Entrevista 863 com a Banda Sérvia Etherstone


Pode ser uma imagem de 5 pessoas, pessoas em pé, pessoas tocando instrumentos musicais e parede de tijolos

Não devemos nunca subestimar as forças emergentes.Pois,são delas que podem sair as coisas mais inacreditáveis.Uma prova disso é que o Metal na Sérvia apesar de não ser uma grande cena,traz gratas surpresas.Nossa página prova isso nesta Entrevista 863.Esta banda faz uma mistura cheia de energia com o Doom,O Sludge e o Stoner.A banda em questão atende pelo nome de Etherstone e eles lançam seu álbum de estreia intitulado como The Missing Chapter.A banda é formada por:Nikola Stevanovic como Vocalista,Aleksander Ivkovic e Luka Jestrovic como Guitarristas,Mihailo Millsavljevic como Baixista e Flip Milosavljevic como Baterista.A banda como um todo respondeu as nossas perguntas.As quais,vocês vão acompanhar em todas as suas emoções.Antes disso,vamos a uma música deles.

TC 1:Falem sobre o trabalho de composição em The Missing Chapter?

Etherstone:Geralmente, cada música começava com uma ideia ou conceito relativamente estreito como um riff, um tema lírico, um clima. A partir de então, é tudo sobre construir e expandir essa ideia única e singular. Tentamos encontrar um equilíbrio perfeito entre os riffs que são muito importantes neste gênero e a atmosfera. Algumas músicas são mais sobre os riffs, outras são mais atmosféricas, mas espero que tudo se encaixe no som mais amplo do álbum.

TC 2:Que tipo de musical identidade vocês queriam pra este álbum?

Etherstone:The Missing Chapter foi concebido como um álbum conceitual desde o início. Sempre se supôs que a coisa toda contasse literalmente uma história com um começo, reviravoltas e uma conclusão clara. A música foi escrita para refletir tudo isso e é por isso que algumas das canções podem soar radicalmente diferentes. Por exemplo, o álbum começa com o som relativamente relaxado e pensativo de Ozymandias. Seguindo em frente, temos a atmosfera psicodélica, quase etérea do instrumental Over the Threshold. Quando chegamos à faixa 7, The Cost, as composições são frenéticas, até raivosas. Tudo isso é resultado não apenas da narrativa, mas dos vários gostos e estilos que os membros da banda trouxeram para a mesa. Resumindo, tentamos fazer com que cada faixa se destacasse das demais e sermos capazes de se sustentar por conta própria, apesar de fazer parte de algo maior.

TC 3:Como surgiram os convites para Stevan Jovanovic e Vojin Ratkovic?

Etherstone:Todo o processo de composição, gravação e lançamento do capítulo The Missing levou mais de dois anos e, durante esse tempo, muita coisa pode acontecer. Muitas pessoas que iniciaram o projeto conosco não conseguiram concluí-lo por um motivo ou outro. Quando você tem um projeto desse porte, muitas pessoas de diferentes áreas precisam trabalhar juntas, desde o aspecto técnico ao criativo e tudo mais. Queríamos apenas dar crédito a quem o crédito é devido e agradecer a ajuda e por fazer a sua parte para que este projeto aconteça.

TC 4:Porque a banda tem esse nome?

Etherstone:O termo foi cunhado em 2016 por Bogdan, o baixista da época e fundador da banda. O nome mistura duas palavras, Éter que é um dos cinco elementos e representa uma substância intangível e Pedra, que é o oposto e representa algo tangível e pesado. Essas duas palavras combinadas refletem perfeitamente o tipo de som que a banda está tentando capturar.

TC 5:Qual a ideia da capa do álbum?

Etherstone:A capa do álbum foi criada para acompanhar os temas líricos e musicais do álbum. Musicalmente e liricamente, o álbum é a representação de uma jornada com a qual a maioria, senão todos nós, podemos nos relacionar de uma forma ou de outra. A obra de arte deve acompanhar isso e representar graficamente essa jornada com todas as emoções e experiências que vêm dessa jornada.

TC 6:Qual tema lírico do álbum?

Etherstone:Essencialmente, The Missing Chapter conta a história de um personagem sem nome e uma jornada interdimensional que ele faz. Todas as faixas se conectam em uma narrativa bastante direta. Como todos nós, esse personagem está procurando por algo como conhecimento, significado, propósito, qualquer coisa com que você se identifique. Supõe-se que tudo seja muito metafórico, mas deixamos essa parte para nossos ouvintes. Se você apenas quer ouvir sobre um cara correndo em diferentes planos de existência, tudo bem também!

TC 7:Alguma literatura inspira a banda?

Etherstone:Com certeza! A faixa de abertura Ozymandias é uma referência direta a um famoso poema do século 19 de Percy Bysshe Shelley e uma parte da faixa até cita o poema. Existem muitas influências menos óbvias também. Mais notavelmente H. P. Lovecraft, J. G. Ballard e Jean Baudrillard, para citar alguns.

TC 8:Existe alguma veia de doom ou sludge na banda?

Etherstone:Sim, existem e sua presença é mais ou menos óbvia quando ouvimos o álbum, assim como nosso trabalho anterior. Somos todos fãs de ambos os gêneros, o que definitivamente se reflete em nosso som. Agora, nunca chamaríamos o álbum de doom não é difuso, pesado ou sombrio o suficiente para isso. Mas se você prestar atenção aos detalhes e principalmente ao trabalho da guitarra, poderá ouvir a influência.

TC 9:Qual tipo de atmosfera que vocês querem criar o álbum?

Etherstone:A maior parte dessa pergunta já foi respondida em algumas de nossas respostas anteriores, mas a essência é que a atmosfera deve refletir a jornada que mencionamos. O humor pode ser descrito como às vezes pensativo, o tipo de sentimento que você tem quando está viajando para terras desconhecidas. Outras vezes, especialmente na segunda metade do álbum, o clima fica muito mais pesado, variando da frustração à raiva.

TC 10:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Etherstone:Fora da banda, somos todos bons amigos, então quando não estamos trabalhando em um novo projeto, adoramos nos reunir, abrir alguns drinques e simplesmente sair. Ocasionalmente, nós nos juntamos online e jogamos videogames por algumas horas, mas fora isso, praticamente fazemos nossas próprias coisas individualmente. Todos nós temos empregos, hobbies e outras coisas que exigem nosso tempo e comprometimento.

TC 11:Quais bandas influenciaram vocês?

Etherstone:Todos nós viemos de origens diferentes quando se trata da música que gostamos de ouvir, então as bandas que influenciam nossa música são muito diferentes. Algumas das influências mais óbvias seriam bandas de gêneros semelhantes como Black Sabbath, Weedpecker, 1000mods, Kyuss, Down, Corrosion of Conformity, Baroness e muitos outros. Por outro lado, alguns dos membros também são grandes fãs de Jazz e de gêneros mais progressivos e técnicos, então tem de tudo um pouco.

TC 12:O que a Etherstone tem de diferente de suas bandas anteriores?

Etherstone:Todos nós já estivemos em algumas bandas antes da criação do Etherstone, e alguns de nós ainda trabalhamos e tocamos em outras bandas paralelas. O que separa Etherstone do lote é o fato de que estamos totalmente comprometidos com ele. Temos um objetivo claro e todos fazemos o melhor que podemos para alcançá-lo.

TC 13:Este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Etherstone:Absolutamente! As músicas são todas conectadas musicalmente e liricamente. Na verdade, as letras às vezes não fazem muito sentido se você não acompanha a história toda, embora tentemos evitar tais situações. As faixas são todas ótimas isoladas, mas recomendamos que você ouça o álbum na íntegra. É assim que o álbum foi feito para ser experimentado e você não vai se arrepender de ouvir tudo isso.

TC 14:Que tipo de assunto não merece uma música da Etherstone?

Etherstone:Quando estamos criando música, tentamos cobrir os assuntos com os quais nós e nosso público podemos nos relacionar. Os assuntos podem ser inspirados por tudo e qualquer coisa, por isso vamos sempre pelo menos entreter uma ideia, mesmo que não pareça tão boa à primeira vista. A única razão pela qual passaríamos adiante um assunto específico seria se nenhum de nós pudesse se relacionar com ele.

TC 15:O que banda quer dizer com som palpável?

Etherstone:Simplificando, nós apenas queremos criar um som Ethersone único e ficar com ele. Queremos que as faixas que escrevemos sejam diferentes e interessantes, sim, mas também queremos que elas tenham algo em comum, se isso fizer sentido. Além disso, estamos tentando evitar parecer muito semelhantes às nossas influências. Não queremos ser descritos apenas como Esta banda soa como Corrosion of Conformity ou Kyuss ou qualquer outra coisa. Temos orgulho de nossas influências, mas o ideal é que Etherstone soe como Etherstone.

TC 16:Mensagem para os fãs,pessoal.A Entrevista acabou!

Etherstone:Obrigado!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: