Entrevista 880 com a Banda Búlgara Concrete


Pode ser uma imagem de 5 pessoas
review Concrete - Ethereal Atrocities

Fazer um som brutal e ser precisoso e atento aos detalhes é algo que poucos conseguem.Ter longevidade é ainda mais raro.Felizmente,esse é o caso de nossos entrevistados.Apesar que falamos de um local onde o Metal não é necessariamente grandioso,apesar de existir seus fãs devotos e fiés.Estamos falando da Búlgaria e da banda Concrete.A banda é a nossa entrevista 880 e nos apresenta seu quarto álbum completo intitulado como Ethereal Atrocities.Todos os integrantes responderam as nossas humildes,porém necessárias perguntas.A banda é um quarteto formado por:Kalin Kolev como Guitarrista e Vocalista,Peter Dimitrov como Guitarrista,Zhivko Stoyanov como Baixista e Pavlin Nikolov como Baterista.Antes de acompanhar esse papo em todas as suas emoções,vamos diretamente para a música pancadaria deles.

TC 1:Falem sobre o trabalho de composição em Ethereal Atrocities?

Kalin Kolev:É muito simples. A novidade desta vez foi a chegada de Pavlin Nikolov em 2018. Com ele a bordo, começamos a trabalhar em ideias e logo tínhamos músicas chegando assim. Ter um baterista com habilidades como ele é um grande impulso na motivação e no fluxo de ideias de uma banda. Então, sim, eu criava riffs ou músicas inteiras, Peter também, e então, repassávamos cada detalhe no estúdio e políamos tudo para um produto acabado.

TC 2:A música 2 se chama In Darkness They Exist.Quem são eles?

Kalin Kolev:A música é inspirada na franquia Evil Dead. Tentei capturar e recriar a sensação dos filmes.

TC 3:Como a banda aborda a reencarnação neste álbum?

Kalin Kolev:Sempre gostei e me senti à vontade para escrever sobre tópicos obscuros. A reencarnação é um deles. Acho que vai bem com a música que lançamos. Eu escrevi algumas músicas sobre reencarnação, mas este álbum não tem nenhuma sobre o assunto.

TC 4:Porque a banda tem esse nome?

Kalin Kolev:Quando comecei o Concrete com Ivan e Zhivko, não tínhamos um nome. Estávamos oscilando para a esquerda e para a direita entre diferentes ideias que pareciam obsoletas e estereotipadas. Ivan foi o primeiro a pensar em “Concrete Punishment”, que soou muito como um nome de banda de hardcore para mim, então decidimos ir com Concrete. Ele meio que ficou preso ao tipo de música abrasiva e pesada que estávamos procurando.

TC 5:O seriado Walking Dead ajudou de alguma forma a inspirar suas músicas de zumbis ou elas já existiam antes da série começar?

Kalin Kolev:Eu gostei do começo forte do seriado, mas então a energia meio que sumiu. Eu não diria que a série está necessariamente ligada aos nossos personagens, não. Eu gosto de filmes de zumbi. Da maneira como escrevo minhas histórias, tento ser o mais visual possível. As pessoas podem relacioná-los com os filmes clássicos de zumbis, mas é isso.

Peter Dimitrov:Uma coisa é certa, eu escrevi alguns riffs enquanto assistia a série no passado,QUANDO AINDA ERA BOM! O que sempre levava a um festival de pausa e reprodução para rastrear minhas coisas para que um episódio ocorresse me cerca de duas horas e meia. Então, de certa forma, você poderia dizer que sim!

TC 6:O que a Concrete tem de diferente de suas bandas anteriores?

Zhivko Stoyanov:Nenhum de nós, exceto Pavlin, teve alguma banda anterior tocando, além dos pequenos projetos do ano escolar quando estávamos entrando em instrumentos musicais, tocando e indo ao vivo. Então, para Kalin, Peter e eu, Concrete é o primeiro projeto mais profissional em que atuamos e tentamos mantê-lo profissional.

TC 7:Como a banda chegou na Rebirth the Metal Productions?

Kalin Kolev:Andreas da RTM-Production entrou em contato com a banda antes do lançamento de “Dawn of Revival”. Já tínhamos um contrato de lançamento para esse disco. Mais tarde, logo após as sessões de estúdio de “Chambers of Afterlife,” eu estava procurando uma nova opção de lançamento, então entrei em contato com ele para ver se ele ainda estava interessado em nossa música. Ele era. Então, já trabalhamos juntos há seis anos. Estou muito feliz por Concrete estar na lista de RTMP, porque Andreas é um cara legal e cuida bem das bandas.

TC 8:Que tipo de atmosfera a banda quer apresentar neste álbum?

Kalin Kolev:Não tínhamos nada em particular em mente. Nós simplesmente seguimos em frente e escrevemos o melhor material que podíamos.

TC 9:Além da música,o que a banda gosta de fazer?

Peter Dimitrov:Bebendo cerveja. Tipo, muita cerveja. Além disso, assistir futebol, jogar videogame. Coisas normais.

Zhivko Stoyanov:Eu, pessoalmente, gosto de passear por todo o país e de praias isoladas. Comecei a praticar snowboard há três anos, então mal posso esperar pelo inverno também.

TC 10:Como a banda junta o death metal da velha escola com o death metal moderno?

Kalin Kolev:Nós não. Não é como se sentássemos e tentássemos tocar death metal clássico. Simplesmente sai dessa maneira.

TC 11:Qual a ideia da capa do álbum?

Kalin Kolev:Temos trabalhado com Angel Ivanov nos últimos três álbuns, porque ele faz um excelente trabalho em fazer a arte para nós. Desta vez não foi diferente. Eu apenas dei a ele uma ideia básica do que eu estava procurando e ele a desenvolveu. Eu queria a criatura sem corpo e expressão sem rosto em um tipo de ambiente pós-apocalíptico. E Angel foi ótimo.

TC 12:Que tipo de assunto não merece uma musica da Concrete?

Peter Dimitrov:Política.

Zhivko Stoyanov:Não nos vejo escrevendo sobre política, local ou mundial. Eu também não nos vejo lançando músicas sobre problemas da sociedade ou coisas sobre as quais achamos certo ou errado. Tentamos unificar as pessoas com a música, porque o death metal tem um dos laços familiares mais fortes entre os fãs.

TC 13:Este álbum é conceitual?Sim ou Não e Porque?

Kalin Kolev:Não. Nunca tivemos um álbum conceitual. Não sou muito fã de álbuns conceituais, eles me parecem entediantes.

TC 14:A que tensão a banda se refere na música 8?

Kalin Kolev:A “tensão” em “The Strain-ridden kind” refere-se à praga mais forte nos relacionamentos humanos – mentiras e mentirosos.

TC 15:A banda sentiu diferenças em Domain of Untold Horrors e agora em Ethereal Atrocities?

Peter Dimitrov:Enorme. Não apenas desta vez, mas a cada novo lançamento. Embora eu acredite que o padrão foi definido muito mais alto em comparação com “Doman of Untold Horrors”.

Zhivko Stoyanov:É normal que as pessoas sintam o progresso que fazemos com cada álbum. Mas desta vez é ainda melhor! Eu diria que a maior parte do álbum que está fazendo tanto progresso para aquela banda é Pavlin Nikolov com sua bateria e ele trazendo essa energia e direção para criar música extrema.

TC 16:Alguma literatura inspira a banda?

Kalin Kolev:Infelizmente, como estou trabalhando em tempo integral, tenho menos tempo para ler do que gostaria. Eu gosto do trabalho de Stephen King, e usei o Necronomicon de Lovecraft e seres mais velhos em algumas músicas agora.

TC 17:Mandem uma mensagem aos fãs,a entrevista acabou!

Kalin Kolev:Desfrute da cena extrema em constante crescimento. Existem tantas joias escondidas por aí. Obrigado por acompanhar o Concrete e ajudar a banda a crescer.

Peter Dimitrov:Continue apoiando o metal, mantenha a paixão viva! Nada de caratê no poço!

Zhivko Stoyanov:Obrigado a todos os frequentadores do show, compradores de produtos e seguidores do Concrete! Sem vocês, nada seria possível e os esforços seriam inúteis. Obrigado por tornar esta entrevista possível. Espero que vejam vocês em turnê. Mantenha viva a fé do metal, como Chuck costumava dizer! Saúde!

Publicado por Lipetempestade

Uma pessoa de personalidade forte mas disciplinadora e exigente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Guilherme Angra

Escritor e Psicoterapeuta

UNDERGROUND N' PROUD

THE BEST OF THE ROCK AND METAL UNDERGROUND!

THE HEADBANGING MOOSE

PURE F****N' METAL!

Rock Out Stand Out

The go to place for all the latest in rock and metal music!

The Metal Wanderlust

Metal, Metal, and maybe even some more Metal!

The Metal Gamer

Where the world of metal and gaming becomes one

MAGAZINEANV

DIVULGUE PRODUTOS DO

Tempestade Conservadora

Atitude,Esporte e Espiritualidade

Blue Disc Blog

Resenha de Discos

Discover WordPress

A daily selection of the best content published on WordPress, collected for you by humans who love to read.

Faiock Estúdio

Edição de vídeos, jingles, dublagem, conteúdo, animação etc

HeavyMetalToTheWord

Propagando o Rock e o Metal na sua verdadeira essência..!!

Blog da Jor72

Blog de 'Jornalismo Online' da Faculdades Cearenses (FAC) 2020.2

Cinemarcoblog

Cinema, séries e memórias de um cinéfilo.

Metal Viewer

Kleine Bands werden hier groß geschrieben.

%d blogueiros gostam disto: