Entrevista 860 com a Misteriosa Banda Alemã GROZA


Para se ter sucesso,várias formas existem para esse objetivo.Uma delas,é o segredo.Nós sabemos que isso tem prazo de validade,mas enquanto ele funcionar,você deve manter-lô.Uma das provas vitais disso é que hoje,a Tempestade Conservadora em sua Entrevista 860 conversa em todas as suas emoções com a Misteriosa Banda Alemã Groza.A única coisa que não é misteriosa é a pervercidade de sua música.A malvadeza que rege suas letras.Aliado ao sangue gelado,temos melodias rápidas e ásperas.Mas,que vão conquistar-los,pela crueldade necessária a uma banda de Black Metal,estilo que os alemães praticam pra nós.Eles nos apresentam seu segundo álbum intitulado como The Redempting End.Vamos a uma música deles pra começarmos essa entrevista logo.

TC 1:Quem é quem na banda?

Groza:Não importa quem somos como indivíduos. É por isso que usamos pseudônimos e cobrimos nossos rostos. É irrelevante. Somos a GROZA.

TC 2:Falem sobre o trabalho de composição em The Redemptive End?

Groza:O processo de composição neste álbum foi ligeiramente diferente do primeiro álbum. No primeiro álbum, eu tinha escrito a maioria das músicas antes mesmo de fazer de GROZA uma banda completa e conseguir os outros membros.
Desta vez, escrevemos muito mais juntos como um grupo. É também por isso que os discos têm algumas novas facetas musicais a oferecer.

TC 3:Como o Niilismo aparece neste álbum?

Groza:Niilismo é um dos conceitos básicos e temas de nossas letras, então é claro, isso aparece no novo álbum também. A música, que mais demonstra que seria “Nil”.

TC 4:Porque a música Sunken In Styx tem duas partes?

Groza:Porque queríamos separar a primeira parte atmosférica e lenta de construção, isso é uma espécie de introdução para o álbum, da segunda parte mais agressiva, que é onde a música realmente começa.

TC 5:Porque um Saxfone na música Elegance Of Irony?

Groza:Porque a música pedia naquele lugar específico. Precisava de algo mais do que apenas guitarras e aconteceu que conhecíamos alguém por perto, que estava feliz em participar e entregar as faixas de sax para a música.

TC 6:Quais são as inspirações de Post-Rock na banda?

Groza:Se sempre ouço Post Rock por eu mesmo e isso tem sido uma influência por mais tempo do que GROZA existe. É que, no primeiro álbum, tentamos fazer um álbum curto e preciso, esse é o ponto. Portanto, as músicas não tiveram muito tempo para respirar e se desenvolver mais nessas influências. Com o novo álbum, porém, é muito diferente, já que as músicas são mais longas e têm mais tempo para construir. Foi aí que as influências do Post Rock entraram. De novo, porque as músicas pediram por elas.

TC 7:Como a banda chegou na AOP Records?

Groza:Carregamos nosso primeiro álbum “Unified In Void” em um grande canal do YouTube chamado “Black Metal Promotion”. O chefe da AOP Records acabou de se inscrever neste canal e nos encontrou assim.

TC 8:Porque a banda tem esse nome?

Groza:O nome é uma palavra eslava e significa horror ou tempestade, dependendo do idioma. Eu mesmo tenho raízes polonesas e isso descreve nossa música muito bem, então é por isso que eu o escolhi. Obviamente, também é uma referência ao primeiro álbum do MGLA.{Nota Da TC:Magla é uma banda polonesa}

TC 9:Qual a ideia da capa do álbum?

Groza:A obra de arte representa muitas coisas. Natureza, diversidade, bom, mau, claro e escuro. Descreve o campo de tensão em que vivemos. Também simboliza muito bem a atmosfera do álbum, eu acho.

TC 10:Além da música,o que gostam de fazer?

Groza:Nada de interessante ou digno de menção aqui. GROZA é o foco principal.

TC 11:O que a Groza tem de diferente de suas bandas anteriores?

Groza:É diferente de várias maneiras. No começo, eu comecei a GROZA para juntar riffs e ideias que não combinavam com o som de minha antiga banda. Então, nesse sentido, eles não poderiam ser mais diferentes. Por outro lado, minhas influências sempre foram as mesmas, então também existem algumas semelhanças em outras partes.

TC 12:Que bandas influenciaram vocês?

Groza:Temos muitas influências diversas. As mais óbvias são outras bandas no campo mais melódico e substancial do black metal, como MGLA, Dissection, Uada, etc. Mas ouvimos música muito mais diversa e assim vem, que também Post Rock, Grunge, trilhas de filmes e até a música clássica são nossas influências.

TC 13:Este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Groza:Não, não é. As músicas compartilham a maioria dos tópicos básicos, mas não há um conceito maior específico, que amarre as músicas de uma maneira que eu diria que é um álbum conceitual, não.

TC 14:Como a misantropia se encaixa neste álbum?

Groza:A misantropia é uma das principais forças que me leva a escrever. Se não fosse por isso, não haveria nenhum álbum novo para começar.

TC 15:A banda sentiu diferenças em Unified in Void e agora em The Redemptive End?

Groza:Eu meio que falei sobre isso antes, mas para resumir, acho que em “The Redemptive End”, demos às músicas mais tempo para respirar e explorar novos territórios na forma de novas facetas musicais, quando comparadas com a primeira álbum. Mas os elementos básicos do nosso som, que as pessoas conhecem desde o primeiro álbum, claro que vivem no novo também.

TC 16:Uma mensagem aos fãs,pessoal.A entrevista acabou!

Groza:Obrigado pela entrevista, Hails!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: