Entrevista 875 com a Banda Canadense Deformatory


A Tempestade Conservadora chega a sua Entrevista 875 com a Banda Canadense Deformatory.Esta é uma banda que faz um Death Metal.A banda também mistura outros estilos extremos,mas esse é o seu principal norte.A banda que na realidade é uma dupla é composta por:Charlie Leduc como Guitarrista e Vocalista e Niel Grandy como Baterista.Charlie respondeu as nossas perguntas,as quais vocês vão acompanhar em todas as suas emoções.Lembrando apenas que a banda nos apresenta seu terceiro trabalho intitulado como Inversion Of The Unssen Horizon.

TC 1:Falem sobre o trabalho de composição em Inversion of the Unseen Horizon?

Charlie Leduc:Todas as canções foram escritas por Charlie e Neil no espaço de ensaio. Cada música da Deformatory é escrita de forma muito orgânica. Algumas das músicas que você ouve no álbum foram escritas em apenas uma tomada, durante uma jam ou ensaio. Outros, foram escritos em seções e retrabalhados. Todos eles foram escritos em volume máximo e sem nenhum elemento pré-escrito ou assistência digital como Guitar Pro, faixas de clique, etc.Achamos que esse estilo de composição realmente nos ajuda a capturar e liberar uma energia caótica que consideramos importante no death metal.

TC 2:Quais religiões que a banda mais crítica neste novo álbum?

Charlie Leduc:Não há crenças religiosamente afiliadas ou influência neste álbum. É puramente conceitual.

TC 3:Qual arquétipo vocês desejam decifrar na música sete?

Charlie Leduc:Esta música fala fundamentalmente de Cyru’xil é a força vital planetária onde o Grande Arkitekt e os Cenaxors residem e aparecendo através do Xuul ‘Ka como portal interdimensional. A perspectiva é de quem testemunha isso acontecer diante de seus olhos, enquanto tentam decifrar o horror que está por vir.

TC 4:Qual história ou filme de ficção científica mais inspira a banda?

Charlie Leduc:Elementos de The Scarlet Gospel’s de Clive Barker certamente ajudaram a acender a inspiração inicial por trás dos conceitos fundamentais do álbum. Como um todo, o mito Hellraiser é particularmente interessante para nós, pois captura elementos de ficção científica e terror em perfeita harmonia; apenas o suficiente para permitir que a imaginação faça o resto.

TC 5:Quais são as diferenças da Deformatory para a Tual-Masok?{Nota da TC:A banda foi fundada em 2008 e deste até 2010.A Deformatory anteriormente se chamava Tual-Masok}

Charlie Leduc:Tual-Masok foi o início daquilo que se metamorfoseou em Deformatory. Pense nisso como a semente que permitiu o crescimento da árvore espinhosa.Eles são os mesmos,apenas versões diferentes de si mesmos.

TC 6:Como foi o trabalho em conjunto com o Blood Of Christ?

Charlie Leduc:Foi encorajado pela gravadora em que estávamos naquela época que é a CDN Records. Além de financiar a prensagem do vinil, eles realmente não fizeram muito mais. Nós nos conectamos com os caras de Blood of Christ, sugerimos o título dividido e organizamos a arte do lançamento. Foi um processo bastante simples e estamos felizes com o single que lançamos para ele que se chama Myiasis.

TC 7:Qual a ideia da capa do álbum?

Charlie Leduc:A ideia básica por trás desse conceito de arte é:Um planeta está sendo invadido pelos Cenaxor através do portal cósmico chamado Xuul ‘Ka.No centro deste portal triangular está o Grande Arkitekt, levando as hordas de Cenaxors à vista. A forma do Grand Arkitekt é vagamente baseada em Savael, que é destaque na capa do nosso álbum de Malediction. O Grande Arkitekt, no entanto, é grotesco e composto pelas almas que conquistou.No fundo do portal triangular, você pode ver Cyru’xil, o planeta dos invasores demoníacos. Sua arquitetura é surreal, feita de carne e vidro escuro.O planeta que está sendo invadido está sendo dilacerado pela força do portal, com fragmentos de sua paisagem sendo sugados para dentro do portal. A paisagem está repleta de pessoas empaladas e esta capa faz referência ao nosso primeiro álbum, In The Wake of Pestilence.Queríamos vários elementos incorporados na arte, o que pode ser muito difícil de fazer. Vimos isso como um reflexo de nossa música, muitas vezes amontoando muitas ideias e riffs em uma única música. Para isso, precisávamos nos conectar com um artista que pudesse trabalhar em uma escala tão grande e, felizmente, pudemos trabalhar com Paul Gerrard que é um designer de conceito de filme que na verdade trabalhou em um conceito de reinicialização do Hellraiser.Estamos muito felizes com o resultado da arte e Paul superou nossas expectativas.

TC 8:Vocês querem continuar como uma dupla ou contratar novos músicos?

Charlie Leduc:Deformatory é uma entidade orgânica que evolui e involui à vontade; para sempre aberto a quaisquer possibilidades que o universo escolha lançar sobre nós.

TC 9:Que tipo de assunto não merece uma música da Deformatory?

Charlie Leduc:Não há assunto que esteja fora dos limites. Pode haver assuntos que nunca abordamos apenas por onde a música acaba indo.

TC 10:Se o mal existe, devemos questionar se existe o bem?

Charlie Leduc:Conceitos de bem e mal são construídos em vez de realidades inerentes; freqüentemente formado por aqueles que desejam manter a população em ordem. Digo antes para questionar o pensamento de que essas noções não são necessárias para se entreter a qualquer custo.

TC 11:O álbum está dividido em três partes. Essas partes se referem a um livro ou filme conhecido ou é uma história criada pela própria banda?

Charlie Leduc:O álbum inteiro é um conceito fictício desenvolvido pela banda. Os três capítulos são intencionais em design e musicalmente e liricamente e todos a partir de várias perspectivas da narrativa conceitual.

TC 12:Como a misantropia se encaixa neste álbum?

Charlie Leduc:É um fluxo constante dentro de nós e sempre transbordarei nas perspectivas que a banda escolher para escrever.

TC 13:Qual é o ápice da decadência a que a banda se refere na música dois?

Charlie Leduc:Serve para descrever o próprio Grande Arkitekt, Xe-Na’X.

TC 14:Como tornar o mundo menos bastardo?

Charlie Leeduc:Queimar a terra.

TC 15:A banda sentiu diferenças no som entre Malediction e agora em Inversion of the Unseen Horizon?

Charlie Leduc:Musicalmente, seguimos uma progressão natural. Existem diferenças. Existem semelhanças. Existem evoluções. Existem devoluções.Fundamentalmente, é puxado pela mesma energia caótica que nos impulsionou a fazer o que fazemos no início.

TC 16:O que a banda quer dizer com A MAELSTROM DE MANIACAL?

Charlie Leduc:Essa foi uma descrição que alguém usou uma vez depois de nos ver ao vivo. Eles me disseram: “Aquilo foi um turbilhão de insanidade”.Concordamos e agradecemos o reconhecimento dessa criação.Então, pegamos e reescrevemos para definir nosso estilo para aqueles que ainda não estão familiarizados com nossa marca de death metal.

TC 17:Além da banda, o que mais no mundo é deformado na sua opinião?

Charlie Leduc:Percepções. Realidades. Regras. Motivos.Tudo o que está por trás de uma realidade pode ser deformado. A deformidade está nos olhos de quem vê.

TC 18:Uma mensagem aos fãs,pessoal.A Entrevista acabou.

Charlie Leduc:Obrigado por apoiar o death metal underground. Você é o mais doente. Até a próxima vez, fique deformado.

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

BlueNote Blog

CARTAS PRA NINGUÉM

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: