dmitry:Prefiro tópicos não abstratos, mas surreais. Realidades paralelas. Os estilos de nossa escrita lírica são muito diferentes.

Eyvind:Para minhas letras / canções: Medo e confusão, alienação e transitoriedade, falta de sentido em uma escala cósmica, etc.

TC 3:É mais fácil ou mais prático uma banda como powertrio?

Dmitry:Sim e não:É menos pessoal e significa que podemos estar perdendo algumas habilidades,como um solo de teclado legal?.

Eyvind:Para mim, o trio é o formato perfeito. Ele deixa espaço para que cada instrumento respire e seja uma parte vital da mixagem. O trio é pouco explorado no gênero metal, na minha opinião. Isso não quer dizer que ser um trio seja algo especial, mas forçar os limites do que você pode fazer, musicalmente, com três pessoas em um ambiente ao vivo é algo que me interessa. Obviamente, ter apenas três pessoas é muito mais fácil em termos de logística e transporte também.

TC 4:Porque a banda tem esse nome?

Eyvind:“Diskord” é a grafia norueguesa de “discórdia”, que se encaixa muito bem com a expressão artística da banda, ou seja, caótica, inquieta, dissonante e o oposto de concórdia.

TC 5:A banda sentiu diferenças em Oscillations e agora em Degenerations ?

Eyvind:Já se passou algum tempo desde aquele registro, então obviamente há diferenças, mas não tanto no nível consciente, no sentido de que decidimos fazer algo diferente desta vez e acho que é apenas um produto das pessoas que somos , em nossa posição atual no espaço-tempo. E, ter um novo guitarrista em Dmitry obviamente altera um pouco a dinâmica também.

TC 6:Alguma literatura inspira a banda?

Dmitry:Ficção de terror e especialmente Edgar Allan Poe!

Eyvind:HG Wells, Phillip K Dick, Bing & Bringsværd, Asimov, Heinlein, etc.

TC 7:Como a banda chegou na Transcending Obscurity Records ?

Dmitry:O Diskord tocou no Reino Unido em 2018 com várias bandas. Nós nos divertimos muito! Fiz ótimos amigos nessa turnê! Uma das bandas era Plague Rider, e seu baixista Lee Anderson postava frequentemente sobre sua outra banda, Live Burial. Dê uma olhada, – eles são muito legais! Então, quando o Defect Designer da banda de Dmitry precisou de um selo, o Defect Designer contatou a Transcending Obscurity, que é o selo do Live Burial. E então, quando a Diskord precisou de uma gravadora, esta foi uma das opções e então, assinamos com a TO também.

Eyvind:Era muito simples, na verdade; conversamos com algumas gravadoras e TO nos deu o melhor negócio, especialmente em termos de manter os direitos de nossa própria música.

TC 8:O que banda quer dizer com Void?

Eyvind:O vazio é abrangente, envolvendo todos e cada um de nós de todos os ângulos e perspectivas ao mesmo tempo, infelizmente.

TC 9:A banda acredita que este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Dmitry:Não,não somos Dimmu Borgir.

Eyvind:Não, não é um álbum conceitual. Não sou contra fazer isso, mas para o Diskord provavelmente não é nada que faremos. Como Dmitry já mencionou, as letras estão espalhadas desta vez.

TC 10:Que tipo de atmosfera você deseja criar neste álbum?

Dmitry:Deve ser interessante ouvir. Não é chato e para nós três e deve ser, interessante tocar.

Eyvind:Tento expressar, musicalmente, as mesmas emoções gerais em torno das quais minhas letras giram, conforme respondido acima.

TC 11:Qual assunto não merce uma música da Diskord?

Dmitry:Religiões.

Eyvind:Política.

TC 12:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Dmitry:Viajar!

Eyvind:Beber cerveja, escrever programas de computador, fazer caminhadas ou esquiar na floresta, ir a shows ao vivo.

TC 13:Qual a ideia da capa do álbum?

Dmitry:Pinturas de aparência distópica de Sindre, nosso parceiro no crime.

Eyvind:O artista por trás da arte é o mesmo que usamos em todos os nossos lançamentos, o magnífico Sindre Foss Skancke! Suas obras captam perfeitamente a abstração desesperada de nossa produção musical e lírica, na minha opinião.

TC 14:Como a banda mistura a velha escola com o Moderno Death Metal?

Dmitry:Difícil dizer, A maior parte do som é bateria e eles são ao vivo e reais em todas as gravações. Não objetivamos intencionalmente algum som cru, embora, é claro, tenhamos nossos gostos.

Eyvind:Nem tenho certeza se esses termos estão mais bem definidos; de repente, é moderno soar à velha escola!

TC 15:Qual banda você gostaria de ser por um dia e por quê?

Dmitry:Uma banda importante e, melhor, não por apenas um dia. É bom receber alguma atenção e cobertura e tocar mais ao vivo.

Eyvind:Não desejo ser outra banda de forma alguma. Sinceramente, não me importo com atenção ou reconhecimento por si só e se isso acontecesse, teria que ser nos meus termos, não nos de outra pessoa.

TC 16:Mandem uma mensagem aos fãs,pessoal.A entrevista acabou!

Dmitry:Espero que gostem do álbum em formato físico.

Eyvind:Obrigado pela entrevista Felipe! Para quem está ouvindo o álbum: obrigado por tirar um tempo de suas vidas ocupadas; Espero que traga algo para você e, talvez, um dia, veremos você na estrada!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicanalista

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

Textos Acadêmicos, Resenha de Livros e Discos

Discover

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: