Entrevista 854 com a Banda Finlandesa Saturnian Mist


Abrir foto
Pode ser uma imagem de texto

A Tempestade Conservadora em sua Entrevista 854 resolve ir na tradição do metal.Pois,se tem um país que representa a tradição,este país é a Finlândia.Só que no caso específico,resolvemos pegar firme na porrada.Escolhemos uma banda malvada daquele país,malvada porque o seu estilo é o Black Metal.Mas,para o padrão de black metal que temos,ela não cai no lugar comum que é acreditar no diabo,apesar de ter certas músicas que bebem desta fonte.Eles mexem mais com o oculto,com o lado místico mas sem esquecer que seu estilo tem a crueldade e o lado maligno que toda a banda de Black Metal merece e precisa ter.A banda em questão é a Saturnian Mist e ela nos apresenta seu terceiro álbum completo intitulado como Shamatanic.A banda é formada por:Fra.Zetekh como Vocalista,Fra.Ferreus como Guitarrista,Fra.Kult como Percusionista,Fra.Macabrum como Baixista e Fra.Vile como Baterista.Zetekh respondeu as nossas perguntas,as quais,vocês vão acompanhar em todas as suas emoções.Mas,antes disso,vamos a uma música deles.

TC 1:Fale sobre o trabalho de composição em Shamatanic?

Fra.Zetekh:Quando se trata de todos os lançamentos do SATURNIAN MIST, “Shamatanic” é o mais diversificado com seu material musical, eu acho. Queríamos incluir todos os lados nossos com os quais já trabalhamos antes, em diferentes lançamentos, mas desta vez todos juntos em um álbum. Existem três compositores em “Shamatanic”, eu, fra. Ferreus e fra. Chaoswind, mas também toda a banda participou dos arranjos, especialmente fra. A influência da bateria de Vile dirigiu bastante a atmosfera. “Shamatanic” é realmente um esforço da banda.

TC 2:Como foi fazer um álbum em conjunto com a IC Rex?

Fra.Zetekh:Foi algo muito holístico e conceitual que eu gostaria de fazer novamente algum dia. Eu gostei muito da ideia de fazer realmente uma colaboração dividida do começo ao fim, do zero, ao invés de apenas fazer músicas separadamente e forçá-las juntas. É um dos poucos álbuns em que também fiz tudo em termos de produção, registro, mixagem e masterização, além de ser músico, e estou muito satisfeito com o resultado, pois também mostra lados diferentes de ambas as bandas que não foram realmente perseguidos. Os álbuns completos.

TC 3:De que tipo de filosofia, vocês estão falando neste novo álbum?

Fra.Zetekh:Nós construímos ”Shamatanic” para ser nosso Magnum Opus musicalmente e tematicamente. Sempre trabalhamos com ocultismo e misticismo usando a música, o método artístico e as performances como ferramentas para isso. É mais a filosofia do ocultismo, em vez da filosofia tradicional, que naturalmente influencia lá também. “Shamatanic” é uma jornada xamânica sombria em direção à katharsis, liberação, iluminação usando os métodos da extrema esquerda e, portanto, seu lado filosófico lida com essas questões que acontecem ao longo do caminho. É claro que encorajo todos os interessados nesta parte a ler as letras em si.

TC 4:Como o ocultismo é abordado pela banda em Shamatanic?

Fra.Zetekh:De inúmeras maneiras. Tornou-se um clichê muito cansativo dizer que álbum de black metal é um ritual porque para a maioria das bandas é apenas uma coisa estética, mas para nós sempre foi um processo ritualístico de fato desde o início. Com “Shamatanic” havia vários lados para isso, eu poderia falar sobre horas e horas, mas posso dar um exemplo. Eu me isolei por vários dias para gravar minhas partes vocais. Durante aqueles dias de gravação, gravei tudo usando os métodos do xamanismo, psicodrama e formas em rituais de magia negra que começou desde o primeiro dia em que comecei a gravar. Você pode acompanhar o processo apenas lendo as letras. Eu fiz a viagem xamanística às profundezas da minha mente e voltei com um estado de espírito renovado, e não apenas metaforicamente falando, mas realmente exercitando este processo ritual enquanto gravo os vocais. E essa foi apenas a parte da gravação do vocal, todo o álbum foi produzido dessa forma com vários métodos. Sempre gostei de usar métodos antigos de ocultismo, misticismo e religiões primitivas como o xamanismo e o vodu, e incluí-los em nosso processo artístico.

TC 5:Que tipo de assunto não merece uma música da Saturnian Mist?

Fra.Zetekh:Aqueles assuntos com os quais não temos qualquer relação. Todas as nossas músicas são, no fundo, pessoais, mesmo a maioria delas tendo níveis universais e abstratos também.

TC 6:Se esquecendo do lado lírico e indo mais para o campo pessoal, como é a relação dos membros com as hierarquias celestiais?

Fra.Zetekh:Foda-se eles. Todos os nossos atos são direcionados a quebrar qualquer tipo de hierarquias espirituais.

TC 7:Porque a banda tem esse nome?

Fra.Zetekh:Saturno ”é um termo para um certo tipo de poesia dos tempos do Império Romano cujas regras e a forma são esquecidas e desconhecidas nos tempos modernos. Na época, achei que fosse uma excelente metáfora e um símbolo para a música e a arte ocultas. E também, o Deus Saturno daqueles tempos tem uma forte semelhança com Satanás e com todos os arquétipos do Diabo de diferentes culturas, por isso selou o acordo porque eu queria sublinhar a origem arquetípica de todos os Deuses e Diabos. E “Mist” sempre foi um elemento fascinante para mim, uma espécie de Aura de Misticismo da Natureza. Tudo junto, forma um jogo de palavras que simboliza coisas importantes para nós.

TC 8:O que a Saturnian Mist tem de diferente de suas bandas anteriores?

Fra.Zetekh:SATURNIAN MIST é na verdade minha banda mais antiga desde 2006, eu tenho participado de outros projetos depois disso mais do que antes, já que ANXIETY era uma espécie de proto-SATURNIAN MIST. Eu acho que o SATURNIAN MIST difere de meus outros projetos e das outras bandas é que seus aspectos não musicais têm um papel muito maior do que a maioria dos meus outros projetos, pois há muitos lados excessivos que são externos à música em si o processo é quase tão importante quanto o resultado. Como já disse, é um processo ritual de magia negra na forma de projeto musical.

TC 9:Como a banda chegou na Petrichor Records?

Fra.Zetekh:Estávamos sem contrato de gravação porque a produção do álbum demorou muito, o antigo contrato expirou e nossa antiga gravadora Candlelight Records foi comprada pela Spinefarm Records, o que mudou muito a dinâmica e estratégia da gravadora, pois sua antiga equipe foi demitida durante o processo . Então, nós entramos em contato com algumas gravadoras sobre o lançamento de ”Shamatanic”, mas a Petrichor / Hammerheart Records fez a melhor oferta e impressionou com sua paixão e visão, então aqui estamos!

TC 10:Qual a ideia da capa do álbum?

Fra.Zetekh:É feito pelo nosso velho percussionista que atende pelo nome de P.E. Packain com suas obras. Quando estávamos fazendo ”Shamatanic”, eu o visitei e vi essa metade pintura, metade escultura que ele chama de “A Máscara do Alquimista” no canto de seu apartamento, e esta obra de arte me falou a mesma linguagem que eu senti que estava canalizando com o álbum “Shamatanic”, então eu tomei como um sinal, e queria tê-lo como a capa do álbum.

TC 11:Quais bandas influenciam vocês?

Fra.Zetekh:Nós realmente não falamos mais sobre nossas influências, nós apenas canalizamos, então eu posso falar apenas em meu nome aqui. Como compositor, fui influenciado por uma grande variedade de artistas, a maioria deles nem mesmo sendo metal. Bandas escandinavas de black metal dos anos 90 e início de 2000 têm uma forte influência sobre todos nós com o SATURNIAN MIST, mas pessoalmente bandas como Deicide, Mayhem, Slayer, Dissection, The Prodigy e Behemoth me influenciaram muito se eu tivesse que dizer algo do topo da minha cabeça e quando relacionado às obras de SATURNIAN MIST.

TC 12:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Fra.Zetekh:Nossa música é o reflexo das coisas que amamos. Está tudo aí.

TC 13:Este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Fra.Zetekh: Eu acho que minha resposta anterior meio que respondeu para isso como “Shamatanic” é uma jornada sombria xamânica em direção à katharsis, liberação, iluminação usando os métodos do caminho da mão esquerda extrema. É uma viagem, uma jornada que pode ser rastreada como um conceito pelo lado emocional da música e também pelo lado lírico.

TC 14:A sabedoria popular diz que satanás é o inverso de deus.Se vocês são realmente satanistas, podemos concordar com essa sabedoria ou é um mito criado?

Fra.Zetekh:Se você se refere à frase clássica “Demon est Deus Inversus”, posso apoiá-la e até segui-la quando se trata de seus níveis metafísico, pragmático e metafórico. No final, no nível arquetípico, ambos (Deus, Diabo) são categorias de compreensão existentes tanto para ateus quanto para teístas. Mas eu não concordo que haja uma definição para “Satanistas Reais”, porque Satanismo é sobre individualismo e, portanto, não deveria ter dogmas como o Cristianismo ou muitas religiões importantes.

TC 15:Em algum momento da banda, a banda acreditou ou fez músicas sobre a vida após a morte?

Fra.Zetekh:Sim e não. No sentido cristão fundamentalista, não. No sentido xamanístico, poético e filosófico, com subtexto esotérico, sim.

TC 16:Possivelmente, a música The End Times não foi inspirada pela pandemia atual. Mas, podemos dizer que essa pandemia seria uma prévia para o fim desses dias a que a banda se refere?

Fra.Zetekh:Foi escrito antes da pandemia. Acho que a letra fala por si mesma muito melhor do que minha resposta, mas ela ainda não foi publicada completamente, pois o álbum será lançado em setembro de 2021, então copiarei dois capítulos dele aqui:”O fim dos tempos está aqui mais uma vez
Sempre voltando, sempre se movendo
espreitando a vida como a conhecemos
com a grande majestade da morte onipotente.O fim dos tempos está aqui mais uma vez,pois eles estão sempre voltando para mim nas diferentes formas de consagração, disfarçado como a dor do apocalipse.

TC 17:Uma mensagem aos fãs,a entrevista terminou!

Fra.Zetekh:O caos é a lei!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: